30 de agosto de 2017

BANDO EXPLODE CAIXA ELETRÔNICO DE BANCO EM CIDADE SERIDOENSE, MAS NÃO CONSEGUE LEVAR DINHEIRO

Bandidos explodiram o posto de atendimento do Bradesco e tentaram roubar o dinheiro do caixa eletrônico, na cidade de Serra Negra do Norte, região Seridó do RN. O crime aconteceu na madrugada desta quarta-feira (30).
 
 
 
 
 
 
 
Segundo a Polícia Militar, um grupo de assaltantes chegou à cidade por volta das 3h da madrugada, espalharam grampos pela estrada e quebraram a porta de vidro do posto de atendimento do banco. Eles não conseguiram roubar o dinheiro do caixa.
 
 
 
 
Ainda segundo a PM, a cerca de um quilômetro da cidade, os criminosos atearam fogo no carro usado por eles na ação. A polícia acredita que outros bandidos deram cobertura e ajudaram na fuga em outro veículo.
 
 
 
 
Policiais de Serra Negra do Norte e de Jardim de Piranhas fizeram buscas pela região. Ninguém foi preso.

DINHEIRO NO BOLSO! SERVIDORES DE SANTANA DO SERIDÓ RECEBERAM SALÁRIOS NESTA QUARTA-FEIRA, (30)

Seguindo com o compromisso em manter o pagamento do funcionalismo público em dia, apesar das dificuldades com as constantes quedas do FPM, o prefeito de Santana do Seridó, Hudson Brito, autorizou, e o depósito dos salários de agosto foi realizado nesta quarta-feira, (30).
 
Com isso, os servidores terão poder de compra, aquecendo o comércio local e regional.

ADOLESCENTE DE 15 ANOS QUE MATOU PADRE COM 29 FACADAS NO INTERIOR DA PB MUDA VERSÃO SOBRE CRIME

O adolescente de 15 anos, suspeito de participação na morte do padre Pedro Gomes da Silva, de 49 anos, na cidade de Borborema, no Brejo paraibano, deu uma segunda versão para a motivação do homicídio. Segundo o delegado do caso, Diógenes Fernandes, o jovem revelou que planejou roubar um cofre na casa do padre junto com o outro suspeito, um jovem de 18 anos que ainda não localizado pela polícia.
 

 
 
 
 
 

 
 
Em uma segunda versão, no entanto, o adolescente falou ao delegado que ele e o outro jovem iriam se aproveitar da afinidade que tinham com o padre para roubar o cofre que eles sabiam que existia dentro da casa. Diógenes Fernandes destacou ainda que os indícios apontam que após matar o padre, os dois suspeitos não encontraram nenhum dinheiro no cofre.
 
 

 
 
A nova versão para crime coincide com uma evidência encontrada no dia dos exames de perícia na casa do padre. Durante a coleta de provas, o Instituto de Polícia Científica (IPC) recolheu uma quantia de R$ 8 mil na casa do padre.
 
 

 
 
Desde o primeiro depoimento, o delegado explicou que havia controvérsias na versão do jovem e achava que adolescente tinha sido orientado a dar a versão anterior. O adolescente passou por audiência e foi encaminhado para uma unidade socioeducativa.
 
 

 
 
Até o início da manhã desta quarta-feira (30), a Polícia Civil seguia à procura do segundo suspeito do crime, um rapaz que havia sido coroinha na mesma época em que padre Pedro atuou na cidade de Arara.
 

PREFEITURA REALIZOU AÇÃO SOBRE SAÚDE BUCAL COM CRIANÇAS E PAIS EM JARDIM DO SERIDÓ

A Prefeitura de Jardim do Seridó, através da Secretaria Municipal de Saúde realizou nesta terça-feira, 28 de agosto, uma ação que contou com a participação dos profissionais da equipe de saúde bucal, Renato Dantas e Lyzandra Costa, juntamente com os Agentes Comunitários de Saúde.
 
 
 


 
 
 

O trabalho teve como foco crianças de 2 a 6 anos, sendo realizada a pesagem de 52 crianças e logo em seguida foram esclarecidas todas as dúvidas sobre saúde bucal dos pequenos e dos pais. Além disso, houve uma escovação, como também distribuição de escovas dentais para os participantes.

ENGAVETAMENTO DE 30 VEÍCULOS CAUSA INCÊNDIO, MATA DOIS E DEIXA 12 FERIDOS EM RODOVIA DE SP

Duas pessoas morreram em um engavetamento envolvendo mais de 30 veículos, entre eles duas carretas, ocorrido pouco antes das 8 horas no quilômetro 75 da Rodovia Carvalho Pinto, em Jacareí, na região metropolitana de São Paulo. Segundo o Corpo de Bombeiros, uma vítima fatal caiu de um viaduto após a colisão. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, há ainda duas vítimas graves e 10 vítimas leves.

