3 de janeiro de 2017

JOVEM MORRE AO CAIR DE MOTO DURANTE TENTATIVA DE ASSALTO NO RN

A jovem, Kenia Valéria Costa de Freitas, morreu ao cair de moto durante uma tentativa de assalto no final da noite desta segunda-feira (02), em Mossoró.
 
 
 
 
De acordo com informações, a jovem trafegava em uma moto pela, quando foi surpreendida por dois assaltantes não identificados.
 
 


Após o assalto ser anunciado, a vítima tentou fugir desesperada, mas acabou perdendo o controle da motocicleta e caiu no chão desacordada. A dupla de assaltantes acabou fugindo.
 
 


Populares socorreram a vítima para o Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), mas a mesma não resistiu e veio a óbito. A Polícia irá investigar o caso.

QUINZE MIL PESSOAS FORAM ATENDIDAS NO VILA CIDADÃ EM 2016

Em 2016, o Vila Cidadã foi realizado pelo Governo do RN em cinco municípios do interior do estado e no conjunto dos Garis, em Natal. O projeto levou serviços públicos para as cidades de Pedro Avelino, Lajes, Parnamirim, Serra de São Bento e São Miguel.  O Vila retorna em janeiro de 2017 e contemplará o bairro de Santo Antônio, em Mossoró. Cerca de 34 mil atendimentos já foram realizados em nove edições.
 
 
 
 
 
 
 
 
Cerca de 15 mil pessoas foram beneficiadas com serviços como emissão de carteira de identidade, CPF, corte de cabelo, testes rápidos de HIV/Aids, orientação jurídica e orientações acerca dos diversos programas do Governo, totalizando mais de 30 serviços oferecidos.
 
 
 
 
A secretária da Sethas-RN, Julianne Faria, explica que o projeto está sendo bem aceito pela população e ressalta o compromisso do governo em levar esses serviços essenciais do Estado para próximo das pessoas. “O Vila Cidadã foi pensado para atender quem precisa de serviços básicos como a emissão da carteira de identidade, orientação jurídica, entre outros. É um programa que valoriza o cidadão, promovendo um dia de lazer, educação e cidadania”, ressalta.
 
 
 
 
Criado com a proposta de levar os serviços do Governo para próximo da população mais carente do estado, além de oferecer um dia de lazer para as crianças, o Vila Cidadã também é palco de campanhas de conscientização da população a respeito de importantes temas. Em 2016, cada edição do Vila Cidadão passou a ser temática divulgando ações de erradicação do trabalho infantil, combate à tuberculose e prevenção às hepatites virais.
 
 
 
 
 
Lançado em agosto de 2015, no bairro de Mãe Luiza, zona leste de Natal, o Vila Cidadã foi considerado um sucesso com cerca de 2 mil atendimentos em sua primeira edição. O projeto também foi realizado no Jardim Progresso, na Zona Norte e no Leningrado, na Zona Oeste. 

FATALIDADE! PREFEITO DE CIDADE DO INTERIOR DE RO MORRE DOIS DIAS APÓS TOMAR POSSE

Léo Silva faleceu dois dias após tomar posse como prefeito  (Foto: Léo Silva/Arquivo Pessoal)

O prefeito de São Felipe D’Oeste (RO), na região da Zona da Mata, Léo Silva (PSB), de 38 anos, morreu na manhã desta terça-feira (3), após um infarto. Léo, que foi empossado no último dia 1º, enfrentava problemas cardíacos e aguardava por uma cirurgia. O velório será no ginásio de esportes do município. O horário do enterro não foi revelado.
 
 
 
Segundo informações repassadas  por um amigo da família, Léo Silva estava em casa quando começou a passar mal, foi socorrido ao Hospital Municipal de São Felipe, mas acabou morrendo por volta das 6h por causa de um infarto.
 
