4 de abril de 2020

ANIVERSARIANTES DO DIA; GILBERTO E GUSTAVO BRITO

Os Jovens Advogados, Gustavo e Gilberto Brito, filhos gêmeos do ilustre Jardinense, Dr. Manoel de Medeiros Brito e D. Elizabeth, mudam de idade neste sábado, (04). 

 

Assim como o pai, os aniversariantes usam de suas influências para pleitearem melhorias para a cidade de Jardim do Seridó. Gilberto já exerceu um mandato de vereador em Jardim do Seridó e Gustavo trabalha no Legislativo Estadual.



Apesar de não ser sua pretensão, muitos jardinenses apoiam o nome de Gilberto Brito para candidato a prefeito de Jardim do Seridó nas eleições de 2024, haja vista que nessa próxima eleição, o mesmo segue na base de apoio à reeleição do atual prefeito Amazan Silva.

 
Do Blog: Desejamos aos nossos amigos, muitas conquistas, paz, saúde e muita felicidade. Parabéns Amigos!

AGORA LASCOU! CORUNAVÍRUS OBRIGA PROSTITUTAS À OFERECEREM SEXO VIRTUAL


Profissionais do sexo estão recorrendo à internet para "compensar" a queda no movimento durante a quarentena para conter o avanço do novo coronavírus. Shows ao vivo, vídeos ou pacotes de fotos eróticas ajudam a manter a renda e, claro, saciar a luxúria de um público isolado por medo da Covid-19. 




Entre as acompanhantes de Campinas (SP) que seguem oferecendo seus serviços na crise, algumas relatam queda de até 80% na clientela. Há, no entanto, quem opte por se resguardar e evitar o contato tão próximo com medo da doença. 




Entre as que migraram do mercado do sexo real para o virtual está Beatriz, uma jovem de 20 anos que se diz "novata no ramo" e que viu uma oportunidade em um momento que muito setores estão fechando portas. "Com a crise do coronavírus, tive a certeza de que a pornografia digital iria aumentar muito", diz. 




A acompanhante relata que com a nova atividade, precisa entre três a quatro videochamadas de 10 minutos cada para obter o mesmo valor que receberia em um programa de uma hora: cerca de R$ 150. "Isso fora o mercado de camgirls", conta. 




Segundo a jovem, o efeito Covid-19 pode ter mudado os rumos da carreira no mundo da prostituição, e já pensa em focar mais nos atendimentos virtuais do que reais no futuro. 


Fonte: G1.

MP INVESTIGA CONTRATO DO HOSPITAL DE CAMPANHA NA ARENA DAS DUNAS

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) abriu inquérito civil nesta quinta-feira (2) para apurar o processo de contrato emergencial feito pelo Governo do Estado, com valor total de R$ 37,1 milhões, para que uma Organização Social (OS) administre o hospital de campanha que será contratado na Arena das Dunas. 





A estrutura vai atender pacientes acometidos com a Covid-19. A investigação será feita pela promotora da Saúde, Iara Maria Pinheiro de Albuquerque, que vai requisitar informações do contrato que será firmado entre o governo estadual e a organização que fi cará encarregada de administrar o hospital de campanha. O Governo do Rio Grande do Norte define nesta quinta-feira (3), apenas dois dias depois de lançar a chamada pública, a Organização Social (OS) responsável pelo hospital de campanha que será montado na Arena das Dunas. 





A estrutura terá 100 leitos e 663 profissionais da área de saúde atuando. O valor global de todo o contrato, durante período de 180 dias, será de R$ 37,1 milhões. Os leitos serão montados na área interna da Arena das Dunas até o fim deste mês de abril. Os serviços serão distribuídos nas áreas da Arena Tour, Zona Mista e de Hospitalidade. Só de médicos serão contratados 244 profissionais. 





A contratação de OS também é alvo de questionamentos pelo Ministério Público do Ceará. A investigação é sobre a instalação de um hospital de campanha no Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza. A Secretaria de Saúde de Fortaleza (SMS) vai contratar uma Organização Social para gerir o equipamento, a despeito da expansão da rede já existente. O contrato global está estimado em cerca de R$ 80 milhões. 




Do Blog: Já imaginaram se esses mais de 37 milhões fossem gastos em hospitais já existentes? Depois ficaria para atendimento à nossa população.  

