17 de junho de 2021

ESTUDANTE MORRE EM ACIDENTE QUANDO SEGUIA PARA O VELÓRIO DA AVÓ NO INTERIOR DO RN

Um homem de 26 anos morreu em um acidente de trânsito quando seguia para o velório da avó, em Felipe Guerra, na manhã desta quinta-feira (17). A vítima foi identificada como Kaedson Kairon de Oliveira Fernandes. 

 

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o acidente aconteceu no Km 50 da BR-405, por volta das 8h. A moto que Kaedson pilotava bateu em uma Hilux. Ele morreu no local. 

 

Kaedson ia para a comunidade Mulungu, no município de Felipe Guerra, no Oeste Potiguar, onde acontecia o velório da avó dele que morreu aos 90 anos após uma parada respiratória. Ele era estudante de educação física.

 

JARDIM DO SERIDÓ É 1° LUGAR NO ESTADO NA CAMPANHA VACINAL DA INFLUENZA

O município de Jardim do Seridó é 1º lugar na Cobertura Vacinal de Influenza no estado do Rio Grande do Norte.


Jardim do Seridó já vacinou 3.509 Jardinenses de um publico-alvo de 5.609 pessoas, tornando-se 1º lugar com um percentual de 62,56% do público-alvo vacinado.



SENADO APROVA TEXTO-BASE DA MP QUE VIABILIZA PRIVATIZAÇÃO DA ELETROBRAS

O Senado aprovou nesta quinta-feira (17), por 42 votos a 37, o texto-base da medida provisória que viabiliza a privatização da Eletrobras, a maior empresa de energia elétrica da América Latina.

 

Após a aprovação do texto-base, os senadores passaram à análise dos destaques, isto é, propostas que visam modificar o conteúdo da MP. Esta etapa não havia sido concluída até a última atualização desta reportagem.

 

O texto-base incluiu "jabutis", jargão utilizado por parlamentares em referência a trechos sem relação com o objeto original da MP (leia detalhes mais abaixo).

 

Como houve mudanças na versão aprovada pela Câmara dos Deputados, no mês passado, o texto precisará ser novamente analisado pelos deputados. A votação está prevista para a próxima segunda (21), um dia antes de a MP perder validade.

 

O governo afirma que a privatização da Eletrobras pode reduzir a conta de luz em até 7,36%. Entidades do setor elétrico, contudo, dizem que a conta pode ficar mais cara.

 

A sessão do Senado desta quinta-feira até a votação do texto-base durou mais de 7 horas. Novas versões do relatório do senador Marcos Rogério (DEM-RO) foram apresentadas, e vários senadores discursaram sobre o texto.

SENADOR ACUSA CPI DE BLINDAR CORRUPÇÃO AO REJEITAR CONVOCAÇÃO DE CARLOS GABAS

A decisão da CPI da Pandemia de barrar a convocação do ex-ministro petista Carlos Gabas, diretor do “Consórcio Nordeste”, causou indignação de senadores como Eduardo Girão (Pode-CE), Marcos Rogério (DEM-RO) e Jorginho Mello (PL-SC). Segundo Girão, a decisão é “um escândalo maior que o ‘calote da maconha’”, referindo-se à compra de respiradores em empresa de cannabis. Foram pagos quase R$50 milhões antecipadamente, mas os produtos não foram entregues.

 

Marcos Rogério disse que “Carlos Gabas é acusado de conduta grave”. “Caso de polícia, mas para a CPI não interessa”, criticou o senador.

 

O relator e o vice-presidente da CPI votaram contra a convocação do complicadíssimo Carlos Gabas, ex-ministro dos governos Lula e Dilma.

 

Barraram a convocação de Gabas Tasso Jereissati (PSDB-CE), Jader Barbalho (MDB-PA); Otto Alencar (PSD-BA) e Humberto Costa (PT-PE).

 

BRASIL BATE RECORDE E APLICA 1ª DOSE EM MAIS DE 1,24 MILHÃO DE PESSOAS NO MESMO DIA

A vacinação segue em franca aceleração e a campanha nacional bateu esta semana recorde diário de pessoas vacinadas pela primeira vez. 

 

Segundo o portal independente vacinabrasil.org, o Brasil aplicou 1.242.027 primeiras doses nesta terça (15), superando em mais de 10% a marca anterior, e com bônus de 109 mil segundas doses ultrapassou mais uma vez a média diária de um milhão de vacinas aplicadas.

 

O mês de maio teve média diária de 684 mil doses aplicadas. Chegamos à metade de junho com média de 884 mil doses diárias, alta de 29,2%.

 

A aceleração elevou em 7,5% a média dos 150 dias da nossa campanha. Desde o início de junho, a média foi de 508 mil a 546 mil doses por dia.

 

Há grande expectativa dentro do governo em anunciar aplicação de 100 milhões de doses até o fim do mês. Atualmente, são cerca de 83 milhões.

 

PREFEITO DE CIDADE PARAIBANA É INTUBADO E SERÁ TRANSFERIDO PARA SP

O prefeito de Cajazeiras, no Sertão da Paraíba, José Aldemir (Progressistas), de 75 anos, foi intubado nesta quarta-feira (16), na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular de João Pessoa. A informação foi confirmada pela Secretaria de Comunicação do município. Ele havia testado positivo para Covid-19 na semana passada e deu entrada na enfermaria no último sábado (12). O político vai ser transferido para São Paulo.

 

De acordo com a esposa do prefeito, a deputada estadual Paula Francinete, mais conhecida como Doutora Paula, nesta quarta, José Aldemir precisou de um suporte melhor de oxigênio e de cuidados mais especializados, que a enfermaria não suporta. Houve a transferência e, de acordo com a equipe médica, ele precisou ser intubado.

 

Ainda segundo Doutora Paula, ele será transferido para um hospital de São Paulo nesta quinta-feira (17), durante a manhã.

CÂMARA APROVA PROJETO QUE RESTRINGE CONDENAÇÃO DE AGENTES PÚBLICOS

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (16) o projeto que altera a Lei da Improbidade Administrativa para estabelecer que agentes públicos só podem ser condenados se houver comprovação de dolo, isto é, intenção de cometer o crime.

 

Atualmente, a lei de improbidade permite a condenação de agentes públicos por omissões ou atos dolosos e culposos, isto é, sem intenção de cometer crime. A mudança prevista no projeto, na prática, restringe a condenação.



As mudanças previstas no projeto, se transformadas em lei, podem favorecer o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). Ele já foi condenado em um processo cível por improbidade administrativa, no caso conhecido como Operação Taturana, e recorreu. Ainda não houve definição.

 

Lira foi investigado por suspeita de participação em um esquema de desvio de dinheiro da Assembleia Legislativa de Alagoas, no qual teria se apropriado de parte dos salários de funcionários e também incluído falsos servidores na folha de pagamento. À época, ele era deputado estadual por Alagoas.

 

O projeto estabelece que, em casos de enriquecimento ilícito e prejuízo ao erário, a sanção de perda de função pública atinge somente o vínculo de mesma qualidade e natureza da época que o político cometeu a infração.

 

Isto é, se a ação de improbidade transitar em julgado (não couber mais recursos judiciais), Arthur Lira não perderia o mandato de deputado federal porque, à época dos fatos, era deputado estadual.

DECRETO DE LULA DÁ GOLPE NO DIREITO DE PROPRIEDADE

O presidente Lula (PT) assinou decreto já considerado no campo um golpe contra o direito de propriedade, porque à margem da Constituição amp...