14 de setembro de 2021

DEPUTADO CORONEL AZEVEDO DESTACA DEBATE EM DEFESA DA LIBERDADE

O deputado estadual Coronel Azevedo (PSC), usou o horário do grande expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa desta terça-feira (14) para registrar audiência pública promovida pelo mandato e realizada na tarde da segunda-feira (13) passada e que teve como tema “Prisão de Roberto Jeferson – legal ou ilegal?”. O debate aconteceu de forma híbrida e reuniu especialistas em direito e políticos que falaram sobre o tema em diferentes óticas.



“Foi um debate de relevância nacional pelo fortalecimento da democracia e defesa da liberdade. Atualmente vemos narrativas criativas da esquerda e dentro de espaços do judiciário que deixa a preocupação em vários brasileiros”, disse.



O deputado Coronel Azevedo destacou a participação do jornalista Oswaldo Eustáquio – preso, acusado de financiar atos com pautas contrárias ao Congresso Nacional e ao Supremo Tribunal Federal (STF). 



“Hoje no Brasil temos 13 presos políticos como o deputado federal Daniel Silveira, além de jornalistas e blogueiros conservadores, patriotas e defensores do Presidente da República”, citou.

TRAGÉDIA! CASAL, FILHOS E PILOTOS MORREM EM QUEDA DE AVIÃO NO INTERIOR DE SP

Sete pessoas morreram após um avião cair em Piracicaba (SP) na manhã desta terça-feira (14). A aeronave caiu em uma área de mata no bairro Santa Rosa e, com a explosão, um incêndio teve início no local.

 

 

Segundo o Corpo de Bombeiros, no avião bimotor modelo King Air B200, ano 2019, prefixo PS-CSM, estavam o sócio da Raízen Celso Silveira Mello Filho, 73 anos, sua esposa Maria Luiza Meneghel, 71 anos, e os 3 filhos do casal: Celso Meneghel Silveira Mello, 46 anos, Camila Meneghel Silveira Mello Zanforlin, 48 anos, e Fernando Meneghel Silveira Mello, 46 anos. Também morreu o piloto Celso Elias Carloni, 39 anos, e o copiloto Giovani Dedini Gulo, 24 anos.

 

 

As vítimas foram carbonizadas e morreram no local. O Corpo de Bombeiros já localizou os sete corpos, segundo a Prefeitura de Piracicaba, e aguarda a conclusão da perícia para liberação.

PREFEITURA DE JARDIM DO SERIDÓ PROMOVE TARDE DE LAZER NO PARQUE PARA A CRIANÇADA

Na tarde desta segunda-feira (13) a criançada dos serviços da Secretaria de Trabalho, Habitação e Assistência Social, ganharam um belo presente da Gestão Municipal de Jardim do Seridó, uma tarde de lazer no parque de diversões que está instalado na cidade que veio para a Festa do Sagrado Coração de Jesus.


Uma ação direta e que contou com o apoio e parceria do Sr. Milton, proprietário do Parque Assunção, liberou o acesso livre aos brinquedos do parque e as guloseimas oferecidas como: algodão doce e sorvete para as crianças aproveitarem durante toda a tarde de forma gratuita.

 

"Já achava esse um dos melhores eventos proporcionados pela gestão, e depois que me tornei mãe existe em mim um sentimento maior ainda. Apesar das mascaras é possível enxergar os olhinhos ansiosos e felizes dessas crianças que estão aqui, e esse momento enche o meu coração de gratidão!" afirmou a Secretária de Trabalho, Habitação e Assistência Social Hiaskara.

 

Este é mais um ano em que temos a possibilidade de realizar essa tarde de lazer no parque. Mas um ano em que muitas crianças que ainda não haviam brincado durante os dias de festa tem essa oportunidade. E é isso que me realiza, me deixa feliz!”, disse  o Prefeito Amazan.

EM AUDIÊNCIA PÚBLICA, CORONEL AZEVEDO DEBATE PRISÃO DE ROBERTO JEFFERSON NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Proposta pelo deputado estadual Coronel Azevedo (PSC), a audiência pública realizada nesta segunda-feira (13) para tratar a respeito da prisão do presidente nacional do PTB, ex-deputado federal Roberto Jefferson, mobilizou representantes da área jurídica, partidos políticos e da sociedade civil com objetivo de discutir a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).



Na opinião do Coronel Azevedo, trazer este debate à Casa do Povo é muito importante para que isso seja analisado e esclarecido para a sociedade. Ele comentou das “narrativas criativas usadas para fazer o impensável por algumas pessoas que integram o judiciário. É o que chamam de militância judicial”.



Ex-deputada federal e filha de Roberto Jefferson, Cristiane Brasil participou da audiência pública e criticou que “os direitos são tomados por pessoas que juraram defendê-los [em referência aos integrantes do judiciário]. Você pode criticar, mas ele tem o direito de dizer o que pensa. Meu pai não vai ser calado”, frisou. 



Ainda segundo ela, o ministro Alexandre de Moraes, do STF, “não pode sair impune”. Cristiane Brasil mostrou preocupação com o pai e alertou que ele tem saúde fragilizada. “Não sei o que vai acontecer”, comentou.



Participante da audiência, o advogado Paulo Lopo Saraiva se colocou à disposição para defender o ex-deputado federal. “Quero ajudar na defesa de Roberto Jefferson. Temos que bater na derradeira porta”, disse.



