30 de outubro de 2016

VENDEDOR MORRE AO COLIDIR MOTO COM POSTE PRÓXIMO A SUA RESIDÊNCIA EM CAICÓ

Um acidente tipo colisão foi registrado na madrugada deste domingo, (30), vitimando o conhecido vendedor caicoense, Hélio de Souza.
 
 
Segundo informações, Hélio voltava do distrito de Laginhas, quando nas proximidades da sua casa, bateu sua moto em um poste na curva do café Bangu, no bairro Boa Passagem, em Caicó.
 
Apesar das tentativas de reanimação pelos profissionais do SAMU, Hélio não resistiu e morreu no local. O corpo foi removido pela ITEP.

JOVENS JARDINENSES ACUSADOS DE ESTAREM PLANEJANDO MORTE DE PM SÃO PRESOS COM ARMA E DROGAS EM CIDADE SERIDOENSE

Dois jovens da cidade de Jardim do Seridó foram presos na tarde desse sábado, (30),  pela Polícia Militar em Carnaúba dos Dantas, e o motivo de estarem na mira de investigações fundamenta-se em conversas deles, de um plano para a execução de um policial militar.
 
 
 
 
 
 
 
 
Contra Robervan  e Anderson pesam muitas reclamações, principalmente em desfavor do Anderson, conhecido como Piau, detentor de uma página nas redes sociais com o nome Joailton Valenti, inclusive, contra este, pesa um mandado de prisão.
 
 
 
 
"Piau" (Anderson) juntamente com outra pessoa, é suspeito de roubo na cidade de Cruzeta, com isso a justiça local expediu um mandado de prisão preventiva em desfavor do mesmo. A dupla se encontra à disposição da autoridade policial na cidade de Caicó, onde foi ouvida.
 
 

Eles negam que planejavam matar um policial Militar alegou que inimigos estão espalhando a história para prejudicá-los.
 

Fonte e fotos: Jair Sampaio.

ATENÇÃO! SEU FILHO USA AS MÍDIAS DIGITAIS DA MANEIRA CERTA?

A academia Americana de Pediatria divulgou na semana passada suas novas recomendações para que crianças e adolescentes naveguem com equilíbrio pelo mundo digital. A entidade, cujas orientações costumam servir de parâmetro para a conduta de médicos, pais e governos na maioria dos países, deixou patente que é preciso prestar atenção não somente ao tempo que os jovens passam com tablets e celulares, mas ao quê e como eles entendem o que vêem ou jogam.
 
 
 
Por isso, as orientações fazem distinções por faixas etárias, respeitando o grau de compreensão da criança em cada uma. O uso de mídias digitais deve ser evitado por bebês menores de um ano e meio. Até essa idade eles precisam explorar o mundo real e manter interação social com cuidadores nos quais confiam. Isso é fundamental para que desenvolvam apropriadamente o raciocínio, a linguagem e a coordenação motora. Além disso, os bebês têm dificuldade para transferir o que enxergam no celular, por exemplo, para a realidade tridimensional em que vivemos.
 
 
 
A partir dessa idade e até por volta dos cinco anos, a exposição aos recursos digitais pode produzir alguns benefícios, desde que as atividades sejam de boa qualidade. A associação americana cita como opções programas e aplicativos infantis de tevês públicas e do velho Vila Sésamo, agora repaginado para tablets e celulares. Na avaliação dos especialistas, grande parte do que está disponível é ruim e não contempla as necessidades educacionais dos pequenos. “Daí a importância de os pais acompanharem os filhos durante o uso, que deve ser feito por no máximo uma hora por dia”, diz a pediatra Evelyn Einseinstein, da Sociedade Brasileira de Pediatria.
 
 
 
 
A mesma recomendação vale para os e-books, geralmente recheados de figuras interativas. Ao contrário do que se imagina, esses recursos prejudicam a capacidade de a criança entender o conteúdo. Funcionam como distração. Habilidades necessárias para o bom desempenho escolar, como persistência para a conclusão de tarefas, controle do impulso, pensamentos flexíveis e criativos e equilíbrio emocional são promovidas principalmente em brincadeiras reais, não estruturadas e que requerem convivência social.
 
