23 de janeiro de 2015

MESMO DIPLOMADOS, NELTER QUEIROZ, TOMBA E DISSON CORREM RISCO DE PERDER MANDATO

Passado o processo eleitoral do ano passado, três deputados estaduais do Rio Grande do Norte eleitos e diplomados correm o risco de perder seus respectivos mandatos. Os processos estão correndo na Justiça.

Nélter, Tomba e Disson enfrentam processos judiciais

O deputado estadual reeleito Nélter Queiroz (PMDB) responde, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), por compra de votos nas eleições. O peemedebista foi denunciado pela Polícia Federal (PF). A denúncia foi acatada pela Corte eleitoral do RN. O relator do processo é o juiz eleitoral Verlano Medeiros.

Nélter será interrogado sobre o caso na próxima terça-feira (27), pelo relator do processo, às 16 horas, no Tribunal. Em seguida, Verlano juntará o depoimento às provas apresentadas e apresentará o relatório para julgamento do pleno, para o qual ainda não há data definida.

Também reeleito, o deputado estadual Luiz Antônio Faria (PSB), conhecido como Tomba, foi condenado por irregularidades correspondentes à época em que foi prefeito de Santa Cruz. Com isso, teve seu nome incluso na lista dos “fichas sujas”. O processo contra o registro da sua candidatura corre no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Estreante na Assembleia Legislativa, o deputado estadual diplomado Rudson Lisboa (PSD), conhecido como Disson, também está na lista dos “fichas sujas”, por ter sido condenado em um processo de irregularidades em licitação, referente ao período em que foi prefeito de Goianinha. O processo de cassação do registro de candidatura dele também tramita no TSE.

Nélter e Tomba fazem parte da mesma coligação. A primeira suplência é do deputado estadual Vivaldo Costa (PROS). A segunda ficou com a deputada estadual Larissa Rosado (PSB). No caso de Disson, o primeiro suplente é Major Fernandes (PSD).

LAVA JATO INVESTIGA VERBA MILIONÁRIA PARA A EMPRESA DE JOSÉ DIRCEU

dirceuA Justiça Federal determinou a quebra do sigilo bancário e fiscal do ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, do irmão dele Luiz Eduardo de Oliveira e Silva e da empresa JD Assessoria e Consultoria Ltda., que pertence aos dois. Para o Ministério Público Federal, há indícios de que a empresa tenha recebido recursos de empreiteiras ligadas ao esquema de corrupção na Petrobras, desvendado pela Operação Lava Jato.

De acordo com a decisão, a JD Assessoria e Consultoria recebeu, entre 2009 e 2013, R$ 3.761.000,00, das construtoras Galvão Engenharia, OAS e UTC Engenharia. As três empresas tiveram executivos presos no início de dezembro, quando foi deflagrada a sétima fase da Lava Jato.

Com a quebra de sigilo, os procuradores querem saber se os pagamentos feitos à JD Assessoria e Consultoria foram para o pagamento de propinas, tal como ocorria em empresas de fachada comandadas pelo doleiro Alberto Youssef, também preso na Operação Lava Jato.

A quebra do sigilo fiscal foi autorizada entre o período de 1º de janeiro de 2005 a 18 de dezembro de 2014. Já o sigilo bancário foi quebrado entre 1º de janeiro de 2009 e 18 de dezembro de 2014.

O MPF chegou à empresa de Dirceu ao analisar documentos contábeis das empreiteiras. Em uma das lisas, da Galvão Engenharia, aparece a rubrica genérica de "consultoria", para justificar pagamentos mensais de R$ 25 mil à JD Assessoria e Consultoria. O total desses pagamentos soma R$ 725 mil. Da mesma forma, nos livros da OAS, os procuradores encontraram pagamentos mensais de R$ 30 mil, que totalizaram outros R$ 720 mil.

No caso da UTC, foram encontrados apenas dois pagamentos. Um no valor de R$ 1.337.000,00, em 2012, e outro de R$ 939 mil, feito em 2013. Em ambos, a justificativa anotada nos documentos era de "consultoria, assessoria e auditoria".

Em nota, José Dirceu confirma que prestou serviços de consultoria às empresas citadas no documento da Justiça Federal. O ex-ministro ainda se colocou à disposição para prestar esclarecimentos ao Judiciário.

Fonte: G1.

HOMEM ARMADO TENTA ASSALTAR LOTÉRICA EM CIDADE SERIDOENSE

imagesUm homem armado tentou assaltar uma lotérica no centro da cidade de Jardim de Piranhas. A tentativa de assalto aconteceu na tarde desta quinta-feira, (22), quando o elemento chegou ao local e anunciou a assalto.

Segundo informações de funcionários do estabelecimento, ao anunciar o assalto, o ladrão foi surpreendido e fugiu quando o alarme foi acionado, já que a lotérica é protegida com sistema de blindagem.

A polícia fez várias diligências, mas até o momento não conseguiu localizar o bandido.

SECRETARIA DE SAÚDE DE EQUADOR REALIZA EXAME GRATUITO PARA DIAGNÓSTICO DE GLAUCOMA

A Secretaria Municipal de Saúde de Equador, através da Oftalmed - Hospital de Olhos de Santa Cruz, realizou 70 atendimentos na última quarta-feira.

safe_image

O oftalmologista Sérgio Moreira fez o diagnóstico dos pacientes com glaucoma e houve também distribuição de colírio.

SETHAS-RN E UNICEF TERÃO PLANO DE COOPERAÇÃO PARA ASSISTÊNCIA SOCIAL

A Secretaria Estadual de Assistência Social e o Unicef farão parceria para desenvolver programas de assistência social no Rio Grande do Norte. A criação de um plano de cooperação ficou decidida em reunião nesta quinta-feira (22) entre a titular da Sethas-RN, Julianne Faria, e o coordenador do Unicef para CE, RN e PI, Rui Aguiar.

Foto 02

"Precisamos muito da parceria com os estados. Não adianta o Unicef fazer os programas dentro dos municípios se não houver esse suporte do estado que garante não haver desigualdade entre os municípios", ressaltou Rui Aguiar. Ele explicou ainda que a coordenadoria para o CE, RN e PI terá foco na assistência social nos próximos anos.

Segundo o coordenador do Unicef, a ideia é montar uma rede de proteção das crianças, adolescentes e também de suas famílias. Outro ponto destacado por ele é que as políticas públicas de assistência não devem ser restringir apenas às sedes dos municípios. "Elas precisam englobar também os distritos", frisou.

ZELENSKY DIZ QUE ENCONTRO ENTRE LULA E PUTIN SERIA ‘UM GRANDE ERRO’

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, afirmou nesta quinta-feira (18) que seria “um grande erro” o presidente Luiz Inácio Lula da S...