5 de abril de 2019

POLICIAL MILITAR DO RN É PRESO SUSPEITO DE INTEGRAR QUADRILHA ESPECIALIZADA EM EXPLOSÃO DE CAIXAS DE BANCO


Policias civis da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (Defur) de Natal prenderam um soldado da Polícia Militar suspeito de integrar um grupo criminoso que atua com explosão de caixas de banco no Rio Grande do Norte. 









A prisão aconteceu na manhã desta sexta-feira (5) durante a 3ª fase da operação ‘Alpha Bravo – Conexão’, investigação que resultou na apreensão de 3 toneladas de drogas em fevereiro deste ano em uma granja em Macaíba, a maior já realizada no estado. 




A prisão do soldado contou com apoio do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque). O grupo criminoso do qual o PM é apontado como integrante atua com o tráfico de drogas e crimes contra instituições financeiras, principalmente arrombamentos e explosões de caixas eletrônicos. 




“O suspeito era parte fundamental do grupo criminoso e tinha a função de realizar a segurança de seus membros, repassar informações privilegiadas, guardar e manejar o material ilícito encontrado na granja. Até o momento, oito membros do grupo criminoso foram presos e um ainda está foragido”, disse a Polícia Civil.

VEREADOR DE CIDADE DO INTERIOR DO RN É PRESO POR TENTATIVA DE HOMICÍDIO


Policiais civis da Delegacia de Pau dos Ferros, na região Oeste potiguar, prenderam na manhã desta sexta-feira (5) Francisco Maciel da Costa, de 40 anos, vereador do município de Rafael Fernandes. 




Segundo a Polícia Civil, o vereador foi preso em cumprimento a um mandado expedido pela Justiça, que o condenou a uma pena de 5 anos de detenção, em regime semiaberto, por uma tentativa de homicídio – crime ocorrido no ano de 2012 no município de Riacho de Santana. 




Ainda de acordo com a Polícia Civil, o mandado de prisão preventiva foi expedido pela 3ª Vara da Comarca de Pau dos Ferros. 




A prisão de Francisco Maciel aconteceu em Rafael Fernandes.


LULA FICA CALADO DURANTE 2 HORAS DE DEPOIMENTO À PF


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que está preso pela Operação Lava Jato desde abril do ano passado em Curitiba, prestou depoimento na Polícia Federal (PF) na manhã desta sexta-feira (5). 




Como Lula está detido em uma sala especial na PF, não precisou de deslocamento para a oitiva, que começou por volta das 9h e terminou pouco antes das 11h. O petista ficou em silêncio, conforme informou a PF. 




"Ninguém é obrigado a depor sobre um processo sigiloso, sobre documentos ocultos. E é isso que a defesa está buscando, a defesa está buscando exercer um direito, o direito de ter acesso a uma investigação antes que o ex-presidente venha prestar depoimentos", afirmou o Cristiano Zanin Martins, advogado de Lula, ao sair da PF. 




O advogado deixou claro que a defesa não teve acesso aos autos do inquérito e, por isso, o ex-presidente ficou em silêncio. 




O fato de a defesa não ter tido acesso aos documentos já foi motivo para que a oitiva fosse adiada. Contudo, de acordo com Zanin, a defesa ainda não teve esse acesso à íntegra das investigações.




"O ex-presidente é o maior interessado em esclarecer a verdade dos fatos, mas a defesa não pode abrir mão de uma garantia constitucional que é a de conhecer a íntegra do processo antes que ele vá prestar um depoimento", disse Zanin.

“BACURAU” NA GAIOLA! EX-GOVERNADOR FERNANDO FREIRE É CONDENADO A MAIS 12,6 ANOS DE CADEIA

Após denúncia do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), a Justiça potiguar condenou o ex-governador Fernando Antônio da Câmara Freire a mais 12 anos e 6 meses de prisão em regime fechado pelo crime de peculato. Pelo que foi apurado pelo MPRN, o crime foi cometido em 2002, quando ele, valendo-se de esquema de contratação irregular de assessores investidos no quadro de pessoal da entidade Movimento de Integração de Orientação Social (Meios), desviou verba pública no valor de R$ 51 mil. Freire já está preso em Natal desde 2015 cumprindo pena por outros crimes. Essa nova pena será adicionada às demais já existentes.
 
 
 
 
 
Peculato é o desvio de dinheiro público cometido por funcionário público. O crime foi investigado pela 44ª Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Natal. O Meios e Secretaria de Estado e Ação Social (SEAS) firmaram convênio em 2002 com objetivo de estabelecer programas para a realização de ações sociais voltadas para a proteção social de pessoas que se encontram em situação de pobreza e exclusão social no Estado.
 