PREFEITO DETERMINA QUE FEIRAS LIVRES ACONTEÇAM EM HORÁRIO REDUZIDO E COM UM FEIRANTE POR BANCA EM NATAL


O prefeito de Natal, Álvaro Dias, assinou um decreto com novas regras para as feiras livres neste período de enfrentamento ao coronavírus na cidade. A partir deste sábado (4), as feiras vão funcionar em horário reduzido - das 5h às 13h - e as bancas só poderão ter um feirante. 




O decreto determina ainda que cada família só poderá instalar duas bancas e o espaço mínimo entre cada conjunto de bancas deve ser de dois metros. Os feirantes ficam obrigados também a realizar a limpeza e a higienização das bancas, utensílios e dos produtos, assim como disponibilizar aos clientes álcool em gel 70% para higienização.




Segundo a prefeitura, fica proibida ainda a participação de feirantes gestantes e/ou lactantes, dos maiores de 60 anos e das pessoas com comorbidades ou doenças crônicas. 




Equipes da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) e da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo de Natal (Semurb) vão fiscalizar a montagem, realização e desmontagem das feiras. A Urbana fica responsável pela limpeza dos locais. A Guarda Municipal deve apoiar os órgãos no cumprimento das medidas. 




Com a publicação deste Decreto nº 11.933, fica revogada a Portaria nº 031/2020 da Semsur.

GOVERNO VAI USAR APLICATIVO PARA CADASTRAR INFORMAIS QUE TÊM DIREITO A AUXÍLIO DE R$ 600


O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, disse nesta sexta-feira (3) que será usado um aplicativo para celulares para identificar os trabalhadores informais que não estão em nenhum cadastro do governo, mas têm direito de receber o auxílio de R$ 600

 

O benefício é uma das medidas de alívio à crise econômica provocada pela pandemia do novo coronavírus. Ele se destina a pessoas sem carteira assinada e renda fixa, afetadas pelas medidas de isolamento social adotadas para conter a velocidade da Covid-19 no Brasil. 



 
De acordo com o ministro, o aplicativo poderá ser baixado a partir da terça-feira (7). 


 
Onyx disse que, além do aplicativo, o cadastro poderá ser feito por telefone, em número que será divulgado posteriormente, e através de um site, que também está em desenvolvimento. 



Ele informou ainda que será possível fazer o registro em agências, mas não informou quais. Entretanto, a recomendação é que o cadastro seja feito, de forma prioritária, por meio digital, a fim de evitar aglomerações.


 
Já o calendário para o pagamento do auxílio aos informais será anunciado na segunda-feira (6). 

OPERAÇÃO VIA ÁPIA: MPF PEDE DESTINAÇÃO DE R$ 1,5 MILHÃO PARA COMBATE À COVID-19 NO RN

Nesta sexta-feira (3), o Ministério Público Federal (MPF) fechou aditivo em acordo de colaboração premiada com três réus colaboradores da Operação Via Ápia, ligados à empreiteira Construcap, para converter o restante da pena prevista no acordo – de serviços à comunidade – em prestação pecuniária. Com as novas regras, o valor adicional de R$ 1,5 milhão deve ser destinado exclusivamente ao combate à covid-19 no Rio Grande do Norte. O aditivo depende de homologação da Justiça Federal. 





De acordo com o procurador da República Ronaldo Sérgio Chaves Fernandes, “em razão da pandemia do coronavírus e em face da decretação de calamidade pública em todo o país e no RN, os colaboradores e a Procuradoria da República negociaram, para melhor atendimento ao interesse público, a substituição do restante da pena de prestação de serviços comunitários”. Os recursos deverão ser depositados no Fundo Estadual de Saúde, em cinco parcelas mensais de R$ 300 mil. O aditivo não interfere no pagamento de uma outra prestação pecuniária que vem sendo paga ao Dnit em razão dos fatos investigados na referida operação.







Via Ápia – A operação, deflagrada em 2010, investigou desvio de recursos do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) em obras de duplicação da BR-101, no trecho de Arez/RN até a Paraíba. Entre os envolvidos estavam dirigentes do Dnit/RN, além de empresários e representantes do consórcio Constran-Galvão-Construcap.

HADDAD IMPÕE ‘LEI DA MORDAÇA’ À PRÓPRIA ASSESSORIA, NO MINISTÉRIO DA FAZENDA

Fernando Haddad baixou portaria estabelecendo uma “lei da mordaça” na própria assessoria da comunicação do Ministério da Fazenda, como se nã...