11 de setembro de 2018

MP INVESTIGA SE DEPUTADO RICARDO MOTTA COMETEU ATO DE IMPROBIDADE NA PRESIDÊNCIA DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

O Ministério Público abriu um inquérito para apurar se o deputado Ricardo Motta (PSB) cometeu ato de improbidade administrativa quando ocupava a presidência da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. A suspeita é de que o parlamentar concedeu dezenas de gratificações a “pessoas estranhas” ao quadro de funcionários da Casa, entre 2013 e 2015. 






A defesa do deputado estadual Ricardo Motta diz que só se pronunciará após ser notificada e antecipadamente. Em nota, a defesa afirmou ainda que todos os atos realizados durante a gestão do parlamentar à frente da Assembleia Legislativa ocorreram dentro da legalidade. 






De acordo com o MP, Motta, na condição de presidente, concedeu as gratificações a pessoas que não eram servidores efetivos da Assembleia Legislativa. A abertura do inquérito foi publicada no Diário Oficial do Estado. 





Na publicação, o promotor Márcio Cardoso Santos diz que essas concessões de gratificações, se forem confirmadas, “caracteriza ofensa aos princípios da moralidade, legalidade e eficiência”.

AMERICANOS HOMENAGEIAM VÍTIMAS NO 17° ANIVERSÁRIO DOS ATAQUES DE 11 DE SETEMBRO


Milhares de pessoas se reuniram nesta terça-feira (11) nas imediações de onde ficava localizado o World Trade Center, em Nova York, para prestar homenagem às vítimas dos atentados de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos, no 17° ano da tragédia.









Houve cerimônias também em Washington, onde o prédio do Pentágono foi atacado naquele ano, e no interior da Pensilvânia, onde caiu o quarto avião sequestrado pelos terroristas da Al-Qaeda depois que 40 passageiros e tripulantes perceberam o que estava acontecendo e tentaram invadir o cockpit.





O presidente Donald Trump participou da cerimônia na Pensilvânia e disse que o país está recordando "o momento em que os EUA reagiram" durante os ataques. Ele afirmou que os mortos "se juntaram às fileiras imortais dos heróis americanos". "Assumiram o controle de seu destino e mudaram o curso da história", acrescentou.

EX-GOVERNADOR DO PARANÁ, BETO RICHA É PRESO

O ex-governador do Paraná Beto Richa, candidato ao Senado pelo PSDB, foi preso na manhã desta terça-feira pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) em Curitiba, no Paraná. 





Beto Richa é alvo de duas operações: uma realizada pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR), pela qual foi preso, e outra da Polícia Federal (PF), em uma nova fase da Lava Jato. Na 53ª etapa da Lava Jato, a casa de Beto Richa foi alvo de mandado de busca e apreensão.





A defesa de Beto Richa informou, por meio de nota que, até agora não sabe qual a razão das ordens judiciais e que ainda não teve acesso à investigação. 





"Ele está muito bem, aguardando sereno. Sempre se dispôs a prestar qualquer esclarecimento à Justiça e também ao Gaeco. Não há razão para esse procedimento, inclusive, especialmente em período pré-eleitoral", afirmou a advogada do ex-governador, Antônia Lélia. 




Ela disse que deve ajuizar, ainda nesta terça-feira, um habeas corpus.

PT ANUNCIA CANDIDATURA DE FERNANDO HADDAD À PRESIDÊNCIA NO LUGAR DE LULA

O Partido dos Trabalhadores (PT) anunciou nesta terça-feira que Fernando Haddad concorrerá à Presidência da República pela legenda no lugar do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que teve o registro de candidatura rejeitado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).





O prazo dado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para o partido definir o substituto de Lula terminava às 19h desta terça-feira.





Na chapa original, Haddad era o vice de Lula. Na nova formação, a candidata à vice-presidência será Manuela D’Ávila, do PCdoB.





O anúncio foi feito em Curitiba, onde Lula está preso desde 7 de abril, cumprindo pena de 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso da Lava Jato envolvendo o triplex em Guarujá (SP).





Pela manhã, a executiva nacional do partido se reuniu em um hotel na capital paranaense.

DODGE PEDE PARA ARQUIVAR INVESTIGAÇÕES SOBRE DEPUTADO FEDERAL FÁBIO FARIA

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para arquivar uma investigação sobre o deputado Fábio Faria (PSD-RN), aberta com base na delação premiada de Ricardo Saud, ex-executivo do grupo J&F.