 
 
 




 
 
Os bombeiros informaram que uma das carretas carregava tinta, enquanto a outra levava sucata. Após a colisão, parte dos veículos chegaram a pegar fogo. Ao todo, o 11º e o 17º Grupamentos de Bombeiros enviaram 15 equipes ao local.
 




 
 


 
 
Devido ao engavetamento, o tráfego está completamente bloqueado no local. O incidente ocorreu no sentido Rio de Janeiro da via.



TEMER SERÁ ACUSADO DE DOIS CRIMES NA SEGUNDA DENÚNCIA

A Procuradoria-Geral da República (PGR) decidiu reunir em uma só denúncia as acusações de obstrução de justiça e organização criminosa contra o presidente Michel Temer. A peça deverá ser encaminhada ao Supremo Tribunal Federal (STF) após o feriado da Independência, ou seja, na última semana de Rodrigo Janot à frente do órgão. Ele transmite o cargo para a sucessora, Raquel Dodge, no dia 18 de setembro.
 
 
 


A conclusão da denúncia contra o presidente ainda depende da inclusão das acusações feitas pelo operador Lúcio Funaro, que na semana passada assinou acordo de delação premiada com a PGR. Segundo apurou o Valor, Funaro implicou Temer tanto no crimes de obstrução de justiça quando de organização criminosa. Aliados do presidente também foram alvo do delator.
 
 
 
 
 
Investigadores que acompanharam as negociações com Funaro garantem que ele trouxe acusações pesadas contra o presidente e seus aliados mais próximos. No Palácio do Planalto, a expectativa é exatamente a oposta. Assessores de Temer - que passará dez dias fora do Brasil - apostam que a denúncia será um "festival de ilações". 




DESEMBARGADOR APOSENTADO É ALVO DE OPERAÇÃO DO MPF E PF NO RN E PE

O Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal deflagraram, na manhã desta quarta-feira (30), a Operação Alcmeón, cumprindo dois mandados de prisão preventiva, oito de condução coercitiva e 13 de busca e apreensão no Rio Grande do Norte e em Pernambuco. As medidas foram determinadas pela 2ª e 14ª varas federais do Rio Grande do Norte e se referem a dois inquéritos distintos.
 
 
 

O primeiro caso trata da possível compra e venda de votos de desembargadores federais (um falecido e outro aposentado) do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5), localizado em Recife, para análise de um habeas corpus e de um mandado de segurança julgados pelo tribunal no ano de 2012, no âmbito da Operação Pecado Capital. Essa operação apurou um esquema de desvio de recursos federais repassados pelo Inmetro ao Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte - Ipem/RN.
 
 
 

As negociações ilícitas envolvendo os dois desembargadores federais teriam contado com a intermediação de advogados e de um assessor, com repasses de valores de forma oculta e dissimulada, mediante uso de dinheiro em espécie e transferências bancárias envolvendo terceiros.
 
 
 

 
Interferência - O segundo inquérito trata de uma possível “exploração de prestígio” por parte do desembargador aposentado, perante o mesmo TRF5, entre os anos de 2015 e 2017. A atuação irregular desrespeitou, inclusive, a quarentena prevista no art. 95, parágrafo único, inciso V, da Constituição. O desembargador aposentado teria solicitado e recebido valores a pretexto de influir em outros magistrados até mesmo em casos nos quais ele próprio havia atuado como julgador, como na “Operação Pecado Capital” e na “Operação Salt” (que apura esquema de sonegação fiscal de grupo empresarial de Mossoró/RN).

 
 
 
A mesma prática teria se repetido em diversos outros processos, como apelações criminais, ações rescisórias, revisão criminal e ação penal originária. A atuação perante a Corte teria ocorrido através de advogados interpostos e os valores recebidos, muitas vezes, de forma oculta e dissimulada, mediante transferências bancárias para terceiros e também com base em contratos e notas fiscais com falsa descrição de serviços.
 
 
 

Investigações - As investigações se desenvolveram em um trabalho conjunto do Ministério Público Federal, da Polícia Federal e da Receita Federal, contando com informações fornecidas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), pela Justiça Federal e pelo TRF5. As diligências realizadas até o momento envolveram colaborações premiadas, gravações ambientais, interceptações telefônicas, afastamento de sigilo de dados fiscais, bancários, telefônicos e telemáticos, além da obtenção de documentos e colheita de depoimentos.
 
 
 

 
Os crimes investigados são os de corrupção passiva (art. 317 do Código Penal), corrupção ativa (art. 333 do Código Penal), exploração de prestígio (art. 357 do Código Penal), falsidade ideológica de documentos particulares e uso de documentos particulares ideologicamente falsos (arts. 299 e 304 do Código Penal), lavagem de dinheiro (art. 1º da Lei n. 9.613/1998) e associação criminosa (art. 288 do Código Penal).