 
 
 
A utilização por jovens em idade escolar precisa ser ainda mais monitorada. O uso excessivo está associado à obesidade e a comportamentos de risco, como a auto-mutilação ou distúrbios alimentares. Por essa razão, as diretrizes instruem os pais a estimularem seus filhos à prática de exercícios físicos pelo menos uma hora por dia e a dormirem entre oito e doze horas por noite. Uma das formas de garantir o sono é impedir que os aparelhos sejam usados uma hora antes de se deitar.
 
 
 
Nessa fase, os pais devem estimular conversas sobre os cuidados necessários para se navegar com segurança na rede, evitando o assédio de pedófilos ou outras armadilhas perigosas. Também é o momento de falar a respeito de cidadania, respeito ao outro e à diversidade de opiniões.
 
 
 
ALGUMAS DAS PRINCIPAIS ORIENTAÇÕES
 
>> Evite o uso de tablets e celulares por crianças com menos de um ano e meio;
 
>> Pais que decidirem permitir o uso a partir dessa idade devem escolher programas de qualidade e assisti-los junto com seus filhos para ajudá-los a entender o que estão vendo;
 
>> Entre 2 e 5 anos, o limite de exposição deve ser de uma hora por dia;
 
 
>> A partir dos 6 anos, os pais precisam estabelecer limites em relação ao tempo e tipo de mídia usado e garantir que o acesso não prejudique o sono, a atividade física ou outros hábitos saudáveis;
 
 
>> Uma das formas de fazer isso é proibir a utilização uma hora antes de dormir. Outra é reservar horários sem que os aparelhos estejam por perto. Nas refeições e na cama, por exemplo;
 
 
>> Conteúdos violentos devem ser evitados a qualquer custo. Estima-se que até os 12 anos uma criança já tenha visto cerca de 8 mil mortes e 100 mil cenas de violência em ambiente virtual ou na tevê;
 
 
>> Desencoraje o manuseio enquanto o jovem faz a lição de casa;
 
 
>> Converse sobre como navegar na rede com segurança e saber respeitar o outro e as diferenças de pensamento nas redes sociais.

PROJETOS DE LEI QUEREM RECONHECER VAQUEJADA COMO CULTURA E ESPORTE

Dez projetos que propõem regularizar a vaquejada no Brasil estão em tramitação no Senado e na Câmara Federal. Conforme dados do Senado, até a quarta-feira (26), seguiam em análise na Casa uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC), um Projeto de Lei aprovado na Câmara Federal (PLC) e dois Projetos de Lei do Senado (PLS). Em oposição aos quatro, um PLS que proíbe a prática de vaquejadas e rodeios também está sob avaliação do Senado. Raimundo Lira, senador do PMDB pela Paraíba, é autor de um dos projetos a favor da vaquejada.
 
 
 
 

 
 

As discussões envolvendo a prática, comum no Nordeste brasileiro, voltaram à pauta dos parlamentares após o Supremo Tribunal Federal considerar, no início de outubro, que a vaquejada causa sofrimento aos animais e, por isso, é inconstitucional. Na terça-feira (25), vaqueiros e apoiadores das vaquejadas pararam o trânsito em Brasília, em manifestação a favor da prática que consideram esporte e cultura. No total, oito projetos na duas casas legislativas federais foram iniciados somente neste ano.
 
 

Iranice Gonçalves Muniz, pós-doutora em Direito pela UFPB, explica que mesmo que a decisão do STF crie um efeito prático de proibir a vaquejada, a competência de regulamentar ou não a prática é do poder legislativo.
 
 
 
Na Câmara Federal, foram registradas desde 1998, dez projetos de lei e uma PEC que pretendiam regulamentar a vaquejada como prática esportiva e/ou considerá-la como prática cultural. Um exemplo é o PL 6373/2016, que quer elevar à condição de manifestação cultural nacional e de patrimônio cultural imaterial, e regulamentar a vaquejada como prática esportiva formal. Dois deles estão aguardando despacho do presidente da Câmara, outros dois estão em comissões e mais um foi apresentado nesta quarta-feira (26) no plenário. Um sexto projeto já está no Senado Federal.
 