Coronel Azevedo afirmou que “a prisão de Roberto Jefferson é um absurdo” e lembrou que no 7 de setembro aconteceu a “maior manifestação popular em defesa da liberdade e em apoio de um presidente da República”.



Para o deputado federal General Girão, há uma insatisfação total contra a existência de presos políticos no Brasil. “Temos que ter liberdade, que é o princípio básico da democracia”, declarou.



Já o deputado estadual Coronel Feitosa (PSC), de Pernambuco, questionou o que motivou a prisão do presidente nacional do PTB por parte do Supremo e alertou para o perigo que decisões como essa podem ser repercutidas em outros estados brasileiros.



Durante a audiência pública, o procurador da República aposentado Edilson França fez duras críticas. "Estamos silentes demais. Nós ficamos muito submissos ao STF. O Ministério Público está com funções limitadas”, disse.



A fala do procurador foi corroborada pelo presidente do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) em Pernambuco, Coronel Meira. “O Brasil está refém da ditadura da toga”, assegurou.



À frente da presidência do PTB no RN, Getúlio Batista, ressaltou a defesa pela liberdade de Roberto Jefferson. “Essa é a minha bandeira”, disse.



O ex-vereador Cícero Martins alertou que o que tem sido feito pela Suprema Corte são “atos ilegais e imorais”.


Exilado no México, o jornalista Oswaldo Eustáquio relatou que está fora do país após prisões decretadas pelo ministro Alexandre de Moraes. “Minha missão é revelar ao mundo que, no Brasil, existem 13 presos políticos”, assegurou.



Ainda em sua fala, Eustáquio afirmou que Roberto Jefferson “hoje é um mártir” e classificou as decisões do Supremo Tribunal Federal como “atos ditatoriais”.



O jornalista acredita que, nos próximos 15 dias, saia a liberdade de Roberto Jefferson, do deputado federal Daniel Silveira, e o Habeas Corpus de Zé Trovão. “Todos vamos celebrar a liberdade de toda uma nação, de expressão de toda uma nação”, comentou.



O advogado e jornalista Júnior Melo, do site Terra Brasil Notícias, afirmou que, depois do presidente Bolsonaro chegar à Presidência, “não existe mais propinagem no Brasil”.



Também participaram da audiência pública a advogada Lenice Moura; o cantor e compositor Emerson Rui, conhecido como Mito Show; o pastor Rubens; e a advogada Luciana Monteiro.

BOLSONARO CRIA PROGRAMA HABITACIONAL PARA POLICIAIS E BOMBEIROS

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta segunda-feira (13) a medida provisória que cria um programa habitacional com subsídios para agentes de segurança pública. O texto cria condições diferenciadas para policiais, bombeiros, agentes penitenciários, peritos e guardas municipais contratarem crédito imobiliário.

 

Medidas provisórias entram em vigor assim que são publicadas no "Diário Oficial da União", mas precisam ser aprovadas em definitivo em até 120 dias pelo Congresso Nacional. Caso contrário, as regras deixam de valer ao fim desse prazo.

 

De acordo com o governo, as condições subsidiadas estarão disponíveis a todos os integrantes do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP) – incluindo profissionais destas categorias que já se aposentaram.

 


GOVERNO DO RN CONVOCA MAIS 519 PROFESSORES TEMPORÁRIOS

A rede estadual de ensino do Rio Grande do Norte vai receber mais 519 professores temporários para atuarem nas 16 diretorias regionais da Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer. A convocação dos novos profissionais será publicada na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (14). 

 

Nessa convocação, 500 atuarão nas disciplinas da base comum curricular, 10 no eixo tecnológico da educação profissional e nove atuarão na educação do campo. Com essa nova chamada, serão 1.897 professores já convocados na gestão da professora Fátima Bezerra. Já os educadores efetivos convocados, desde 2019, somam 2.191.


Os candidatos terão vinte dias, a partir da data de publicação, para se apresentarem nas sedes das Diretorias Regionais de Educação e de Cultura para onde foram convocados. Os educadores deverão levar toda a documentação e exames obrigatórios para assunção do cargo. Os itens exigidos estão descritos nas convocações publicadas no DOE.

 

Os nomeados desenvolverão suas atividades nas disciplinas de Artes, Biologia, Educação Física, Ensino Religioso, Filosofia, Física, Geografia, História, Língua Espanhola, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Matemática, Pedagogia (Anos Iniciais e Educação Especial), Química e Sociologia. 

 

Do eixo tecnológico, serão convocados educadores dos cursos de Administração/Recursos Humanos, Edificações, Manutenção e Suporte em Informática, Meio Ambiente, Nutrição e Dietética, Segurança do Trabalho e Sistemas de Energia Renovável.



NÚMERO DE MORTES POR COVID NO BRASIL NAS ÚLTIMAS 24 HORAS FICA ABAIXO DE 300

O Brasil registrou nesta segunda (13) 256 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, com o total de óbitos chegando a 587.138 desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias ficou em 467. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -30% e aponta tendência de queda. São agora três semanas seguidas com tendência de queda nesse comparativo.

PEDIDO DE IMPEACHMENT DE LULA SOMA 320 MIL ASSINATURAS EM CINCO DIAS

Atingiu a marca de 320 mil assinaturas em menos de cinco dias o abaixo-assinado na plataforma Change.org pelo impeachment do presidente Lula...