“VIVA”! EX-PASTOR ACUSADO DA MORTE DE F. GOMES É SOLTO PELA “JUSTIÇA” DO RN

Enquanto a população vive encontrando “culpados” para o crescimento da violência no RN, a “justiça” segue promovendo a impunidade, soltando criminosos perigosos, deixando a impressão de que o crime compensa.
 
 
As brechas nas leis arcaicas e frágeis, direitos humanos para humanos que não são direitos, e um sistema prisional que mais parece uma “colônia de férias”, são verdadeiros promotores de crimes, sempre com benefícios que ajudam à quem vive acabando com vidas de pessoas de bem.
 
 
Após ter o julgamento adiado por 3 vezes, usando das referidas brechas das leis, o ex-pastor Gilson Neudo, acusado de ser um dos mandantes da morte do radialista F. Gomes, foi solto do presídio de Caraúbas nesta terça-feira (29), libertado por força de um alvará de soltura expedido pelo Juiz da comarca de Pau dos Ferros.
 
 
Segundo informações, o TJ/RN teria renovado o prisão temporária (Se fosse prisão preventiva não precisava renovar), do acusado no último dia 21 de agosto, mas, parece que o sistema é ineficiente, pois na segunda-feira, (28), o Juiz da Comarca de Pau dos Ferros, foi obrigado à soltar o acusado.
 
 
Do Blog: F. Gomes sempre lutou pela justiça, pela probidade, denunciando políticos cafajestes, bandidos que roubam vidas humanas, mas “ganhou” a morte como “sentença”. E ainda dizem que não existe ‘Pena de Morte’ no Brasil! Acorde, Justiça Covarde!

“VIVA”! JUIZ CORRUPTO GANHA APOSENTADORIA POR COMETER CRIMES NO RN

O juiz José Dantas de Lira foi condenado à aposentadoria compulsória depois de ser comprovada a participação dele em um esquema criminoso de venda de decisões judiciais. Segundo o Ministério Público do Rio Grande do Norte, os crimes possibilitavam a liberação de empréstimos consignados junto a instituições financeiras, mesmo com margens comprometidas.
 
 
 
 
 
 
O salário base do juiz José Dantas é R$ 28.947,56. O TJRN não informou a idade dele, mas confirmou que ele já tem idade para se aposentar.
 
 
 
 
 
 
O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu, nesta terça-feira (29), por unanimidade, pela aposentadoria compulsória do magistrado, que atuava na 1ª Vara Cível da comarca de Ceará-Mirim, na Grande Natal.
 
 
 
 
 
A decisão é outro desdobramento da operação Sem Limites, deflagrada em julho de 2014, que já havia provocado o afastamento do magistrado no curso de ação penal, bem como no bloqueio de bens nos autos de ação de responsabilização por ato de improbidade administrativa.
 
 
 
 
 
 
Segundo o Ministério Público do RN, os servidores eram procurados por operadores do esquema, que ofereciam a liberação da margem consignável (então limitada até 30%) e cobravam por essa facilitação um percentual do valor do empréstimo. As liberações eram conquistadas a partir da concessão de liminares em ações na Justiça.
 
 
 
 
 
 
Pelos mesmos fatos da representação julgada nesta terça-feira pelo CNJ, o juiz José Lira já estava afastado do cargo por decisão do TJRN, em ação penal que tramitava naquela Corte e que foi remetida ao Supremo Tribunal Federal (STF). Isso porque alegaram suspeição mais de dois terços dos membros do TJ. No STF, a decisão de afastamento do magistrado foi ratificada pelo ministro relator Luís Roberto Barroso.
 
 
 
 
 
 
O esquema descortinado com a operação Sem Limites envolveu advogados e corretor de imóveis que foram, de acordo com o MP, agenciadores do grupo. O Ministério Público aponta que as comissões pagas por escritórios de advogados eram repartidas com o juiz e diretores da secretaria da comarca de Ceará-Mirim. Oito pessoas foram denunciadas no caso, além do magistrado. O MP do RN denunciou os envolvidos com imputações da prática de crimes de corrupção passiva, corrupção ativa e associação criminosa.
 
 
 
 
 
Do Blog: Essas são as leis brasileiras. Um safado desse é condenado à aposentadoria, quando deveria ir para a cadeia. "Viva" o Brasil!
 

COMISSÃO DA CÂMARA DOS EUA APONTA ‘CAMPANHA DE CENSURA NO BRASIL’

A Comissão de Assuntos Judiciários da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, equivalente à CCJ da Câmara brasileira, divulgou nesta quar...