1 de março de 2024

ALELUIA! AÇUDE QUE ABASTECE CIDADE SERIDOENSE SANGRA EM NOITE DE MUITO INVERNO NO SERTÃO; VEJA VÍDEO

As fortes chuvas que banharam o Seridó Potiguar nesta quinta-feira, (29), trouxeram muitas esperanças para o sertanejo. Vários reservatórios estão tomando água, e alguns até sangraram, como é o coso do Açude do Mamão, que abastece a cidade de Equador. 

 

O inverno em 2024 está superando todas as previsões. Em Jardim do Seridó, durante os meses de janeiro e fevereiro choveu aproximadamente 250 milímetros a mais que o mesmo período no ano de 2023.

 

 


 Do Blog: Jesus Seja Louvado!

PF APREENDE R$ 100 MIL EM AÇÃO CONTRA GRUPO QUE COMANDAVA TRÁFICO DE DROGAS DE DENTRO DA CADEIA COM AJUDA DE ADVOGADO

A Força Integrada de Combate ao Crime Organizado do Rio Grande do Norte (Ficco/RN), comandada pela Polícia Federal, deflagrou uma operação nesta quinta-feira (29) para investigar um núcleo de facção criminosa que atua no Rio Grande do Norte e dominava grande parte da distribuição de drogas na Zona Norte de Natal.

 

Durante o cumprimento das buscas, os policiais apreenderam aproximadamente R$ 100 mil em dinheiro, em uma casa, além de escrituras de imóveis que pertencem ao grupo criminoso.

 

Segundo a Polícia Federal, a investigação revelou que de dentro do sistema prisional, os líderes da organização criminosa controlavam o tráfico de drogas na região por meio de recados transmitidos durante atendimentos feitos por um advogado, também alvo da operação.

29 de fevereiro de 2024

MILEI PROÍBE O USO DA LINGUAGEM NEUTRA NA ARGENTINA

O porta-voz da Presidência argentina, Manuel Adorni, afirmou nesta terça-feira (27) que o presidente Javier Milei decidiu proibir a linguagem neutra em toda a administração pública nacional.

 

Com isso, os documentos dos ministérios não poderão incluir o sinal de arroba, “X” ou “E” no lugar de outras letras, nem recorrer a palavras no feminino se a palavra no masculino já incluir todos os gêneros.

 

“Iremos iniciar ações para proibir a linguagem inclusiva e tudo o que for referente à perspectiva de gênero na administração pública nacional”, ressaltou Adorni.

 

 “A linguagem que abrange todos os setores é o castelhano, a língua espanhola”, respondeu quando questionado sobre pessoas que se sentem representadas pela linguagem inclusiva, e afirmou que o governo não entrará nesta discussão.

 

Na semana passada, o ministério da Defesa da Argentina já tinha publicado uma resolução na qual determinava que os organismos da pasta e as Forças Armadas deverão utilizar o idioma espanhol sob a normativa da Real Academia Espanhola (RAE) e manuais das próprias forças de segurança, proibindo a linguagem neutra.O argumento do texto é que as comunicações militares precisam ser “breves, claras e concisas” e que uma “incorreta interpretação do expressado pode afetar o desenvolvimento das operações e gerar confusão”. Pelas redes sociais o deputado do Partido Obrero Gabriel Solano respondeu ao porta-voz um quanto indignado: “Deixe as pessoas falarem como quiserem. Que o Estado proíba o uso da linguagem inclusiva é de fascistas”.

MPF INSPECIONA PENITENCIÁRIA FEDERAL DE MOSSORÓ

O Ministério Público Federal (MPF) realizou inspeção na Penitenciária Federal de Mossoró (RN), presídio de segurança máxima que registrou a fuga de dois detentos no último dia 14. Essa foi a primeira fuga na história do sistema penitenciário federal brasileiro. A visita foi conduzida por quatro procuradores da República, sendo três responsáveis pelos ofícios especializados do sistema prisional federal criados pelo MPF e destinados à fiscalização da unidade de Mossoró, e o titular do 2º Ofício da Procuradoria da República em Mossoró.

 

As inspeções do Ministério Público no sistema prisional são regulamentadas pela Resolução 277/2023, do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). O objetivo é assegurar a efetiva e correta execução da pena, assim como garantir que as políticas públicas de execução penal estejam de acordo com as normas constitucionais e com a Lei 7.210/1984 (Lei de Execuções Penais).

 

A visita dos procuradores estava agendada desde meados de fevereiro, conforme cronograma elaborado pelos membros a pedido da Câmara de Controle Externo da Atividade Policial e Sistema Prisional do MPF (7CCR). Como se trata da primeira inspeção após a criação dos ofícios especiais do sistema penitenciário federal, estava prevista a participação dos três procuradores, que se revezarão nas inspeções subsequentes. A fuga dos detentos não alterou o planejamento, mas aumentou a preocupação do MPF com a segurança na unidade prisional.