 
 
 
Ainda de acordo com o amigo, logo após a campanha eleitoral, Léo foi diagnosticado com problemas cardíacos, e chegou a ficar internado no Hospital Regional de Cacoal, (HRC), onde deveria passar por um procedimento cirúrgico no próximo dia 10 para a implantação de pontes de safena. Léo Silva era casado e deixa esposa e dois filhos.
 
 
 
Com a morte do prefeito, quem assume a prefeitura de São Felipe D'Oeste, no interior de Rondônia, é o vice-prefeito, Marcicrenio da Silva Ferreira, de 30 anos, conhecido como Márcio da Agrovem, filiado ao Partido da República (PR).

TERREMOTO DE MAGNITUDE 4,7 É REGISTRADO NO MARANHÃO

Um tremor de terra de magnitude 4,7 na escala Richter atingiu na manhã desta terça-feira (3) várias cidades do Maranhão. O epicentro, segundo o Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UNB), foi na cidade de Vargem Grande, 180 km de São Luís.
 
 
 
 
 
 
 
 
Na capital, o tremor foi sentido por 15 segundos em vários pontos da cidade e prédios chegaram a ser evacuados.
 
 
 
 
Segundo funcionários da Secretaria de Educação do Estado (Seduc), o prédio onde eles trabalham, situado na área central de São Luís, tremeu e causou pânico em todos que estavam no local.
 
 
 
 
Assustados, eles decidiram evacuar o prédio da Seduc. Mais de 100 funcionários trabalham na Seduc e o prédio estava em pleno funcionamento.
 
 
 
 
O tremor também chegou a ser sentido na cidade de Teresina, no Piauí. Na região, clientes que estavam na agência da Caixa Econômica Federal deixaram o banco correndo após sentirem o abalo.
 
 
 
A Universidade de São Paulo (USP) também registrou o tremor de terra ocorrido no Maranhão.
 
 
 
Conforme o Centro de Sismologia da USP, o tremor também aconteceu na cidade de Belágua e teve magnitude 4,6 na escala Richter.
 
 
 
Fonte: G1/MA - Foto: João Ricardo / G1.

GOVERNO ADERE À FERRAMENTA DE GESTÃO PARA MONITORAR CONVÊNIOS

O Governo do RN, por meio da Secretaria de Estado do Planejamento e das Finanças, vem acompanhando todos os instrumentos de repasses de recursos federais voluntários através no painel de monitoramento do Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse Federal - Rede Siconv. Essa é mais uma ferramenta estratégica originada no escopo do projeto Governança Inovadora voltada para ampliar a transparência das informações públicas do Estado.
 
 

 
Embora o painel seja uma ferramenta de gestão, qualquer cidadão obtém as mesmas informações pela internet através da aba “acesso livre” do portal http://portal.convenios.gov.br/.
 
 
 

 
O painel de monitoramento da Rede Siconv concentra os convênios e demais instrumentos de repasses federais firmados pelo Governo do Estado a partir de 2008 que ainda estão ativos e em execução. O painel traz informações sobre o total de propostas inseridas no Sistema, o total de convênios e demais instrumentos de repasses firmados, o valor global, o saldo disponível em conta pelo Estado, a modalidade desses instrumentos de repasses por banco, os números em execução, a atual situação de cada processo e os desembolsos realizados pelas instituições concedentes.
 
 

Os instrumentos de repasses federais voluntários podem ser na forma de convênios, contratos de repasse, termo de execução descentralizada, termo de parceria, termo de colaboração ou termo de fomento.
 
 

Desde 2008, o Governo do RN assinou 253 convênios com a União. Desses, 201 estão ativos e 107 em execução. O valor global dos convênios assinados no período em que se encontram ativos é de R$ 570 milhões. O saldo em conta é de pouco mais de R$ 46 milhões.
 
 

Dos convênios assinados entre 2008 e 2016, 42% estão em execução. Das 772 propostas cadastradas no Siconv, 32,77% foram firmados, 10,49% foram rejeitadas e 9,84% estão em análise pelo órgão concedente.
 
