30 de julho de 2021

JARDIM DO SERIDÓ RECEBE VISITA DA DIREÇÃO DO TÉCNICA DA EMATER-RN

A Secretaria de Agricultura, meio ambiente e pesca, recebeu na manhã desta sexta-feira (30) de julho na sede da Secretaria o Diretor Técnico da EMATER-RN Raimundo Costa, a chefe de gabinete Diana, e o Gestor Regional e do Município de Ouro Branco Guaraci Gomes.



"Essa nossa agenda no município de Jardim do Seridó, tem o objetivo de estreitar as relações entre a EMATER e o Município, com ações direcionadas para o desenvolvimento rural, para a Agricultura Familiar'', destacou o Sr. Raimundo Costa, Diretor Técnico da EMATER.



A visita que se inciou na sede da Secretaria ainda passou pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais, em especial chegou até um produtor Jardinense de hortaliças. O objetivo é realizar articulações para ampliar e melhorar as ações da EMATER em Jardim do Seridó, oportunizando assim os nossos agricultores e agricultoras o acesso as políticas públicas de desenvolvimento rural.


GOVERNO BOLSONARO PREVÊ BOLSA FAMÍLIA DE R$300 PARA 17 MILHÕES DE BENEFICIADOS

Até 17 milhões de famílias poderão ser beneficiadas com o Bolsa Família de R$300 com a nova folga no teto de gastos em 2022, disse nesta quinta-feira (29) o secretário do Tesouro Nacional, Jeferson Bittencourt. Segundo ele, a nova margem de R$25 bilhões a R$30 bilhões permitiria o atendimento desse público.

Com orçamento atual de R$34,9 bilhões, o Bolsa Família alcança 14,7 milhões de famílias, com benefício médio de R$190. Nesta semana, o presidente Jair Bolsonaro anunciou a elevação do valor médio para R$300. Segundo ele, a mudança poderá entrar em vigor em novembro deste ano. Posteriormente, o presidente informou que o benefício médio poderia subir para R$ 285. 

 

Ao apresentar a estimativa hoje, o secretário do Tesouro informou que o desenho final da ampliação do Bolsa Família ainda não está fechado. “Esse é apenas um exercício aritmético que aponta a possibilidade da ampliação. Esse espaço [no teto de gastos] que estamos vendo é compatível com um programa dessa magnitude”, declarou.

 

Por causa da inflação acumulada de 8,35% entre julho de 2020 e julho deste ano, o teto federal de gastos subirá de R$ 1,486 trilhão em 2021 para R$1,61 trilhão em 2022, diferença de R$ 124 bilhões. Isso ocorre porque, até 2026, o teto será corrigido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). 

 

Originalmente, o Tesouro Nacional calculava que a folga para despesas discricionárias (não obrigatórias) no próximo ano dentro do teto ficaria entre R$20 bilhões e R$25 bilhões. Na semana passada, o secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Bruno Funchal, anunciou que os cálculos foram revistos, e o intervalo aumentou para algo entre R$25 bilhões e R$30 bilhões. 

 

Segundo Bittencourt, a folga no teto foi recalculada porque o governo diminuiu em cerca de R$5 bilhões a estimativa de despesas obrigatórias para 2022. Entre esses gastos, estão aposentadorias, gastos com o funcionalismo, abono salarial e seguro desemprego, entre outras.

OPERAÇÃO GODELA II COMBATE FRAUDES EM FINANCIAMENTOS DE VEÍCULOS NO RN

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta, (29), a Operação Godela II destinada a apurar fraudes em financiamentos de veículos praticadas entre os anos de 2018 e 2020 no Rio Grande do Norte.

 

Cerca de 20 policiais federais estão cumprindo 5 mandados de busca e apreensão expedidos pela 2ª. Vara Federal/RN, nos municípios de Parnamirim, Espírito Santo e Santo Antônio/RN.

 

A operação decorre de investigações realizadas por meio de sete inquéritos policiais instaurados nos anos de 2019 e 2020, com base em notícias de crime apresentadas por instituições financeiras e, também, por lojistas lesados.

 

Os elementos de prova já colhidos indicam que os investigados arregimentam pessoas para se passarem por terceiros, as quais adquirem veículos por meio de financiamentos, cujas parcelas não são quitadas. Até esta data foram identificadas dez aquisições fraudulentas de veículos.

 

Os suspeitos poderão responder pelo crime de fraude para obtenção de financiamento em instituição financeira, além de associação criminosa e, se condenados, podem cumprir pena de 2 a 4 anos de prisão por cada delito cometido.

 

A 2ª fase da operação Godela hoje deflagrada dá continuidade aos esforços da Polícia Federal no Rio Grande do Norte, iniciados no ano de 2019, para coibir a prática desse tipo de crime.



JOVEM SERIDOENSE MORRE EM ACIDENTE DE CARRO INDO PARA FESTA EM CIDADE PARAIBANA

Uma colisão entre dois carros na noite do último sábado (22), entre Várzea a Santa Luzia tirou a vida da jovem caicoense Nathália Diniz Régi...