27 de fevereiro de 2021

PETROBRAS ASSINA CONTRATO PARA VENDA DE PARQUE EÓLICO NO RN POR R$ 32,9 MILHÕES

A Petrobras comunicou que assinou o contrato para a venda de sua participação de 51% no capital social do parque eólico Mangue Seco 2, em Guamaré, no Rio Grande do Norte. A venda é para o Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia Pirineus (FIP Pirineus), ao custo de R$ 32,97 milhões. 

 

Ainda de acordo com a Petrobras, o valor vai ser pago em uma única parcela no fechamento da transação. Segundo a estatal, a medida está alinhada à estratégia de "otimização de portfólio". 

 

“A Petrobras mantém o foco na redução do seu endividamento, ao mesmo tempo em que concentra seus recursos em ativos com maior potencial de geração de valor, como os campos de petróleo e gás em águas profundas e ultraprofundas”, afirmou o diretor de Relacionamento Institucional e Sustentabilidade da Petrobras, Roberto Ardenghy. 

 

O fechamento da transação está sujeito ao cumprimento de condições como a aprovação pelo Banco do Nordeste do Brasil, financiador do desenvolvimento do parque eólico, e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

 

Fonte: G1/RN.

TRISTEZA! VEREADOR CAICOENSE MORRE COM COVID-19 AOS 43 ANOS

O vereador caicoense, José Alexandre Pereira, mais conhecido como "Zé Filho", de 43 anos, morreu com Covid-19 no Hospital Regional do Seridó neste sábado (27). Ele estava internado há 12 dias na unidade. Zé Filho estava no seu segundo mandato. Zé Filho era natural do distrito Laginhas, em Caicó. Filho de agricultores familiares, era servidor público, casado, pai de 2 filhos e tinha cinco irmãos.
 
 
A prefeitura decretou três dias de luto oficial. A Câmara Municipal publicou nota de pesar pelo falecimento.

 

José Filho foi militar da Força Aérea e do Exército Brasileiro, era servidor da UFRN desde 2013 e elegeu-se pela primeira vez em 2016 ao cargo de vereador. No ano passado, foi reeleito. Ele era graduado em Ciências Contábeis (UEPB); em Gestão Pública (UFRN); em Gestão Ambiental (IFRN); e pós-graduado em Gestão de Pessoas (FCST).

ACIDENTE ENTRE CAMINHONETE DA PREFEITURA DE SANTA LUZIA E HB-20 DEIXA 1 MORTO E 2 FEIDOS NO RN

Um acidente entre uma caminhonete da prefeitura de Santa Luzia/PB, e um veículo HB-20, deixou um morto e dois feridos. O acidente ocorreu na tarde desta sexta-feira, (26),  BR 226, KM 41, próximo à cidade de Bom Jesus/RN. 

 

 


 

Segundo testemunhas, chovia muito na hora do acidente, o que contribuiu para o sinistro. A filha da vítima fatal que morreu no local era a motorista do HB-20. O motorista da caminhonete de Santa Luzia, Juracy dos Santos Silva, e a motorista do HB-20 foram socorridos para o hospital Walfredo Gurgel em Natal.

 


ATENÇÃO! AGENDA ECON/PARELHAS DE 01 A 06 DE MARÇO

A ECON, (soluções para empresas e pessoas), de Parelhas/RN, divulga agenda de atendimentos, constando datas, e tipos de especialidades dos seus profissionais, de 01 a 06 de Março.
 
 
 

 

'GOVERNADOR QUE FECHAR ESTADO' DEVE BANCAR AUXÍLIO EMERGENCIAL, DIZ BOLSONARO

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira (26) em visita a Caucaia, na Grande Fortaleza, que daqui para a frente os governadores que "fecharem seus estados" é que devem bancar o auxílio emergencial.

 

Bolsonaro deu a declaração referindo-se àqueles que adotam medidas mais restritivas para conter o avanço da pandemia de Covid-19, como implantação de toque de recolher e proibição total de atividades não essenciais.

 

"A pandemia nos atrapalhou bastante, mas nós venceremos este mal, pode ter certeza. Agora, o que o povo mais pede, e eu tenho visto em especial no Ceará, é para trabalhar. Essa politicalha do 'fica em casa, a economia a gente vê depois' não deu certo e não vai dar certo. Não podemos dissociar a questão do vírus e do desemprego", afirmou o presidente. 

 

"São dois problemas que devemos tratar de forma simultânea e com a mesma responsabilidade. E o povo assim o quer. O auxílio emergencial vem por mais alguns meses e, daqui para frente, o governador que fechar seu estado, o governador que destrói emprego, ele é quem deve bancar o auxílio emergencial. Não pode continuar fazendo política e jogar para o colo do Presidente da República essa responsabilidade."

 

 

 

GOVERNO DECRETA TOQUE DE RECOLHER EM TODO O RN

O Rio Grande do Norte, a partir deste sábado (27), passa a ter toque de recolher das 22h às 5h do dia seguinte. Esse é um dos principais itens do Decreto Nº 30.383 que será publicado no Diário Oficial do Estado. No mais recente documento, ainda há a determinação para que haja a suspensão, a partir o dia 1° de março, das aulas presenciais nas redes privada e pública de ensino, das atividades coletivas nos templos e Igrejas e do funcionamento de parques ou qualquer outro tipo de evento e festas de qualquer natureza.

 

 

Para a governadora Fátima Bezerra essas medidas são urgentes e necessárias porque o Estado - como em todo o Brasil - vive um verdadeiro “cenário de guerra” e, portanto, não deixa alternativas. Em entrevista, a governadora adiantou que essas medidas deverão vigorar por até duas semanas.

 


 

Para agravar o cenário, apesar de todos os esforços do Governo do Estado em seu Plano de Expansão de Leitos exclusivos para o tratamento da Covid-19, que já abriu mais de 700 leitos desde o início da pandemia. Só em dezembro foram abertos 104 leitos; nesta semana, mais 37 e estão previstos para os próximos dias, mais 39 leitos e, mesmo assim, a transmissibilidade continua alta e não permitindo que se fixe no percentual minimamente aceitável de até 80% dos leitos ocupados nos hospitais estaduais. A taxa de ocupação de leitos da Região Metropolitana está acima de 90% e no geral, em 85%.

 


 

Segundo afirmou, as Força de Segurança irão fazer valer o cumprimento do decreto em todo o território potiguar. Mas também há uma responsabilidade compartilhada com as prefeituras. E Mais importante: essa guerra só será ganha com o apoio da população.

 

 

Do Blog: Um ano se passou e nada resolveram. Esse vírus só sai nesse horário do toque de recolher? Isso é o que eu não entendo. Estão mais perdidos que cego em tiroteio.

 

BRASIL REGISTRA 1.327 MORTES POR COVID-19 NAS ÚLTIMAS 24 HORAS E MÉDIA CAI PARA 1.148

O país registrou 1.327 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 252.988 óbitos desde o começo da pandemia, no dia em que se completa um ano do 1º caso no Brasil. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 1.148. Após recorde na véspera (quando chegou a 1.150), essa é a segunda maior média registrada até aqui. É o terceiro dia seguido com o índice acima da casa dos 1.100. A variação foi de +6% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de estabilidade nos óbitos pela doença.

HADDAD IMPÕE ‘LEI DA MORDAÇA’ À PRÓPRIA ASSESSORIA, NO MINISTÉRIO DA FAZENDA

Fernando Haddad baixou portaria estabelecendo uma “lei da mordaça” na própria assessoria da comunicação do Ministério da Fazenda, como se nã...