 
 
 
De acordo com a investigação, a diretoria do Meios, em conluio com o gabinete da Governadoria do Estado do Rio Grande do Norte, implantou pessoas na folha de pagamento da entidade. Essas pessoas recebiam gratificação de assessoria, tendo os beneficiários figurado, nesse contexto, como "fantasmas" para que terceiros, criminosamente, pudessem se beneficiar das verbas públicas. Parte dos assessores fraudulentamente admitidos na entidade sequer chegaram a prestar qualquer tipo de serviço ao Meios.
 
 
 
 
Na sentença, a Justiça potiguar destaca que Fernando Freire “possuía o domínio organizacional do esquema criminoso, encontrando facilidade em gerir a máquina pública de maneira irregular”. Além de Fernando Freire, também foram condenados por peculato Marilene Alves Fernandes, Maria de Lourdes Gomes, Lúcia de Fátima Lopes, Emanuel Gomes Pereira e Vanilson Severino Costa. Todos foram condenados a 2 anos de reclusão. Como a pena é menor que 4 anos de prisão e os crimes deles já prescreveram, a Justiça declarou extintas as punibilidade desses acusados. A pedido do MPRN, a investigada Maria do Socorro Dias de Oliveira, recebeu o perdão judicial pelo fato de ter firmado acordo de colaboração premiada.

CARGA DE 100 TONELADAS DE MILHO É APREENDIDA NO INTERIOR DOO RN

Auditores fiscais da Secretaria Estadual de Tributação (SET) apreenderam, nesta quarta-feira (3), uma carga com 100 toneladas de milho em grãos que estava sendo transportada de forma irregular no Alto Oeste potiguar. Avaliada em R$ 81 mil, a carga foi adquirida em Minas Gerais, através de uma manobra de usar o CNPJ de uma terceira empresa para não pagar ICMS, de acordo com a SET. 








Um empresário de Rodolfo Fernandes foi autuado na ocorrência e pagou multa de R$ 39 mil. O milho estava sendo transportado em duas carretas bitrem, que seguiam no estado pela região de Pau dos Ferros, no Alto Oeste. 




Segundo explica a Secretaria, após denúncia apresentada à própria SET e à Delegacia de Crimes Contra a Ordem Tributária (Deicot), a equipe de auditores realizou um trabalho de inteligência para localizar a carga. 




Em seguida, junto com agentes da Delegacia de Pau dos Ferros, interceptaram os veículos na BR-405. A empresa supostamente responsável pela manobra foi autuada, recebeu uma multa, teve o imposto relançado e ainda poderá responder criminalmente. 




O empresário, do município de Rodolfo Fernandes, negou que teria adquirido a carga, entretanto a multa de R$ 39 mil foi paga no momento da autuação. Com o lançamento do crédito tributário, os motoristas e o proprietário das carretas foram conduzidos à delegacia para prestar depoimentos e demais procedimentos legai, por causa da queixa-crime pelo uso indevido de CNPJ de terceiro. O caso está sendo investigado.

CIDADE NA GRANDE SP ONDE OCORREU TENTATIVA DE ROUBO COM 11 MORTOS FICOU 2 ANOS SEM REGISTRAR HOMICÍDIO


Os moradores de Guararema, na Grande São Paulo, viveram momentos de pânico e terror após uma tentativa de roubo a duas agências bancárias na madrugada desta quinta-feira (4). A cidade, que tem 30 mil habitantes, já ficou dois anos sem registrar homicídios. Segundo a Secretaria da Segurança Pública, em 2019 a cidade registrou apenas 8 roubos e um homicídio.









A tentativa de roubo a dois bancos terminou com tiroteio contou com ao menos 25 criminosos e 11 mortos em confronto com policiais. Três suspeitos foram presos.



 
Os ladrões chegaram em carros blindados e armados com fuzis e bombas invadiram a cidade para explodir os bancos. A polícia já sabia do plano e chegou rapidamente. 





À tarde, a polícia e o Ministério Público de São Paulo falaram sobre a ação que terminou com 11 assaltantes mortos, três presos e nenhum policial ferido.





Cerca de 120 policiais militares da Rota participaram da ocorrência. O serviço de inteligência do Ministério Público e das polícias Civil e Militar descobriram o plano da quadrilha e monitoraram a ação do grupo. 




Exames residuográficos foram realizados nas mãos dos presos e dos mortos para saber se eles atiraram contra os policiais. 



Fonte: G1/SP.

BANDIDO PERIGOSO FORAGIDO DO RN É NO PERU

Um potiguar foragido da Justiça, condenado a mais de 32 anos de pena, foi preso no Peru, segundo informou a Polícia Federal.   De acordo ...