 

Em três horas de visita, procuradores conversaram com o diretor do presídio e com os dois policiais responsáveis pelo inquérito que investiga a fuga, tendo sido detalhadas as medidas tomadas até o momento.

 

Após as conversas sobre a fuga, os procuradores seguiram o roteiro de inspeção estabelecido pelo CNMP, conheceram as instalações da unidade, conversaram com agentes, avaliaram a situação dos equipamentos de segurança, salas de vídeo, local de estudo, banho de sol, alimentação, enfermaria e assistência à saúde, entre outros. Relatório detalhado sobre as condições do presídio será encaminhado à 7CCR e ao CNMP, como determina a resolução do Conselho.

‘ENVERGONHE-SE E PEÇA DESCULPAS’, DIZ MINISTRO DE ISRAEL COM LULA

O ministro de Relações Exteriores israelense, Israel Katz, criticou mais uma vez o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nesta quarta-feira (28), a respeito da recente declaração do petista a respeito da atuação de Israel na Faixa de Gaza e a exigir que peça desculpas pela fala. 

 

Na terça-feira (27), o chefe do Executivo disse que “não utilizou a palavra Holocausto” ao comparar os ataques israelenses na região ao extermínio de judeus promovida por Adolf Hitler (1889-1945) na Segunda Grande Guerra (1939-1945). 

 

Segundo Katz, Lula foi “evasivo” ao dizer que não citou o Holocausto. “Lula, você disse que a guerra justa de Israel contra Hamas em Gaza é igual ao que Hitler e os nazistas fizeram com os judeus”, afirmou o ministro em publicação escrita em português nas redes sociais. 

ADVOGADA E NAMORADO SÃO ASSASSINADOS A TIROS NO RN; VEJA VÍDEO

A advogada Andreia da Silva Teixeira, de 44 anos, e o namorado dela, Lenivaldo César de Castro, de 52 anos, foram mortos a tiros dentro de um condomínio de Nova Parnamirim, em Parnamirim, na Grande Natal, nesta quarta-feira (28). O crime foi registrado por uma câmera de segurança instalada no local.

 

A suspeita inicial é de que motivação do crime foi por ciúmes, de acordo com a Polícia Civil. O suspeito de cometer os assassinatos é o ex-companheiro de Andreia, um ex-policial penal do RN, que não aceitava o fim do relacionamento.

 


O filho da advogada, Ronald Teixeira, disse que reconheceu o ex-companheiro da mãe nas imagens das câmeras de segurança que registraram o crime.

28 de fevereiro de 2024

SEGURANÇA É MORTO A TIROS DURANTE ASSALTO EM CIDADE SERIDOENSE

O segurança, identificado como sendo, Juvenal, foi morto a tiro no início da noite desta terça-feira, (27), no centro da cidade de Currais Novos. 

 

Segundo informações, 3 elementos tentaram assaltar um distribuidora de gás, e a vítima estava próxima ao local, e foi atingido. Os bandidos fugiram a pé do local do crime.

27 de fevereiro de 2024

‘TENTATIVA DE GOLPE COM MINUTA É RIDÍCULO’, AFIRMA O SENADOR HAMILTON MOURÃO

O senador Hamilton Mourão (Rep-RS) negou que tenha havido “tentativa de golpe de Estado”, conforme versão dos adversários de Jair Bolsonaro (PL), e ironizou a suspeita. “Nunca vi golpe de Estado com minuta”, disse ele, “isso para mim é ridículo”. Durante entrevista ao podcast do Diário do Poder, Mourão lembrou que golpe foi o que tentou o coronel Hugo Chávez na Venezuela, em 1992, quando atacou o palácio presidencial, a casa do presidente com sua família lá dentro, “inclusive matou gente”.

 

“Para mim, não houve tentativa de golpe de Estado, nem da parte do presidente e nem das conversas que ali ocorreram”, explicou Mourão.

 

Ele chamou atenção para a tática (“magistral”, ironizou) de apreender celulares e divulgar mensagens privadas, jogando uns contra os outros.

 

“Você pega o celular de uma pessoa e escarafuncha por dois meses, quem sobrevive?”, pergunta o general da reserva do Exército.

 

Hamilton Mourão contou que não esteve na Av. Paulista, domingo, por não poder faltar a um compromisso familiar importante.