O inquérito apura as suspeitas de corrupção passiva e caixa 2, ou seja, fraude na prestação de contas ao deixar de declarar valores recebidos para campanha, crime previsto no Código Eleitoral. 





O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), pai de Fábio, também é investigado.
No pedido, a PGR afirma que o delator não apresentou documentos que comprovassem as irregularidades narradas na delação. 






Com relação ao deputado federal Fábio Salustino Mesquita de Faria, não foi possível colher nenhum elemento probatório que demonstrasse que o investigado cometeu os referidos delitos. Todas as pessoas relacionadas aos fatos noticiados pelo colaborador negaram ter mantido alguma relação com o parlamentar”, afirmou Dodge. 






A documentação juntada aos autos pelo colaborador em nada demonstra que os eventos que narra ocorreram. Ao menos sob o aspecto formal, não há irregularidades”, completou a procuradora-geral. 






Em nota divulgada após o pedido da procuradora-geral, a assessoria do parlamentar afirmou: “O deputado Fábio Faria sempre acreditou que a verdade dos fatos seria totalmente reestabelecida pela Justiça”.



DEZ SUSPEITOS DE ENVOLVIMENTO NA EXPLOSÃO DE PRESÍDIO NA PB SÃO PRESOS COM FUZIL NA PB

A Polícia Militar e a Polícia Civil conseguiram prender, na tarde desta segunda-feira (10), dez suspeitos de participação na explosão do Presídio de Segurança Máxima da Paraíba Romeu Gonçalves de Abrantes, o PB1 em Jacarapé. De acordo com o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, são cinco mulheres e cinco homens. O grupo estava hospedado em um flat na avenida João Maurício, na orla de Manaíra. 
 
 
 
 
 
 
 
 
Com os suspeitos, foram apreendidos um dos fuzis utilizados no ataque ao PB1, duas pistolas e um revólver, além de outras armas que teriam sido utilizadas na ação.
 
 
 
 
Segundo as primeiras informações obtidas pela polícia, a quadrilha é de Campina Grande.
 
 
 
 
 
Após recontagem, a Secretaria de Administração Penitenciária corrigiu, na tarde desta segunda-feira (10), o número de presos foragidos da Penitenciária de Segurança Máxima Dr. Romeu Gonçalves de Abrantes – PB1, atacada na madrugada de hoje. (10). Segundo a secretaria, 92 presos fugiram, dos quais 41 já foram recapturados. 
 
 
 
 
Após o ataque, foi divulgado que teriam fugido 105 presos da Penitenciária PB1. 
 
 
 
 
 
Após o ataque ao presídio e fuga dos detentos, acabou sendo atingido na cabeça um tenente da Polícia Militar, que faleceu na manhã desta segunda-feira (10). O tenente Erivaldo Moneta da Silva, de 36 anos, foi baleado em um ataque à Academia de Polícia Civil (Acadepol) localizada também em Jacarapé. Ele chegou a ser socorrido em estado grave para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, onde deu entrada às 02h56, mas não resistiu. 
 
 
 
 
Fonte: Click PB.
 
 

MP INVESTIGA SUPOSTA PROPINA PARA FINANCIAR CAMPANHAS DE CARLOS EDUARDO E AJUTO DIAS POR AUMENTO DE TARIFA DE ÔNIBUS

O Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte (MPRN) abriu um inquérito civil para apurar o suposto pagamento de propina, em forma de doação eleitoral, ao ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT).





A investigação aponta que Carlos Eduardo, que é candidato ao Governo do Estado nas eleições deste ano teria acertado o recebimento de propina para autorizar o aumento da tarifa do transporte público em Natal.





Segundo o inquérito, aberto com o número 116.2018.000456, a autorização para o aumento da passagem foi feita em troca de recursos a serem utilizados, em forma de doação eleitoral, para a candidatura de Carlos Eduardo Alves ao Governo do Estado. O inquérito foi aberto no dia 28 de agosto e está sob sigilo.





Ainda de acordo com a investigação relatada no documento do MPRN, que é conduzida pelo promotor Márcio Cardoso Santos, o pagamento de propina teria sido feito pelo empresário Agnelo Cândido, que é o atual presidente do Sindicato das Empresas do Transporte Urbano de Natal (Seturn). Caso seja comprovado o pagamento de propina aos agentes públicos, Carlos Eduardo Alves pode ser indiciado pelo crime de improbidade administrativa.





