23 de setembro de 2021

SEGURANÇA DO HOSPITAL DE JARDIM DO SERIDÓ É BALEADO EM TENTATIVA DE HOMICÍDIO

Uma tentativa de homicídio foi registrada no final da tarde desta quinta-feira, (23), no Bairro Bela Vista, em cidade de Jardim do Seridó, tendo como vítima, “Galego de Zé Geraldo”, que trabalha como segurança do hospital local.

 

Segundo familiar, “Galega” estava saindo a pé de casa, quando uma dupla passou de moto pelo mesmo, voltou, um dos ocupantes da moto abriu fogo, e o baleou. Mesmo ferido, “Galego” conseguiu correr, e se livrar de mais disparos.

 

Ainda segundo informações de familiar, “Galego” notou à tempo que seria baleado, e “deu pulos” para se livrar dos tiros, mas, mesmo assim foi baleado no ombro esquerda. “Galego” foi socorrido para o hospital local, e posteriormente foi transferido para Caicó, mas passa bem. Os criminosos ainda não foram identificados, nem a vítima disse se os reconheceu.

MÉDICO É MORTO DENTRO DE CLÍNICA PARTICULAR NA BA; VEJA VÍDEO

As câmeras de segurança da clínica em que o médico pediatra Júlio César de Queiroz Teixeira, 44 anos, foi morto, na manhã desta quinta-feira (23), na cidade de Barra, oeste da Bahia, flagraram o momento que os pacientes ouviram os disparos, que aconteciam dentro da sala de atendimento e correram.

 

As imagens mostram que o médico foi morto por volta das 8h30. Entre os pacientes que aguardavam na recepção da unidade médica, estavam homens, mulheres, idosos e crianças.

 

 


 

Também é possível ver o suspeito de cometer o crime deixando a sala de atendimento. O homem estava vestido com uma calça jeans e uma camisa cinza.

 

A Polícia Civil de Barra detalhou ainda que um homem, comparsa do atirador, o aguardou do lado de fora da clínica para dar fuga. Os dois saíram do local em uma moto. O Departamento de Polícia Técnica (DPT) esteve no local ainda na manhã desta quinta para fazer a perícia. 

CPI OUVE TESTEMUNHAS E CONFIRMA DEPOIMENTO DE SECRETÁRIO-EXECUTIVO DO CONSÓRCIO NORDESTE

A CPI da Covid da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte teve, na tarde desta quinta-feira (23), mais uma reunião, com os depoimentos de três pessoas. Um empresário, que foi ouvido na condição de investigado, e duas servidoras da Secretaria de Saúde do Estado, que são testemunhas, depuseram para os parlamentares sobre dois contratos que são alvos de investigação. Além disso, o presidente da CPI, deputado Kelps Lima (Solidariedade), anunciou que os depoimentos de duas pessoas envolvidas na compra de respiradores por parte do Consórcio Nordeste.



Primeiro a ser ouvido na CPI, o empresário Luiz Carlos Souza, da empresa Interprise Instrumentos Analíticos LTDA, foi ouvido sobre a aquisição de reagentes por parte do LACEN. Os parlamentares questionaram principalmente sobre como se deu o andamento para a contratação, já que não houve propostas de outras empresas. O empresário explicou que somente a Interprise dispunha de um tipo de reagente que foi testado e aprovado por diversos laboratórios do país em junho do ano passado, para a realização de testes de covid-19. Por isso, acredita que ocorreu a celeridade no processo de contratação para a aquisição dos reagentes.



Por outro lado, o deputado Kelps Lima questionou sobre a data em que a proposta foi encaminhada pela empresa e ouviu do investigado que o documento foi encaminhado em data que seria anterior ao termo de referência para contratação do serviço. Para esclarecer o assunto, o presidente da CPI deu prazo de sete dias e solicitou documentos comprovando o encaminhamento da proposta, o que ficou acordado com o representante da empresa. 



Além do contrato relacionado aos reagentes, os parlamentares também se debruçaram sobre a contratação de um instituto de pesquisa do Piauí para realização de uma levantamento com relação a pessoas infectadas pela covid no estado. Depuseram a servidora Deuma Maria Alves Santos de Oliveira e Kelly Kattiucci Brito de Lima Maia, que participaram do processo para a contratação da empresa. O tema já havia sido discutido em outras reuniões, mas os parlamentares ainda tinham questionamentos com relação à conclusão da pesquisa, se houve o pagamento por uma etapa do levantamento que não chegou a ser realizado e sobre a real efetividade da pesquisa sem a fase inicial. A forma como ocorreu a contratação da empresa também foi alvo de questionamento, já que, no entendimento dos deputados Kelps Lima e Gustavo Carvalho (PSDB), o instituto contratado pode ter sido beneficiado porque outras possíveis prestadoras do serviço, inclusive do estado, não foram informadas sobre o levantamento.



