16 de outubro de 2018

PF COMBATE AÇÃO DE FACÇÃO CRIMINOSA QUE TRAFICAVA DROGAS NO RN


A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira,  (16), a Operação Narco Trucks, objetivando desbaratar um grupo criminoso dedicado ao tráfico de entorpecentes e à lavagem de capitais no Rio Grande do Norte.










Cerca de 90 policiais federais cumpriram, com apoio do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) da PM/RN, nas cidades de Natal, São José de Mipibu, Tibau do Sul, Parnamirim, Macaíba, Brejinho e Baía Formosa, 20 mandados judiciais de busca e apreensão e 13 mandados de prisão preventiva, além de medidas de sequestro de bens e bloqueios de contas dos suspeitos.





As investigações tiveram início em 2017, quando a Polícia Federal apreendeu na zona rural de Macaíba/RN, Região Metropolitana de Natal, aproximadamente 30 kg de cocaína, além de rascunhos e documentos da contabilidade de traficantes detidos naquela ocasião. 






Elementos de provas existentes nos autos apontam que o principal alvo preso na operação de hoje seria, ainda, líder de um grupo criminoso com atuação no Paço da Pátria e apontado como fornecedor de drogas da facção Sindicato do RN.





Durante o cumprimento dos mandados, a PF também prendeu um investigado acusado de tráfico que fornecia drogas para Natal e outros municípios como São José do Mipibu, Brejinho e Tibau do Sul, além de ser um dos principais abastecedores de cocaína da praia de Pipa, no Litoral Sul Potiguar.







Os presos estão sendo indiciados e vão responder pelos crimes de tráfico de entorpecentes, lavagem de capitais e organização criminosa, cujas penas máximas, somadas, podem alcançar até trinta e três anos de reclusão.

JORNALISTA GIL GOMES MORRE AOS 78 ANOS EM SÃO PAULO

O jornalista e radialista Gil Gomes morreu na madrugada desta terça-feira (16) em São Paulo, informou a assessoria do Hospital São Paulo. Famoso na crônica policial, ele tinha 78 anos e sofria havia mais de dez anos de Mal de Parkinson. 





Na noite de segunda, o jornalista passou mal em sua casa, no bairro Jardim da Saúde, Zona Sul da capital. Ele foi socorrido por equipe do Samu e levado para o pronto-socorro do Hospital São Paulo. A morte foi confirmada nesta madrugada. 





Ele deixa quatro filhos e nove netos. "É uma pessoa única para a comunicação. Sempre muito indignado com as injustiças sociais. Era muito considerado desde os delegados até as classes mais humildes", disse Vilma Gil Gomes, filha do jornalista. Segundo ela, a saúde do pai piorou nos últimos dias em decorrência do Parkinson.

AVIÃO ANTECIPA POUSO APÓS SER ATINGIDO POR RAIO

Um avião da Azul que saiu da cidade de Vitória da Conquista, no sudoste da Bahia, com destino à Belo Horizonte, na manhã desta terça-feira (16), foi atingido por um raio e o piloto decidiu mudar o local do pouso. 








O avião (voo AD5733) decolou com cerca de 70 passageiros, por volta das 7h40, e o incidente ocorreu cerca de 40 minutos depois. A aterrissagem em Belo Horizonte estava prevista para às 9h25, mas, conforme a Azul, por problemas técnicos, o piloto alternou o pouso para o aeroporto de Montes Claros, também em Minas Gerais.

CRAS DE JARDIM DO SERIDÓ É UM DOS MELHORES DO ESTADO

O Centro de Referência de   Assistência Social (CRAS), em Jardim do Seridó conquistou uma boa nota no indicador sintético, que retrata o grau de desenvolvimento de ações, avaliado pelo Ministério do Desenvolvimento Social. 
 
 
 
 
 
 
 

As informações de avaliação tiveram como base o Censo SUAS e o ID Cras 2017, que considera o funcionamento do serviço em quatro dimensões: estrutura física; recursos humanos; serviços e benefícios. A nota conquistada pelo CRAS foi de 4,33 numa escala de avaliação de 1 à 5. Houve um aumento nos padrões de qualidade se comparado ao ano de 2016, que tinha como pontuação 3,33. Essa pontuação coloca o Município entre os melhores índices das cidades do Rio Grande do Norte.
 
 
 
 

A Secretária Hiáskara Silva reconheceu que o resultado é fruto de um trabalho de qualidade realizado pelos profissionais e acrescentou que "a Assistência Social comemora o crescimento nos indicadores do CRAS, o qual é uma conquista de toda a equipe da assistência social do município, pois trabalhamos todos juntos com vistas a um bom atendimento aos nossos usuários”, ressaltou.

