22 de fevereiro de 2019

SUSPEITO DE ASSASSINAR SARGENTO APOSENTADO MORRE APÓS TROCA DE TIROS COM A POLÍCIA NO RN


Um homem morreu após confronto com a Força Tática da Polícia Militar no início da tarde desta sexta-feira (22) no bairro da Redinha, na Zona Norte de Natal. Ele era um dos suspeitos pelo assassinato do sargento aposentado Francisco Dionísio Alves, de 69 anos. que aconteceu em novembro do ano passado no mesmo bairro. 




De acordo com a Polícia Militar, o homem que era foragido da Justiça, estava em uma casa na comunidade conhecida Alto da Torre, quando foi abordado pelos policiais e começou a atirar. Ele estava com uma pistola calibre 40. 




Atingido pelos policiais, que revidaram, o homem foi levado ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. 




Segundo a PM, Samuel Bezerra Alves foi um dos dois criminosos que mataram o sargento da aposentado, Dionísio Alves, no dia 6 de novembro do ano passado. A vítima tinha ido até um terreno localizado no bairro para instalar uma placa, quando foi morta. 




Os bandidos atiraram na cabeça do policial e ainda levaram a arma dele.

EM MEIO A IMPASSE SOBRE AJUDA HUMANITÁRIA NA VENEZUELA, MADURO E GUAIDÓ DISPUTAM APOIO DE MILITARES


O apoio dos militares está em disputa pelos dois polos do impasse político na Venezuela. O líder chavista, Nicolás Maduro, publicou vídeo nas redes sociais para demonstrar respaldo à Força Armada Nacional Bolivariana. Do outro lado, Juan Guaidó, que tenta se impor como presidente interino venezuelano, deu ultimato aos combatentes para que passassem a apoiar a entrada da ajuda humanitária retida nas fronteiras do país




Os carregamentos de comida, remédios e itens de higiene deveriam chegar neste sábado (23) à Venezuela, conforme Guaidó anunciou. O regime de Maduro, no entanto, rejeita a ajuda por considerá-la um pretexto para invasão militar ao país. 





O chavista fechou a fronteira com o Brasil – um dos postos de coleta das cargas – na noite de quinta-feira. A oposição acusa os apoiadores de Maduro de serem responsáveis por duas mortes no lado venezuelano da fronteira nesta sexta-feira (22). 




Tanto Maduro quanto Guaidó pedem apoio aos militares. O líder chavista tem o alto comando da Força Armada a seu favor. Porém, a oposição conta com respaldo dos Estados Unidos. O presidente norte-americano, Donald Trump, exigiu que os militares permitissem a entrada da ajuda humanitária ou iriam "perder tudo"




Com a aproximação da data marcada para a chegada dos carregamentos, Maduro e Guaidó voltaram a pressionar os militares. 



Do Blog: Enquanto eles brigam pelo poder, o povo sofre as conseguencias.
 

SUCURI DE 5 M É CAPTURADA APÓS ATACAR E MATAR CACHORRO EM MT

Uma sucuri, de aproximadamente 5 metros, foi capturada na manhã desta sexta-feira (22) na região da Serra da Petrovina, município de Alto Garças, a 366 km de Cuiabá. 









Moradores chamaram os bombeiros depois que ouviram o cachorro latindo. O ataque ocorreu perto de uma nascente onde o cão, de porte médio, estava. 




Os bombeiros saíram de Rondonópolis, a 218 km da capital, para fazer a captura da sucuri.





De acordo com os bombeiros, o ataque ocorreu por volta de 9h25 (horário de Mato Grosso). Os militares conseguiram capturar a cobra, no entanto, o cachorro não resistiu ao ataque e morreu.




A sucuri não chegou a se alimentar do cachorro e foi colocada na viatura do Corpo de Bombeiros. Os militares levaram a sucuri até uma região de mata e a soltaram.


Fonte: G1/MT - Foto: Corpo de Bombeiros de Mato Grosso/Divulgação.  

PM APREENDE MENOR COM QUASE 5 KG DE DROGA NO SERIDÓ POTIGUAR

Uma adolescente de 17 anos foi apreendida com quase 5 kg de drogas, que seria comercializada durante o carnaval em Currais Novos. A apreensão se deu quando a menor estava vindo de Natal para Currais Novos. 











Segundo informações, a PM chegou até a adolescente após uma denúncia anônima. A mesma transportava cerca de 4 kg de maconha, e quase 400 gramas de chack.

 

Do Blog: Parabéns à PM.
 
Foto: CN Polícia.

CIRO GOMES É CONDENADO A INDENIZAR O VEREADOR DE SP POR DANOS MORAIS


Ciro Gomes (PDT), que foi candidato à Presidência da República no ano passado, foi condenado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo a pagar R$ 38 mil de indenização por danos morais ao vereador paulistano Fernando Holiday (DEM). A sentença em primeira instância saiu nesta quinta-feira (21). Cabe recurso. 





Em uma sabatina na rádio Jovem Pan, em 16 de junho de 2018, Ciro Gomes afirmou, sem ser perguntado, que Fernando Holiday era um “capitãozinho-do-mato” e explicou: "A pior coisa que tem é um negro que é usado pelo preconceito para estigmatizar, que era o capitão-do-mato no passado". 





Segundo decisão do juiz Domício Pacheco e Silva, que julgou procedente na indenização de R$ 38 mil "trata-se de quantia que não se mostra ínfima nem exagerada, especialmente se considerada a extrema gravidade das ofensas, disseminadas Brasil afora".





"Considera-se, no ponto, que o réu era pré-candidato à Presidência da República, o que torna ainda mais nefasta sua conduta. E a indenização ora fixada não causará sua ruína, diante da declaração apresentada ao Tribunal Superior Eleitoral, da qual consta um patrimônio de quase dois milhões de reais", diz a sentença. 





A defesa de Ciro Gomes diz que não foi notificada e por isso não iria comentar.

APÓS QUASE 6 ANOS DE GOVERNO DO PT, IBGE MOSTRA QUE TAXA DE ANALFABETISMO NO RN É QUASE O DOBRO DA MÉDIA NO BRASIL

A taxa de analfabetismo no Rio Grande do Norte foi de 13,8%, segundo os dados divulgados nesta sexta-feira (17) pelo Instituto Brasileiro de...