15 de março de 2019

PAI E MADRASTA SÃO CONDENADOS A MAIS DE 30 ANOS PELA MORTE DO MENINO BERNARDO


O Conselho de Sentença do Tribunal do Júri condenou nesta sexta-feira (15) os quatro acusados pela morte do menino Bernardo Uglione Boldrini, em abril de 2014. Após cerca de 50 horas de julgamento popular, em cinco dias, a sentença foi proferida pela juíza Sucilene Engler Werle por volta das 19h no Foro de Três Passos, no Noroeste do Rio Grande do Sul.









Graciele Ugulini, madrasta de Bernardo, teve a pena mais alta: 34 anos e sete meses de reclusão em regime inicialmente fechado, por homicídio quadruplamente qualificado e ocultação de cadáver. Ela não poderá recorrer em liberdade.



Leandro Boldrini, pai da criança, recebeu 33 anos e oito meses de prisão por homicídio doloso quadruplamente qualificado, ocultação de cadáver e falsidade ideológica.



Edelvânia Wirganovicz, amiga de Graciele, foi condenada a 23 anos por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver.



Evandro Wirganovicz, irmão de Edelvânia, pegou nove anos e seis meses em regime semiaberto por homicídio simples e ocultação de cadáver.





Foram cerca de 50 horas de sessões em cinco dias exaustivos para os envolvidos no julgamento, principalmente para testemunhas e jurados, que passaram a semana toda em um hotel, sem comunicação e acesso a notícias.  




SARGENTO PM É PRESO POR MORTE DE JOVEM DURANTE CARNAVAL NO SERIDÓ POTIGUAR


Uma operação da Polícia Civil prendeu nesta sexta-feira (15) em Currais Novos, o sargento da Polícia Militar, Pedro Inácio Maria, suspeito de matar a universitária Zaira dos Santos Cruz, de 22 anos. A estudante foi encontrada morta na manhã do sábado de carnaval dentro de um carro em um condomínio na cidade de Caicó.

 


Zaira, o sargento e mais um grupo de amigos alugaram uma casa para passar o carnaval em Caicó. Segundo o delegado Leonardo Germano, da DP de Caicó, Zaira foi assassinada pelo PM por asfixia mecânica, ou seja, foi estrangulada. Porém, a motivação ainda não foi revelada. 





Segundo informações, após ser preso, o policial se reservou ao direito de permanecer em silêncio e só falar em juízo.





Natural de Currais Novos, Zaira morava em Mossoró, onde cursava Engenharia Química da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa). Ela deveria se formar ainda este ano. 





Há 15 anos na PM, o sargento é lotado no Fórum de Currais Novos. Ele foi preso em casa, sob força de um mandado de prisão preventiva.

MÉDICO ALERTA POPULAÇÃO SOBRE MENINGITE E EXPLICA A DOENÇA

A população pode confundir a meningite com a gripe, mas as sequelas são graves e podem ser fatais. A doença, que é um processo inflamatório das meninges - membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal - pode ser causada por vírus, bactérias, fungos e parasitas. Dependendo do agente causador, ela pode provocar a morte em pouco tempo, como explica o médico infectologista do Hapvida Saúde, Fernando Chagas.





‘‘A doença do tipo bacteriana é motivo de muita preocupação para nós especialistas. Os sintomas incluem febre alta, dor de cabeça e rigidez do pescoço ou da nuca. Também é normal o paciente ter mal estar, náusea, vômito, fotofobia (aumento da sensibilidade à luz) e confusão mental. Conforme o quadro se desenvolve, acrescenta-se à lista convulsão, delírio, tremor e coma’’.
 

O infectologista do Hapvida Saúde, Fernando Chagas, alerta também para outro tipo da doença. ‘‘É importante destacar a meningite causada por streptococcus pneumoniae (pneumococo). Ela também pode matar de forma rápida e está relacionada a doenças respiratórias que quando não são bem tratadas podem evoluir para uma meningite’’.