POLÍTICOS DERROTADOS DEVEM PERDER FORO ESPECIAL EM AÇÕES DA LAVA JATO

O novo entendimento do STF (Supremo Tribunal Federal) que restringiu o foro especial de parlamentares deverá levar para a primeira instância da Justiça Federal uma série de inquéritos e ações penais da Lava Jato contra políticos que não conseguiram se reeleger neste ano. Entre eles, o do ex-senador e ex-governador José Agripino Maia.



A remessa para a primeira instância, porém, não é automática. Depende de parecer da Procuradoria-Geral da República e de decisão do ministro relator em cada caso, o que só deverá ocorrer a partir de fevereiro de 2019, quando começa a nova legislatura e os não reeleitos ficarão sem mandato, segundo informa a agência Folhapress.



A regra, definida pelo plenário do Supremo em maio, é que o foro especial se restringe a crimes praticados no exercício do cargo e em razão dele. Se o parlamentar perder a prerrogativa de foro durante a tramitação do processo, o inquérito ou a ação penal que não tiver chegado à fase de intimação das partes para alegações finais –último passo antes do julgamento– deve descer para o primeiro grau.




A ação penal mais avançada envolvendo parlamentar que não se reelegeu é a do “bunker” encontrado em Salvador com R$ 51 milhões, atribuído ao ex-ministro Geddel Vieira Lima. Ela tramita no Supremo porque o irmão de Geddel, o deputado Lúcio Vieira Lima (MDB-BA), que também é réu, tem prerrogativa de foro, mas não se reelegeu.




Sob relatoria do ministro Edson Fachin, o processo está na fase de depoimentos de testemunhas. Se terminar até fevereiro e vierem as alegações finais, o julgamento deverá ser no STF –cenário com o qual a PGR trabalha.




Do contrário, poderá baixar para a primeira instância da Justiça Federal de local a ser definido pelo Supremo. Em geral, a corte tem enviado para o juiz federal Sergio Moro, responsável pela Lava Jato em Curitiba, somente processos relacionados diretamente ao esquema de corrupção investigado na Petrobras –mas as análises pelo STF têm muitas nuances que impossibilitam prever o destino dos casos.




Já 0 senador José Agripino Maia (DEM-RN) é réu em duas ações penais por acusações que surgiram em meio às investigações da Lava Jato. Em uma, cuja denúncia foi recebida pelo STF em dezembro de 2017, ele é acusado de ter recebido propina da OAS na obra da Arena das Dunas, em Natal.



Na outra, cuja denúncia foi recebida em junho, é acusado de levar R$ 1,15 milhão para garantir um contrato de inspeção veicular no estado.



Apesar de as denúncias terem sido recebidas há meses, os processos pouco andaram e devem ser remetidos para instância inferior em 2019.




Ex-líder do governo, o senador Romero Jucá (MDB-RR) também é réu numa ação penal resultante da delação da Odebrecht. É acusado de pedir e receber propina de R$ 150 mil para beneficiar a empreiteira na tramitação de duas medidas provisórias no Congresso, em 2014. A ação está em fase inicial e também pode ir para a primeira instância.



Jucá também foi denunciado duas vezes com outros caciques do MDB que não conseguiram a reeleição. Em um dos casos, cujo recebimento da denúncia está pendente de análise pelo STF, ele foi acusado de integrar com os senadores Edison Lobão (MA) e Valdir Raupp (RO) uma organização criminosa que, pelos cálculos da PGR, causou prejuízo de R$ 5,5 bilhões à Petrobras.




Nesse inquérito, sobre o chamado “quadrilhão do MDB do Senado”, também figuram Renan Calheiros (AL) e Jader Barbalho (PA), que, diferentemente dos colegas, se reelegeram no último domingo, 7.




A parte relacionada aos senadores sem mandato poderá tanto continuar no Supremo, por causa da prerrogativa de foro de Renan e Jader, como ir para a primeira instância, a depender da corte.




Em setembro de 2017, o relator desse processo, Fachin, já fez um primeiro desmembramento e enviou as acusações contra três denunciados que não tinham foro –Silas Rondeau, Milton Lyra e Jorge Luz– para o juiz Sergio Moro, o que pode ser um indicativo.




Atual presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), que não foi reeleito e anunciou que vai abandonar a vida pública, é alvo de investigação no Supremo sob suspeita de “vender” medidas provisórias em benefício do grupo Odebrecht, segundo delações de ex-executivos.



