29 de agosto de 2023

BOLSONARO ENTRA COM QUEIXA-CRIME CONTRA ‘HACKER DE ARARAQUARA’ POR CALÚNIA

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) entrou com uma queixa-crime por calúnia contra Walter Delgatti Neto, o “hacker de Araraquara”, como ficou conhecido pela oposição.

 

O processo corre no 3º Juizado Especial Criminal de Brasília.

 

A defesa de Bolsonaro afirma que Delgatti mentiu ao acusá-lo de grampear o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, em depoimento na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do 8 de Janeiro.

 

O advogado Paulo Amador da Cunha Bueno, que representa o ex-presidente, argumenta que a acusação é “mentirosa” e ofendeu a honra de Bolsonaro. Cunha Bueno afirma que a conduta foi ainda mais grave por causa da repercussão na internet e na imprensa. 

 

Delagatti também acusou o ex-presidente de ter prometido assinar um indulto caso ele conseguisse invadir os sistemas da urna eletrônica. 

 

O hacker afirmou que se encontrou com o então presidente no Palácio do Planalto para tratar sobre a invasão. Ele também afirmou que aceita uma acareação com Bolsonaro na comissão parlamentar.

 

PREFEITURAS DO RN SE UNEM EM PARALISAÇÃO NA PRÓXIMA QUARTA-FEIRA (30) CONTRA CRISE MUNICIPAL

No próximo dia 30, quarta-feira, em forma de reivindicação contra a crise que assola os municípios do Rio Grande do Norte, líderes municipais estão se mobilizando para apresentar suas demandas aos legisladores do estado na Assembleia Legislativa e à Bancada Federal. Uma paralisação com o lema “Mobiliza Já: Sem FPM, não dá!” está programada para esta semana. 

 

A iniciativa foi decidida durante uma reunião virtual do Conselho Deliberativo da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), ocorrida no dia 23 de agosto. Além do Presidente da Femurn, participaram da reunião membros da diretoria da Federação e líderes das cinco associações microrregionais.

 

Os gestores de diversos municípios potiguares estão se unindo para participar do evento de protesto, buscando uma voz unificada para suas preocupações.

 

Essa paralisação coletiva representa a busca por soluções conjuntas para os desafios enfrentados pelos municípios potiguares, visando uma melhoria nas condições financeiras e no atendimento às necessidades da população. A união dessas localidades na ação demonstra a determinação em superar os obstáculos e garantir um futuro mais promissor para todos os cidadãos do Rio Grande do Norte.

 

MULHER É MORTA A FACADAS PELO COMPANHEIRO DENTRO DE CASA NO SERIDÓ POTIGUAR

Um crime de feminicídio foi registrando nesta quinta-feira, (11), em Serra Negra do Norte, tendo como vítima, Daiane Silva, que foi assassin...