"O que buscamos é esclarecer os fatos e os termos em que os contratos foram formulados, inclusive colaborando com a formulação dos novos contratos na administração pública. Não queremos fazer pré-julgamento de ninguém e torcemos para que os contratos investigados não tenham irregularidades, mas precisamos investigar os indícios de falhas que já demonstramos haver", disse o presidente da CPI, Kelps Lima, em reunião que contou também com a participação do deputado Gustavo Carvalho e do relator, Francisco do PT.



Na reunião, inclusive, o presidente da CPI disse que os depoimentos do secretário-executivo do Consórcio Nordeste, Carlos Gabas, e do empresário Carlos Kerbes estão agendados e confirmados para o dia 6 de outubro. Ambos serão ouvidos sobre o pagamento de quase R$ 5 milhões pelo Rio Grande do Norte para a compra de ventiladores pulmonares que não foram entregues ao estado, assim como o dinheiro também não foi devolvido.


MOTORISTA DE CAMINHÃO É ATACADO POR CENTENAS DE ABELHAS APÓS CAIR DE PONTE NO GO

Um motorista de um caminhão carregado com gás líquido foi atacado por abelhas após cair de uma ponte na BR-153, em São Luiz do Norte, no norte de Goiás. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo caiu em cima de duas colmeias e o condutor levou cerca de 500 ferroadas, ficando em estado grave.
 

Ainda conforme a PRF, o motorista perdeu o controle da direção e caiu no córrego. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado ao hospital municipal da cidade. O caminhão estava parcialmente carregado com o gás e seguia com destino a Goiânia. 

 

A corporação disse ainda que o acidente causou ao condutor um traumatismo craniano leve, mas a complicação em seu estado de saúde se deu devido ao ataque das abelhas.

 

FESTA DO BOI SERÁ RETOMADA DE FORMA PRESENCIAL EM NOVEMBRO

A 59ª edição da Festa do Boi será realizada de forma presencial, de 13 a 20 de novembro, no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim. 

 

Em 2020, o evento aconteceu de forma virtual por causa da pandemia do novo coronavírus. 

 

Segundo o governo, a Anorc será responsável pelo cumprimento de todos os protocolos sanitários estabelecidos. Uma medida anunciada é que expositores e colaboradores deverão apresentar comprovante da vacinação já na contratação dos espaços.

POLÍCIA PROCURA ACUSADO DE DOIS HOMICÍDIOS NO SERIDÓ E OUTRO EM CIDADE DA GRANDE NATAL

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) divulgou, nesta quarta-feira (22), imagens que podem auxiliar na localização de Edson Flávio de Oliveira Lima, mais conhecido como “Edinho”, 40 anos, acusado de 2 homicídios em Caicó e 1 em São Gonçalo do Amarante. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181, que possam auxiliar na localização do suspeito. 

MINISTÉRIO DA SAÚDE NOTIFICA BUTANTAN POR DESCUMPRIMENTO DE CONTRATO NA ENTREGA DE CORONAVAC

O Ministério da Saúde afirmou na noite desta quarta-feira (22) que notificou o Instituto Butantan alegando que o laboratório anunciou a venda de doses CoronaVac a estados antes de concluir o contrato de 100 milhões de doses que tem com o Governo Federal — há uma cláusula de exclusividade entre o Butantan e o ministério até a conclusão do contrato.

 

O Butantan anunciou a venda direta de 2,5 milhões de doses a cinco estados também nesta quarta-feira (22) - Ceará, Espírito Santo, Pará, Piauí e Mato Grosso.

 

Na semana passada, o instituto disse que havia concluído as entregas ao Programa Nacional de Imunizações. No entanto, o laboratório considerou doses da CoronaVac embargadas pela Anvisa.

 

De acordo com o Ministério da Saúde, se confirmada a quebra de contrato por exclusividade, o instituto pode ser multado em R$ 30 milhões.

 

Segundo apuração feita pela equipe do Jornal da Globo, o instituto foi de fato notificado, e quatro das 12 milhões de doses embargadas pela Anvisa, nesta quarta-feira (22), já foram substituídas.

 

O Butantan também trabalha trocar e enviar as oito milhões de doses restantes ao Governo Federal. Instituto diz que tem até 30 de setembro para concluir a entrega.

PAI, FILHO E PILOTO MORREM APÓS QUEDA DE AVIÃO NA BA

Três pessoas morreram após um avião cair na cidade de Barreiras, no oeste da Bahia, neste sábado (2). O acidente aconteceu em uma área de ve...