 

Esse investimento em transparência foi possível porque em novembro de 2015 o secretário da SEPLAN Gustavo Nogueira assinou um termo de cooperação técnica com o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão para aderir ao projeto da Rede Siconv. Na época, o Rio Grande do Norte foi o oitavo Estado a aderir ao Sistema.
 
 

Além de capacitar o corpo técnico do Estado para resgatar a capacidade de captação de recursos junto ao Governo Federal via transferências voluntárias, o termo de cooperação estabelece como meta a integração institucional visando o intercâmbio de conhecimentos, informações e experiências por meio da disponibilização de cursos presenciais e à distância referente aos fundamentos das transferências voluntárias da União com a utilização prática do sistema.
 
 

Segundo o titular da SEPLAN, estimular o controle social é a chave para consolidar essa nova forma de governar que vem sendo implementada no Rio Grande do Norte. “Desde que assumiu a gestão, o governador Robinson Faria orientou todos os gestores para que estimulassem a participação da sociedade nas decisões do Governo. Tenho repetido sempre que o Governo deixou de governar para a sociedade e passou a governar com a sociedade. Realizamos o PPA Participativo, elaboramos o Mapa Estratégico do RN e já assinamos vários contratos de gestão pelo projeto Governança Inovadora a partir de um intenso diálogo com a sociedade e temos buscado implementar diversas outras ações em que a população esteja inserida. O painel de monitoramento dos convênios e outros repasses federais é mais uma dessas medidas adotadas pela SEPLAN para ampliar a transparência das nossas ações”, afirmou.

JOVENS DO RN JÁ PODEM FAZER O ALISTAMENTO PELA INTERNET; VEJA COMO AQUI!

Em 2017, o alistamento militar obrigatório no Rio Grande do Norte será realizado pela internet. Os potiguares do sexo masculino que completam 18 anos este ano podem se alistar a partir desta segunda-feira (02) no site www.alistamento.eb.mil.br. O prazo termina em 30 de junho.
 
 
 
 
O Certificado de Alistamento Militar (CAM) é expedido na hora da inscrição e pode ser impresso pelo próprio jovem, que também recebe o número do protocolo para acompanhar o processo pela internet.
 
 
 
 
Com o número do protocolo, o jovem pode saber se continua na seleção para prestar serviço militar nas Forças Armadas ou se terá dispensa. No segundo caso, ele terá que comparecer à Junta Militar para obter o Certificado de Dispensa de Incorporação (CDI), mais conhecido como “de reservista”.

TRAGÉDIA! ACIDENTE COM ÔNIBUS DEIXA 10 MORTOS E VÁRIOS FERIDOS NA MADRUGADA DE TERÇA-FEIRA, (03) NO PR

Um acidente na BR-158, em Campo Mourão/PR, na região centro-oeste, matou 10 pessoas nesta madrugada de terça-feira (3), de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).
 
 
 
 
Acidente em Campo Mourão aconteceu nesta madrugada de terça-feira (3) (Foto: Divulgação/ PRF)
 
 


Um ônibus que partiu de Foz do Iguaçu, no oeste do estado, em direção a Maringá, na região norte, saiu da pista na altura do quilômetro 207. Ainda conforme a PRF, há passageiro feridos com gravidade.
 


Foto: Divulgação/ PRF.
 

EM SEU 8º MANDATO, JUAREZ BEZERRA CHEGA À PRESIDÊNCIA DA CÂMARA DE SANTANA DO SERIDÓ

Atuante e destemido, o vereador santanense, Juarez Bezerra, assume a presidência da câmara de Santana do Seridó para o biênio, 2017/2018, tendo como vice-presidente, o vereador Vicente, e o jovem Caio Cabral com 1º secretário. O vereador “Luiz do Tuiuiú” ficou como 2º secretário.