ADVOGADO É MORTO A TIROS NO CENTRO DO RIO

O advogado Rodrigo Marinho Crespo foi morto a tiros na tarde desta segunda-feira (26) na Avenida Marechal Câmara, no Centro do Rio, em frente ao escritório de que era sócio. 

 

A Delegacia de Homicídios investiga o caso — segundo as primeiras informações, o crime foi uma execução. Os criminosos dispararam mais de 10 vezes e nada foi levado do advogado. 


Bombeiros chegaram a ser chamados, mas a vítima morreu no local. Na mesma avenida do crime funciona a sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e, perto dali, ficam a Defensoria Pública e o Ministério Público. 

 

Testemunhas afirmaram que os assassinos fugiram em um Gol branco e que o advogado foi chamado pelo nome antes de ser baleado. O atirador estaria usando uma touca ninja, segundo relatos. 

26 de fevereiro de 2024

ATO PRÓ-BOLSONARO É DESTAQUE NA IMPRENSA INTERNACIONAL

A manifestação convocada pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), ocorrida na Avenida Paulista (SP), neste domingo (25), teve repercussão na imprensa internacional que destacou a adesão maciça ao evento e as acusações de “tentativa de golpe” contra o ex-presidente. 

 

Bolsonaro afirmou, ao convocar seus apoiadores para o ato, que o objetivo era mostrar ao mundo “a fotografia” da insatisfação do povo com o rumo da política nacional. 

 

O jornal espanhol El País considera que a manifestação reforça a liderança de Bolsonaro após um ano de moderação. O ato também ocorreu três dias após o depoimento de Bolsonaro à Polícia Federal no âmbito do inquérito que investiga a suposta tentativa de “golpe”. 

 

O jornal inglês The Guardian segue a mesma linha, afirmando que “Bolsonaro está tentando mostrar que sua base é resiliente mesmo durante a investigação”. O jornal também destacou a participação de “dezenas de milhares” de manifestantes e classificou o ex-presidente como “extrema-direita”.

 

O britânico Daily Mail também mencionou a adesão massiva ao evento como uma demonstração de apoio, apesar das acusações contra Bolsonaro. Segundo o jornal, uma multidão de apoiadores, vestindo as cores verde e amarelo da bandeira brasileira, lotou a Avenida Paulista, uma das principais vias da capital econômica do país.

 

Também comentou sobre o assunto o jornal The Times of Israel, que destacou o apoio de Bolsonaro e dos manifestantes a Israel em resposta aos ataques do presidente Lula (PT), que comparou a luta de Israel contra o Hamas ao Holocausto. 

 

“Bolsonaro chegou agitando a bandeira israelense – uma rejeição aos comentários do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na semana passada comparando a ofensiva de Israel em Gaza ao Holocausto – antes de colocar a mão no peito para o hino nacional. Várias bandeiras israelenses puderam ser vistas com destaque na multidão”, disse o The Times of Israel. 

 

A agência de notícias Reuters deu destaque às investigações contra Bolsonaro. Além do destaque classificou o ex-presidente como um “populista frequentemente comparado ao ex-presidente dos EUA, Donald Trump”. 

 

Após reconhecer a adesão de “dezenas de milhares” de pessoas ao ato, o jornal francês Le Monde também rotulou Bolsonaro e seus apoiadores como “extrema-direita”, destacando as acusações de “golpe” que pesam contra o ex-presidente. 

 

Por sua vez, o jornal France 24 observou que, apesar das acusações, a manifestação foi uma demonstração da força política de Bolsonaro, que continua sendo “adorado” por seus eleitores. 

 

O The Korea Times, um dos mais antigos jornais em língua inglesa publicados diariamente na Coreia do Sul, afirmou que o evento foi uma “demonstração de poder em meio às investigações sobre um possível golpe”. 

 

Por sua vez, o site de notícias japonês BNN Breaking observou que a manifestação em São Paulo não apenas serviu como plataforma para Bolsonaro expressar suas queixas, mas também funcionou como um espelho que reflete as profundas divisões na sociedade brasileira. 

 

 

 

PF ANUNCIA RECOMPENSA DE ATÉ R$ 30 MIL POR INFORMAÇÕES SOBRE FUGITIVOS DA PENITENCIÁRIA FEDERAL DE MOSSORÓ

A Polícia Federal anunciou neste sábado (24) uma recompensa de até R$ 30 mil para quem tiver informações que levem à recaptura dos dois fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró (RN), Rogério Mendonça e Deibson Nascimento. A dupla fugiu da unidade prisional no dia 14 de fevereiro.

 

Os valores oferecidos são de R$ 15 mil como recompensa para informações sobre cada um dos fugitivos, totalizando os R$ 30 mil em caso de informações sobre os dois.

 

De acordo com a Polícia Federal, a recompensa será paga através de verba federal.