O promotor responsável pelo caso solicitou informações ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sobre as doações realizadas para a campanha de Carlos Eduardo Alves até o momento.






A tarifa do transporte público de Natal foi reajustada em 8,96% no último dia 20 de maio. Com isso, a passagem pulou de R$ 3,35 para R$ 3,65.






Além de Carlos Eduardo, o Ministério Público também abriu investigação contra o prefeito de Natal Álvaro Dias (MDB) e seu filho Adjuto Dias (MDB), candidato a deputado estadual. Adjuto supostamente teria também recebido propina com fins eleitorais. O prefeito de Natal, por sua vez, pode ser indicado também por improbidade administrativa, caso fique comprovado que teve participação no suposto pagamento.

MÃE 'JOGA' BEBÊ PARA PASSAGEIRO ANTES DE COLISÃO, MORRE, MAS SALVA FILHA NO CE

Uma mulher morreu em uma colisão entre um caminhão e um ônibus em Fortaleza nesta segunda-feira (10), momentos após ela arremessar uma criança para um passageiro do coletivo em que estava. 









Conforme testemunhas, o motorista do ônibus mudou de faixa bruscamente e colidiu com o caminhão, que estava parado na Avenida Alberto Craveiro, no Bairro Dias Macêdo. A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) informou que o caminhão estava parado na faixa exclusiva de transporte coletivo aguardando o fluxo de veículos diminuir para fazer uma manobra e entrar em um galpão. 





Thaís Silva de Almeida, de 27 anos, que morreu no acidente, estava com a criança no colo e conseguiu evitar que ela tivesse ferimentos graves, conforme os passageiros que estavam no veículo. A criança e outras cinco pessoas tiveram ferimentos, mas não correm risco de morrer. 





Após a colisão, a mãe ficou presa às ferragens e morreu antes da chegada de profissionais do Corpo de Bombeiros. 




A AMC informou que o ônibus estava a 49 km/h e a velocidade permitida na via é 60 km/h.
 
 
 
Fonte: G1/CE.

PRAZO PARA PT APRESENTAR SUBSTITUTO DE LULA TERMINA NESTA TERÇA-FEIRA, (11)


Termina às 19h desta terça-feira (11) o prazo para a coligação formada por PT, PCdoB e PROS apresentar ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) um substituto para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na chapa à corrida presidencial de outubro.




Na madrugada do último dia 1º, por seis votos a um, o TSE barrou a candidatura de Lula com base na Ficha Limpa, e deu dez dias corridos para que a coligação substituísse o ex-presidente na chapa. 




A lei define que uma pessoa se torna inelegível quando o processo transita em julgado (quando não cabe mais recurso) ou quando é condenada por órgão colegiado da Justiça - caso do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), onde Lula foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro





Os advogados do petista tentaram adiar o prazo de substituição para o próximo dia 17 de setembro (prazo final para substituição de todos os candidatos), alegando que não haveria tempo hábil para que os partidos que integram a coligação se reunissem e deliberassem sobre o substituto. 





Um dos pedidos foi negado pela presidente do TSE, ministra Rosa Weber. Há ainda outro pedido, esse nas mãos do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), que ainda não decidiu. 





O mais provável é que Lula seja substituído na chapa pelo candidato a vice, Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo. O anúncio deverá ser feito após reunião da Executiva Nacional do PT, prevista para as 11h desta terça, em Curitiba.




Caso a hipótese se confirme, a tendência é de que a chapa seja formada por Haddad e pela deputada estadual Manuela D'Ávila (PCdoB) – que seria a candidata à vice-presidente segundo acordo entre PT e PCdoB




A defesa de Lula ainda conta com outros recursos no Supremo para tentar manter Lula como candidato e ainda tenta que o STF se manifeste sobre o assunto antes da substituição do candidato.




Do Blog: Haddad foi o único prefeito na história de São Paulo, que perdeu a reeleição no primeiro turno. Será que era bom?

ATO PRÓ-BOLSONARO É DESTAQUE NA IMPRENSA INTERNACIONAL

A manifestação convocada pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), ocorrida na Avenida Paulista (SP), neste domingo (25), teve repercussão n...