De acordo com o especialista, devem ser tomados cuidados com o tratamento de infecções de garganta e de ouvido, por exemplo. Essas infecções mal curadas podem levar a algo mais sério.




‘‘Quando apresentar algum sintoma da doença é importante iniciar o tratamento imediatamente. Depois é que se investiga o tipo da meningite. Lembramos que, em alguns casos, o paciente pode ficar sem enxergar, sem ouvir e até perder membros do corpo dependendo do avanço da enfermidade’’, enfatiza Fernando Chagas.



Uma medida que reduz bastante a transmissão da meningite é a lavagem das mãos e também evitar grandes aglomerados de pessoas. ‘‘Tendo contato com alguém que esteja com alguma doença respiratória é importante sempre lavar as mãos e usar máscaras. Também existem vacinas para algumas formas da doença’’, esclarece o infectologista.



O diagnóstico das meningites é feito por meio de exames de sangue e líquido cerebroespinhal. O médico explica que nas bacterianas o tratamento é feito com antibióticos, associados ou não a corticóidese e a internação sempre é necessária. Já nas virais, geralmente o tratamento é com antivirais e corticoides e nas fúngicas com antifúngicos. ‘‘O mais importante é, caso detectado alguns dos sintomas, procurar um médico imediatamente’’, finaliza o médico do Hapvida Saúde.

ACUSADOS DE MATAR MARIELLE VÃO SER TRANSFERIDOS A PRESÍDIO FEDERAL

O policial militar reformado Ronnie Lessa e o ex-PM Élcio Vieira de Queiroz, acusados pelo Ministério Público pelos homicídios da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, serão transferidos para presídio federal. Não foi informado, porém, quando e para qual unidade federal Lessa e Queiroz serão transferidos. 





Até a noite desta quinta-feira (14), a dupla estava na Divisão de Homicídios, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Em seguida, ambos seriam levados para Bangu 1, no Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste, onde vão esperar pela transferência para fora do RJ. 




"O crime em tela merece total reprovabilidade por parte do Poder Judiciário, haja vista que o material bélico e as munições apreendidas, são de alto poder destrutivo, de uso restrito, havendo fortes indícios que o armamento seja utilizado na prática de outras condutas ilícitas de caráter paramilitar", destacou a juíza na decisão. 

ATAQUES A MESQUITAS DEIXAM DEZENAS DE MORTOS NA NOVA ZELÂNDIA

Ataques simultâneos a duas mesquitas em Christchurch, na Nova Zelândia, deixaram 49 mortos e 48 feridos nesta sexta-feira (15), informou a primeira-ministra Jacinda Ardern. 








Ao menos quatro pessoas envolvidas nos ataques foram detidas: três homens - dos quais um seria australiano - e uma mulher. A polícia local informou, porém, que não está descartada a hipótese de que outros agressores estejam envolvidos e, portanto, foragidos. 




O Conselho de Saúde do Distrito de Canterbury informou que 12 feridos estão em estado grave e em cirurgias. Entre os 48 feridos há crianças e adultos.



 
Um dos alvos do ataque contra a comunidade muçulmana foi a mesquita de Linwood, que estava lotada com mais de 300 pessoas, no subúrbio de Linwood, em Christchurch.




Um homem usou um rifle automático para atingir os fieis e transmitir o massacre, ao vivo, pela internet. O vídeo mostrou ele atirando sem parar enquanto caminhava. 




Segundo testemunhas, o atirador usava capacete, óculos e um casaco em estilo militar. Ele entrou no prédio dez minutos após o início das orações, que começaram às 13h30 (hora local). Foi descrito como branco, loiro, magro e de baixa estatura.

VIVALDO COSTA VOLTA À AL/RN PARA SEU 14º MANDATO NA PRÓXIMA SEMANA

O Papa Jerimum, Vivaldo Costa (PV), assumirá sua cadeira na assembleia legislativa do RN pela 14ª vez.   Vivaldo Costa assumirá a vaga do en...