7 de janeiro de 2009

PREFEITO DE JARDIM DO SERIDÓ QUER CORRELIGIONÁRIO NA DIREÇÃO DO HOSPITAL

O Prefeito de Jardim do Seridó continua inflexível no que diz respeito ao repasse para o Hospital e Maternidade Dr. Ruy Mariz, mostrando total radicalismo, Jocimar Dantas só quer repassar R$ 6.000,00, e ainda com a condição dele indicar seu correligionário Dr. Múcio Pereira, para ocupar a vaga de Diretor daquela instituição.

O Hospital Dr. Ruy Mariz, na gestão do Ex-Prefeito Edimar Medeiros Dantas passou por uma grande reforma, e ainda teve todos os seus moveis substituídos, com o apoio do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, a obra de reforma mais a reaparelhação e a implantação da lavanderia industrial custou quase hum milhão de reais.

Portanto é lamentável que o atual prefeito não mostre interrese em ajudar o Hospital sem que tenha o controle do mesmo, agindo assim dá pra entender que é mais importante Ele ter poder sobre tudo, do que a população de Jardim do Seridó poder contar com os serviços daquela Casa de Saúde.

Diga-se de passagem, que nem no tempo da desastrosa Administração do Atual Vice-Prefeito Patrício Jr., o HMDRM ficou sem o repasse da Prefeitura, ou seja, do dinheiro do Povo que apenas é administrado pelo Executivo Municipal. Com isto só quem vai perder é a população, há não ser que as obras de (Hospital da COHAB) que tanto prometeram nos palanques terminem logo.

EMPRESA MEDEIROS S/A PODERÁ REABRIR EM FEVEREIRO


A Empresa Medeiros S/A poderá reabrir suas atividades industriais no próximo mês, após um longo período fechada por problemas financeiros, à empresa que era a maior fonte de emprego e renda da Cidade tem 90% de chances de reativar sua produção.

Conforme informações passadas por um dos Gerentes da mesmo, a principio só será retomada a produção de sabão, e quem sabe num futuro muito próximo também a margarina volte a ser produzida pela industria.

Medeiros S/A sempre foi um referencial Jardinense, não só pela geração de emprego e renda, mais também pelo compromisso social que seus Sócios têm para com a População de Jardim do Seridó.

Por motivos políticos partidários, algumas Pessoas da Cidade que não tem nenhum compromisso com a ética, pediam de joelhos para a Empresa falir, mas com o fechamento da mesmo ouviam-se os clamores em todos os pontos da Cidade por causa da desaceleração da economia local.

INSS VAI CONCEDER APOSENTADORIA EM 30 MINUTOS A PARTIR DE SEGUNDA-FEIRA

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) vai começar a liberar em apenas 30 minutos os pedidos de aposentadoria por idade dos trabalhadores urbanos a partir da próxima segunda-feira (5).

Hoje, 70% dos benefícios na área urbana são por idade e o tempo médio para a concessão da aposentadoria é superior a 30 dias. A mudança já havia sido aprovada pelo Congresso, mas dependia ainda de um decreto que alterou o regulamento da Previdência Social. A nova legislação amplia a base de dados referentes a vínculos e contribuições existentes no CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais).

"Todos os requerimentos de aposentadoria por idade para o trabalhador urbano analisados a partir desta segunda-feira já levarão em conta todos os dados sobre vínculos empregatícios e contribuições constantes do CNIS", diz o INSS.

Para pedir a aposentadoria, o trabalhador deverá agendar o atendimento em um posto do INSS pelo telefone 135 ou pela internet. O benefício só não sairá na hora caso haja falta, no sistema, de algum dado sobre o trabalhador. Nesse caso, ele terá de apresentar documentos para solicitar a inclusão das informações, como vínculos empregatícios que não estão registrados no sistema.

A aposentadoria por idade na área urbana é concedida para os trabalhadores a partir de 65 (homem) ou 60 anos (mulher) e pelo menos 180 contribuições (o equivalente a 15 anos). O número de contribuições é menor para quem se inscreveu na Previdência antes de 25 de julho de 1991.

O instituto também pretende ampliar o alcance da medida para a concessão dos demais benefícios da Previdência. Em março, por exemplo, já será possível conceder aposentadoria por tempo de contribuição para trabalhadores urbanos e, em julho, a concessão de aposentadoria por idade para trabalhadores rurais com base na nova regra.


Fonte: Folha Online
Foto: Josimário Nunes

PM MATA ESPOSA E COMETE SUICÍDIO EM MOSSORÓ

Inconformado com a separação da esposa, o policial militar da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicleta (Rocam), Edmilson Fernandes Cavalcante da Silveira, 29, natural de Recife (PE), matou a esposa Sonaly Sângela Oliveira Silva, 24, natural de Mossoró, com três tiros, sendo dois nas costas e um na cabeça, e em seguida disparou contra a própria cabeça, Eles morreram na hora.
O crime ocorreu por volta das 13h30 de ontem na residência do casal localizada à rua Antônio Delmiro, no bairro Belo Horizonte, 3768, enquanto Sonaly Oliveira estava fazendo sua mudança para se separar do marido. Testemunhas informaram que o policial estava de serviço em companhia de seu companheiro de ronda quando resolveu passar em sua residência para resolver um problema.
Enquanto o parceiro da PM esperava o amigo na porta da residência, Edmilsom Fernandes entrou em casa e logo tiros puderam ser ouvidos.
Ao adentrar à casa para verificar o que havia acontecido o companheiro policial se deparou com o casal se debatendo ao solo. Uma equipe do Samu ainda foi acionada para socorrer as vítimas, mas ao chegar ao local constatou que já haviam morrido. O casal deixou dois filhos menores, de três e cinco anos.
Testemunhas também contaram que o policial já havia ameaçado matar a esposa, no período do Natal, caso ela decidisse se separar dele.
O relacionamento começou a ficar abalado há alguns meses, quando Sonaly Oliveira decidiu pedir a separação. Sabendo da inconformidade do marido e temendo uma reação violenta por parte de le, a jovem resolveu fazer sua mudança no momento que o marido estava de serviço. O crime chamou a atenção de curiosos que se aglomeravam nas proximidades do local do crime. A Polícia Militar teve trabalho para isolar a área e manter a população a uma distância segura.
O comandante do 2º BPM, coronel Elias Cândido, esteve no local e disse que logo que tomou ciência do fato informou ao comandante geral, coronel Marcondes, que imediatamente ordenou que fosse instaurado uma sindicância, presidida por um oficial, já que o crime ocorreu com uma arma da Polícia Militar, quando Edmilson Fernandes estava de serviço.
Fonte: O Mossoroense

DECRETO DE LULA DÁ GOLPE NO DIREITO DE PROPRIEDADE

O presidente Lula (PT) assinou decreto já considerado no campo um golpe contra o direito de propriedade, porque à margem da Constituição amp...