 



Juarez assume a presidência após a casa de leis ter sido presidida por dois biênios para vereador Ivan Dantas, que mesmo com poucos recursos, fez muitas benfeitorias na estrutura física da câmara, assim como na parte administrativa, tendo valorizado os servidores do legislativo.
Do Blog: Parabéns ao amigo Ivan, e boa sorte ao amigo Juarez.

MUNICÍPIOS DO RN RECEBERÃO R$ 2,7 MILHÕES PARA COMBATE AO AEDES

O Ministério da Saúde vai repassar R$ 2,7 milhões de recursos extras aos municípios potiguares para o combate ao Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. Com o reforço financeiro, o Governo Federal pretende conter a proliferação do mosquito no verão, quando a alta da temperatura favorece a reprodução da espécie.
 
 
 
 
Serão repassados R$ 152 milhões a todos os municípios brasileiros e ao Distrito Federal. O recurso será liberado em duas parcelas: a primeira, no valor de R$ 1,6 milhão, de imediato; e a segunda, no valor de R$ 1,1 milhão, depois que os municípios fizerem levantamentos pedidos pelo Ministério e enviarem as informações. O prazo termina em 30 de junho.
 
 
 
 
O ministro da Saúde, Ricardo Barros, considera o recurso essencial para controlar o Aedes.
 
 
 
 
Para receberem a segunda parcela, os municípios devem realizar o Levantamento Rápido de Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa), se tiverem mais de 2.000 imóveis, ou o Levantamento de Índice Amostral (LIA), se tiverem menos de 2.000. As cidades sem infestação devem fazer monitoramento por ovitrampa ou larvitrampa.
 
 

MINISTRO DA JUSTIÇA DIZ QUE LÍDERES DE MASSACRE VÃO PARA PRESÍDIOS FEDERAIS

O ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, e o governador do Amazonas, José Melo, se reuniram na noite desta segunda-feira (2) após 60 mortes, rebeliões e 184 fugas ocorrerem em quatro unidades de detenção de Manaus em um intervalo de 24 horas. Moraes anunciou que os responsáveis pelo massacre serão transferidos para presídios federais assim que identificados.
  
 
 
 
 
 
 
 
"A polícia já instaurou inquérito. Para os líderes que participaram haverá o pedido de transferência para presídios federais", afirmou o ministro em entrevista coletiva.
 
 
 
 
 
Foram 56 mortos após rebelião de 17 horas no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) - considerado o maior massacre da história do sistema prisional do Amazonas-- e mais quatro na Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), na Zona Rural de Manaus.
 
 
 
 
 
Houve rebeliões também no Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM) e no Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat). Quarenta dos 184 detentos que fugiram foram recapturados, mas 144 seguem foragidos, segundo o último balanço do governo.
 
 
 
 
 
Moraes também anunciou auxílio na identificação dos mortos, após o IML registrar tumulto de famílias esperando para reconhecer corpos. "Além da identificação dos autores, nos colocamos à disposição para dar apoio ao IML para acelerar na identificação dos corpos".
 
 
 
 

Moraes desembarcou em Manaus às 20h20 (22h20 em Brasília) e concedeu entrevista com o governador por volta das 22h30 (0h30 de Brasília). Ele destacou o repasse de R$ 45 milhões para o estado, para investimento em unidades prisionais. "Aqui no Amazonas será possível o aumento de 1,2 mil vagas em penitenciárias, somadas as 3,6 mil vagas que vão estar disponíveis em uma Colônia Penal Agrícola e dois CDPs [centros de detenção provisória], que devem ficar prontos e solucionar essa superlotação", afirmou o ministro.

DECRETO DE LULA DÁ GOLPE NO DIREITO DE PROPRIEDADE

O presidente Lula (PT) assinou decreto já considerado no campo um golpe contra o direito de propriedade, porque à margem da Constituição amp...