27 de abril de 2024

BRASILEIROS PROTESTAM EM LONDRES CONTRA ALEXANDRE DE MORAES

Manifestantes brasileiros protestaram em frente ao Península Hotel, em Londres, no Reino Unido, onde o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes está. A protestação ocorreu nesta sexta-feira (26), com bandeiras do Brasil, alto-falante e caixa de som. Além de terem cantado o Hino Nacional e declamar discursos contra as prisões dos invasores dos Três Poderes, nos atos de vandalismo do 8 de janeiro, em Brasília. 

 

No protesto, o grupo ainda puxou uma salva de palmas para o empresário Elon Musk, proprietário do X (ex-Twitter), que entrou na briga contra a “censura” imposta pelo Judiciário contra cidadãos brasileiros. 


Usando um alto-falante, um dos manifestantes queixou-se de “perseguição, ditadura e imposição de ideologia em uma nação inteira”. “Mas enquanto Deus nos der forças para estar aqui e lutar, assim nós faremos, porque aqui não podem nos tocar”. O homem agradeceu pela oportunidade de estar em Londres e representar no país “milhões de brasileiros que têm medo”.



Sem citar o nome de Alexandre de Moraes, o brasileiro afirma que “a nação toda está se acovardando para uma pessoa”. “Até quando vocês vão nos calar”, questionou. “Lutem pela sua liberdade enquanto há tempo”, clamou o homem.

MORRE AOS 51 ANOS ANDERSON LEONARDO, CANTOR DO MOLEJO

Ícone do pagode dos anos 1990, Anderson Leonardo, de 51 anos, do grupo Molejo, morreu nesta sexta-feira (26), 1 ano e meio após um diagnóstico de câncer na região inguinal. A informação foi confirmada pela assessoria do cantor e pelo perfil oficial do grupo.

 

 

"Nosso guerreiro ANDERSON LEONARDO lutou bravamente, mas infelizmente foi vencido pelo câncer, mas será sempre lembrado por toda família, amigos e sua imensa legião de fãs, por sua genialidade, força e pelo amor aos palcos e ao MOLEJO. Sua presença e alegria era uma luz que iluminava a vida de todos ao seu redor, e sua falta será profundamente sentida e jamais esquecida, nós te amamos", diz a mensagem postada em uma rede social.

LULA E STF TORNAM PODER LEGISLATIVO DISPENSÁVEL, ANULANDO SUAS DECISÕES

A existência do Poder Legislativo está em xeque, com a nova afronta do presidente Lula (PT) acionando os aliados no Supremo Tribunal Federal (STF) para anular mais uma lei federal, desta vez a que trata da parcial desoneração de impostos que incidem sobre folhas de pagamento. Derrotado cinco vezes, sendo duas na câmara, duas no Senado e outra em sessão conjunta do Congresso, Lula usou a docilidade do senador Rodrigo Pacheco na quarta e já na quinta (25) passou-lhe a perna.

 

Lula parece tentar estabelecer uma nova ordem “institucional”, na qual prevalece o que ele decidir. Por “bem” ou com ajuda dos aliados no STF.

 

O ministro Gilmar Mendes deixou claro, em recente entrevista, que a palavra final será do STF, “decidam o que decidirem” no Congresso,

 

Assim, ganham força suspeitas de implantação de um regime autoritário, que impôs medo a um parlamento acuado, quase um Poder supérfluo.

 

Outro ministro do STF anula lei federal aprovada no Congresso, motivo de reação do Senado ao aprovar a limitação de decisões monocráticas.

MÉDICOS OPERAM PERNA ERRADA DE CRIANÇA NA PB

Uma equipe do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande operou a perna errada de uma menina de seis anos de idade na noite desta quinta-feira (25). A mãe da criança foi quem percebeu o erro. Ela voltou para o centro cirúrgico ainda ontem para operar a perna correta. Os profissionais envolvidos no caso foram afastados pela diretoria da unidade hospitalar. 

 

A menina deu entrada inicialmente no Hospital Universitário de Campina Grande, depois, foi transferida para a unidade que trata de emergências. Ela apresentava um quadro clínico de celulite infecciosa na perna esquerda e precisava passar por uma cirurgia invasiva para colocar pinos no local. 

 

Ela foi levada ao centro cirúrgico e, ao sair, a mãe da criança se desesperou ao perceber que a perna direita é a que tinha sido operada, quando, na verdade, o problema estava na perna esquerda. A criança teve que voltar para o centro cirúrgico para ter a perna correta operada. 

 

Pouco depois do erro ser identificado, o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande emitiu uma nota de esclarecimento confirmando o afastamento de toda a equipe e determinando a abertura de uma sindicância para apurar o caso. 

 

O diretor técnico do hospital, o médico Flávio Daniel, explicou que as investigações serão acompanhadas pelo Núcleo de Segurança do Paciente e pela Comissão de Ética Médica da instituição e que dará a assistência necessária à criança e aos seus familiares até o momento da alta hospitalar.

 

PF E RECEITA FEDERAL APREENDEM 50 MIL MAÇOS DE CIGARROS CONTRABANDEADOS NO RN

A Receita Federal, a Polícia Federal e a Secretaria da Fazenda (Sefaz) apreenderam 50 mil maços de cigarros em uma operação na manhã desta q...