BOLSONARO DÁ DEMONSTRAÇÃO DE FORÇA POLÍTICA COM ATO GIGANTE NA PAULISTA

O ato de apoio ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) na Avenida Paulista, em São Paulo, neste domingo (25), foi marcado pela presença de um público gigantesco, para muitos superior a 1 milhão de pessoas, e pela demonstração de de força política do homenageado, 

 

Bolsonaro também mostrou sua liderança, tendo sido atendido ao pedido que fez, ao convocar a manifestação, para que ninguém exibisse faixas provocadoras ou de ataque a opositores e a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele percebeu que não precisava desse tipo de apelo para promover a manifestação que se torna uma das maiores demonstrações de força política dos últimos anos no Brasil. 

 

Não foram vistas faixas e cartazes no mar de gente vestindo verde e amarelo e agitando bandeiras do Brasil e de Israel, na tarde deste domingo, mas teve forte comparecimento de parlamentares – mais de uma centena de deputados e senadores – e de vários governadores, como Tarcisio de Freitas (Republicanos), o anfitrião, Jorginho Melo (Santa Catarina), Ronaldo Caiado (Goiás) e Romeu Zema (Minas Gerais). 

 

 

Em seu discurso, no encerramento do “Ato em Defesa da Democracia”, Bolsonaro pediu anistia para os “pobres coitados” mantidos presos na Papuda, em Brasília, e muitos já condenados a penas que supram os 17 anos de prisão. 

 

O discurso mais contundente foi o do pastor Silas Malafaia, um dos organizadores do eventos, que criticou fortemente o minstro Alexandre de Moraes, do STF, afirmando não ter medo de ser preso e que vergonha mesmo é “ficar calado”.

 

SARGENTO DA PM QUE MATOU ZAIRA NO CARNVAL DE CAICÓ VAI A JÚRI POPULAR EM NATAL

O assassinato da estudante universitária potiguar, Zaira Cruz completa cinco anos no dia 2 de março e ainda aguarda julgamento. Zaira Cruz tinha 22 anos e tinha ido passar os dias de carnaval na cidade de Caicó.

 

Zaira Dantas da Silveira Cruz, curraisnovense, foi encontrada sem vida dentro do carro do sargento da Polícia Militar, Pedro Inácio de Maria,  com 36 anos na época, na madrugada do dia 2 de março. De acordo com investigação policial e denúncia do Ministério Público encaminhada à Justiça do Rio Grande do Norte, Zaira foi estuprada e brutalmente assassinada por estrangulamento. O sargento Pedro Inácio está preso desde o dia 15 de março de 2019, no Quartel da Polícia Militar, em Natal, acusado do crime.

24 de fevereiro de 2024

PEDIDO DE IMPEACHMENT DE LULA SOMA 320 MIL ASSINATURAS EM CINCO DIAS

Atingiu a marca de 320 mil assinaturas em menos de cinco dias o abaixo-assinado na plataforma Change.org pelo impeachment do presidente Lula (PT). A alegação é que ele cometeu crime de responsabilidade, quando comparou a defesa de Israel contra os atos terroristas do Hamas ao genocídio promovido por Hitler e os nazistas. Lula também é alvo de ação por crime de antisseminismo na Corte Penal Internacional de Haia. O impeachment na Câmara já tem apoio de 139 deputados federais.

 

Lula é acusado de crime de responsabilidade por atentar contra a existência da União por “ato de hostilidade contra nação estrangeira”.

 

A lei enquadra chefe de governo que expuser a República “ao perigo da guerra, ou comprometendo-lhe a neutralidade”.

 

O abaixo-assinado pelo impeachment de Lula foi criado no dia 18 e acumulou mais de 100 mil assinaturas em menos de 24 horas.

 

As 139 assinaturas bateram recorde. O impeachment com o maior apoio da História foi contra Dilma, quando 124 deputados assinaram o pedido.

MOTOTAXISTA SUSPEITO DE ENVOLVIMENTO NO MUNDO DO CRIME É MORTO A TIROS NO SERIDÓ POTIGUAR

O mototaxista, Irapuan, que possivelmente estaria ligado ao mundo do crime, foi morto a tiros nesta sexta-feira, (23), no bairro João XXIII, em Caicó-RN. Os autores, e a motivação do crime ainda são mistério para a polícia.

ALELUIA! AÇUDE QUE ABASTECE CIDADE SERIDOENSE SANGRA EM NOITE DE MUITO INVERNO NO SERTÃO; VEJA VÍDEO

As fortes chuvas que banharam o Seridó Potiguar nesta quinta-feira, (29), trouxeram muitas esperanças para o sertanejo. Vários reservatórios...