20 de outubro de 2022

POLÍCIA PRENDE SUSPEITO DE MATAR E DECAPITAR TRAVESTI DE 15 ANOS NO RN

A Polícia Civil prendeu na tarde desta quarta-feira (19) um homem de 26 anos suspeito de matar a facadas e decapitar uma travesti de 15 anos de idade em Natal - ela também foi encontrada sem um dos dedos. O preso confessou que jogou a cabeça da vítima em um cacimbão na praia de Genipabu. Polícia Civil, Itep e Corpo de Bombeiros fizeram buscas nesta tarde no local, mas não encontraram a cabeça e vão retomar as buscas na manhã de quinta (20).

 

Apesar de confessar o crime, o homem responderá em liberdade, já que não foi detido em flagrante e não há nenhum mandado de prisão contra ele. À polícia, ele confessou o crime e que matou a travesti após um desentendimento. O crime aconteceu por trás da Policlínica da Zona Norte.

 

O crime aconteceu na sexta-feira (14) e o Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) confirmou a identidade da vítima nesta quarta: Ismael Gomes da Silva, de 15 anos, natural de Olinda, no estado de Pernambuco. O nome social usado pela travesti era Ester.

CENSURA JUDICIAL IGNORA CONSTITUIÇÃO E EXISTE HÁ ANOS

A decisão do Tribunal Superior Eleitoral de impor a censura nunca foi tão radical, mas não é recente, como pode parecer. Apesar de a Constituição garantir liberdade de expressão e o direito dos brasileiros à informação, jornalista foi proibido de mencionar senador do Amazonas suspeito de corrupção, censurou revista expondo ligação de ministro à Lava Jato, vetou reportagens sobre imóveis da família do presidente, e até decretou censura prévia a documentário inédito sobre a facada em Bolsonaro. 

 

O TSE achou pouco e, sem constrangimentos, impôs mordaça a jornalistas da TV Jovem Pan, impedidos de lembrar quem Lula de fato é.

 

O TSE teve a ousadia de vetar vídeo de Marco Aurélio, que presidiu por três vezes o tribunal, esclarecendo que Lula não foi inocentado pelo STF.

 

A censura lembra a cada dia que faz todo o sentido a pregação do “autoritário” e “antidemocrático” Bolsonaro em defesa da liberdade.


Pelo andar da carruagem Lula não enfrentaria obstáculos no Judiciário para cumprir a ameaça de inspiração fascista de “regulamentar” a mídia.

 

“VIVA”! TSE CENSURA MARCO AURÉLIO MELLO POR ESCLARECER QUE LULA NÃO FOI ABSOLVIDO

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) continua surpreendendo pelas decisões autoritárias e desta vez decidiu censurar o ministro aposentado Marco Aurélio Mello por dizer que o ex-presidente Lula não foi absolvido ou inocentado dos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, pelos quais foi condenado na 13ª vara federal de Curitiba, teve a condenação confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) e pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). 

 

A decisão ocorre na semana em que o TSE proibiu jornalistas do grupo Jovem Pan de chamar Lula de ladrão, corrupto, descondenado, ex-presidiário e chefe de organização criminosa. 

 

Desta vez, a Corte eleitoral proibiu a veiculação do parecer do jurista que ocupou cadeira no Supremo Tribunal Federal por 32 anos, além de presidir o TSE em três oportunidades, em relação ao caso do petista. 

 

No caso, o vídeo com a explicação de Marco Aurélio sobre a situação de Lula foi cortado e em seu lugar foi incluído um QR code da Justiça Eleitoral.

‘COMO OUSA COMPARAR ISRAEL A HITLER?’, DIZ CHANCELER SOBRE LULA

Declarado persona non grata em território israelense por causa de sua declaração antissemita contra o Estado de Israel, no domingo (18),...