Além dele, são investigados no mesmo inquérito Renan Calheiros e o atual presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) –reeleitos, ambos manterão a prerrogativa de foro no Supremo. A corte deverá decidir a respeito da apuração sobre Eunício.




Réus no STF sob acusação de terem recebido um percentual desviado de contratos da diretoria de Abastecimento da Petrobras, os deputados José Otávio Germano (PP-RS) e Luiz Fernando Faria (PP-MG) não se reelegeram. Uma possibilidade é que a ação seja remetida a Moro.




Investigado por suspeita de envolvimento em um esquema de desvios delatado pela Odebrecht na Trensurb do Rio Grande do Sul, o deputado Marco Maia (PT-RS), não reeleito, também poderá ter seu caso enviado para a primeira instância. Todos os políticos citados negam as acusações.

“O PT VAI PERDER FEIO AS ELEIÇÕES PARA PRESIDENTE. BEM FEITO! FEZ MUITO BESTEIRA”, DIZ CID GOMES, IRMÃO DE CIRO GOMES; VEJA VÍDEO


O senador eleito e ex-governador Cid Gomes (PDT-CE) criou uma saia justa nesta segunda-feira (15) ao dizer em Fortaleza, durante um evento de apoio a Fernando Haddad, que o PT deveria fazer um "mea culpa".











Cid Gomes disse, ainda, que o partido "criou" Jair Bolsonaro, candidato do PSL à Presidência.










Ao lado do governador reeleito do Ceará, Camilo Santana (PT), Cid Gomes também disse que o PT vai perder "feio" a eleição presidencial e, segundo ele, isso é "bem feito" porque petistas fizeram "muita besteira". 







Alguns integrantes do partido, ressaltou o senador eleito, se acham "donos da verdade" e acreditam que "os fins justificam os meios".






O vídeo de Cid Gomes circulou rapidamente nas redes sociais e causou forte desconforto à campanha de Fernando Haddad. 






O candidato do PT à Presidência esperava um gesto de apoio de Cid e do irmão dele, Ciro Gomes (PDT), que viajou para o exterior.

“BATATA” E “LOBÃO” PODEM SEREM CASSADOS PELA CÂMARA DE CAICÓ

Os vereadores de Caicó, instalaram na sessão desta segunda-feira (15), duas Comissões Especiais de Investigação, sendo uma para apurar denúncias contra o vereador, afastado, Lobão Filho (MDB) e a outra, denúncias contra o prefeito, também, afastado, Robson de Araújo (PSDB).




 
As duas comissões podem cassar os mandatos dos dois políticos que estavam presos até semana passada quando foram postos em liberdade pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. Ambos foram presos na operação Tubérculo do Ministério Público. A Câmara Municipal já tem uma CEI instalada para cassar o mandato do prefeito Batata, mas, esta está parada por decisão judicial.

TRE PEDE REFORÇO DE TROPAS FEDERAIS PARA 72 MUNICÍPIOS DO RN NO 2º TURNO DAS ELEIÇÕES

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN) vai pedir reforço de tropas federais para a segurança em 72 municípios potiguares no segundo turno das eleições, marcado para o domingo 28 de outubro. São 25 cidades a menos em relação ao primeiro turno do pleito que aconteceu dia 7.




Conforme o TRE, a redução de 97 cidades para 72 deve ocorrer "por se tratar de um turno mais simples e tranquilo" atende à demanda dos juízes eleitorais. "O pedido segue para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que seja autorizado o envio do exército. No mais, as forças estadual e municipal (guarda municipal) serão mantidas", informou. 





Em reunião nesta segunda-feira (15), quando informou o reforço do pedido de segurança, o presidente do TRE, desembargador Glauber Rêgo, destacou que o RN foi o primeiro estado do Nordeste a realizar a totalização de votos e o 12º no Brasil. 





Temos a missão de assegurar a segurança e organização da liberdade no exercício do direito do voto. Não apenas isso, temos a atribuição de garantir que o processo eleitoral obedeça às exigências de ordem normativa e siga base moral e ética compatível com os valores da probidade e da lisura”, afirmou. 




Na ocasião, foram apresentados dados sobre o primeiro turno das eleições. Na região Oeste, por exemplo, uma falta de energia atingiu 114 seções, que correspondem a um terço das seções pertencentes à 34ª zona eleitoral. O fato gerou atraso no começo da votação.

PEDIDO DE IMPEACHMENT DE LULA SOMA 320 MIL ASSINATURAS EM CINCO DIAS

Atingiu a marca de 320 mil assinaturas em menos de cinco dias o abaixo-assinado na plataforma Change.org pelo impeachment do presidente Lula...