 
 
 
Entre os projetos que tramitam pela regulamentação da vaquejada no Senado, dois (PLS 377 e 378) estão aguardando emendas após pedido de vistas de senadores contrários aos projetos. A PEC 50 aguarda a designação do relator e o PLC 24, por sua vez, deve ser incluído na pauta da Comissão de Educação, Cultura e Esporte da casa. No caso do PLS 650 de 2015, que propõe entre as várias medidas de proteção animal, a proibição da vaquejada, o processo está com o relator.
 
 
 
Dois dos três senadores paraibanos já se posicionaram favoravelmente pela regulamentação da vaquejada, Deca do Atacadão (PSDB) e Raimundo Lira (PMDB). Lira, que inclusive é o autor da PLS 377, pretende reconhecer a vaquejada como manifestação da Cultura Nacional. O político comentou que os parlamentares de outras regiões do país estão entendendo a importância cultural e econômica da prática na região Nordeste.
 
 

BRIGA ENTRE VIZINHOS DEIXA 2 HOMENS MORTOS E 1 MULHER FERIDA NO RN

Um homem morto a facadas, outro assassinado a tiros e uma mulher espancada e socorrida ao hospital. Foi assim que terminou uma briga envolvendo vizinhos no início da noite deste sábado, (30),  no loteamento Santa Helena, em Mossoró, cidade da região Oeste potiguar. As informações são da Polícia Militar. Ninguém foi preso.
 
 
 
 
 
 
 
 
Ainda de acordo com a PM, a briga começou ainda no período da tarde. Antônio Honório de Souza, de 61 anos, e Anderson Jonh de Souza Silva, mais conhecido como ‘Pequeno’, de 24, (foto), bebiam juntos quando houve uma discussão. A polícia foi chamada para acalmar os ânimos e cada um foi para casa. Já no início da noite, os dois voltaram a se encontrar e aconteceu uma nova confusão. Armado com uma faca, Antônio partiu para cima de Anderson e o golpeou. Ferido no pescoço, o rapaz ainda foi socorrido, mas morreu ao dar entrada na Unidade de Pronto Atendimento do bairro Santo Antônio.
 
 
 
 
Após esfaquear o desafeto, Antônio tentou fugir correndo, mas não foi muito longe. Ainda de acordo com a polícia, ele foi alcançado por amigos de Anderson, que atiraram nele. Antônio morreu na hora. Em meio a confusão, a mulher de Antônio, que também tentou correr, foi agredida a socos e chutes pela turma que havia perseguido o marido dela. Ela foi levada ao hospital e atendida. A PM disse que ela não corre risco de morte.
 
 
 

Foragido da Justiça, Anderson Jonh de Souza Silva era acusado de envolvimento na morte do agente penitenciário Ronilson Alves da Silva, assassinado em junho de 2013 no loteamento Santa Helena. Outros dois homens, também acusados de participação no homicídio, estão presos.

33 MILHÕES DE ELEITORES ESCOLHEM NESTE DOMINGO, (30) PREFEITOS DE 57 CIDADES

Praticamente 33 milhões de eleitores (32.986.856) são esperados neste domingo (30) em postos de votação em todo o país para escolher em segundo turno os próximos prefeitos de 57 municípios.
 
 
 
Ao todo, são 114 candidatos a prefeito, em 18 capitais e 39 cidades com mais de 200 mil eleitores
 
 
 
De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), foram disponibilizadas 157.548 urnas para o pleito. Desse número, 67 mil estarão disponíveis para o caso de equipamentos quebrados.
Durante todo o dia, 332.618 mesários, dos quais 151.805 voluntários, trabalharão na eleição.

PAI E FILHO MORREM EM COLISÃO ENTRE MOTO A CARRO NO INTERIOR DO RN

Um acidente entre um moto e um carro, matou, Alcimar Dantas, “Cimar’, e seu filho, Yure, de 13 anos, ambos residentes em Monte Alegre.  ...