3 de dezembro de 2021

CANDIDATO MORRE APÓS PASSAR MAL EM TESTE DE APTIDÃO FÍSICA DO CONCURSO DA POLÍCIA CIVIL DO RN

Um candidato morreu após passar mal durante o Teste de Aptidão Física (TAF) do concurso da Polícia Civil do Rio Grande do Norte. 

 

O candidato foi identificado como Luan Oliveira Rodrigues, de 29 anos, natural de Sergipe. Ele passou mal durante a corrida. 

 

Segundo a Polícia Civil, Luan recebeu atendimento médico no local e foi levado para a UPA de Cidade da Esperança. Ele morreu na unidade hospitalar durante a madrugada. 

 

Ainda segundo informações da Polícia Civil, o candidato apresentou todos os exames médicos que indicava que ele estava apto para fazer o teste físico.

CAMPANHA DA LBV EM TONELADAS DE SOLIDARIEDADE

Não é novidade que milhares de brasileiros reduziram quantidade e qualidade do que ingerem diariamente. Ficar sem comer por 24 horas ou mais é a realidade de quase 20 milhões de pessoas no país. A dúvida se haverá alimento diariamente afeta mais de 24,5 milhões de cidadãos. Além do mais, a incerteza também toma conta de outros 74 milhões de mulheres e homens que não sabem se irão passar por isso. 

 

Esses dados refletem o cotidiano de 116,8 milhões de pessoas que estão vivendo em situação de insegurança alimentar no Brasil, conforme mostra o Inquérito Nacional da Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Rede Penssan). Vale ressaltar que, no país, 41,1% da força de trabalho está na informalidade, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

 

Por isso, a Legião da Boa Vontade (LBV) tem intensificado suas ações emergenciais para atender as famílias mais vulneráveis. No mês de dezembro, a Instituição promove sua tradicional campanha Natal Permanente da LBV — Jesus, o Pão Nosso de cada dia!, para fortalecer o espírito de Solidariedade e angariar doações em prol de quem mais precisa, assegurando-lhes o direito à alimentação. A Entidade está arrecadando itens que compõem as cestas de mantimentos. 

 

A meta é entregar 50 mil cestas de alimentos não perecíveis, as quais vão beneficiar famílias em vulnerabilidade social e em risco alimentar atendidas pela Instituição e por Entidades parceiras em 250 cidades brasileiras. 

 

Aqui no estado, a Instituição, mobiliza a sociedade civil, para que juntos possamos assistir mais de 1.679 famílias em vulnerabilidade social dos municípios Baía Formosa, Canguaretama, Ielmo Marinho, Lajes, Lajes Pintadas, Macaíba, Natal, Pedro Avelino, Pedro Velho, Vila Flor, São José do Seridó, São Tomé, Taipu e Vera Cruz, serão mais de 30 toneladas em alimentos a serem entregues. 

 

Você pode doar os itens ou o valor que puder. Faça doações via transferência bancária pelo PIX: pix@lbv.org.br, acessando o site da Instituição: www.lbv.org.br.  

 

Ou indo pessoalmente a Unidade Socioassistencial em Natal/RN, localizado à Rua dos Caicós, 2148 - Dix-Sept Rosado – Informações: (84) 3613.1655.

CPI ENCERRA OITIVAS COM DEPOIMENTO SOBRE COMPRA DE RESPIRADORES POR CONSÓRCIO NE

A CPI da Covid da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte teve sua última reunião com oitivas nesta quinta-feira (2). No início da reunião, os parlamentares aprovaram requerimento dispensando todas as demais testemunhas que poderiam ser convocadas, para que que a CPI possa chegar ao final cumprindo o cronograma traçado pelos parlamentares. Os últimos depoimentos trataram, principalmente, sobre a compra de respiradores pelo Consórcio Nordeste.

Para esta quinta-feira, estavam previstos quatro depoimentos. O investigado no contrato de compra de respiradores pelo Consórcio Nordeste Fernando Galante permaneceu em silêncio e foi dispensado posteriormente. Por outro lado, a assessora especial do Governo do Rio Grande do Norte, Luciana Daltro de Castro Pádua Bezerra, e o auditor-geral da Controladoria Geral do Estado, Carlos José Cerveira de Andrade e Silva, depuseram na condição de convidados. Os dois falaram sobre o trâmite dos contratos públicos durante a pandemia e reforçaram a lisura nos processos. Além deles, um investigado sobre a compra de respiradores pelo Consórcio Nordeste prestou longo depoimento.

O empresário Cleber Isaac Souza Soares foi ouvido por videoconferência. Em longo depoimento, Cleber Isaac informou a relação que teve com as empresas Hempcare e Biogeoenergy. Ele disse ter sido contratado pela Hempcare para fazer prospecção de novos clientes e negociar produtos que seriam adquiridos pela Hempcare. Ele confirmou que atuou junto à Biogeoenergy e, pelo serviço junto à Hempacare, recebeu R$ 1,4 milhão. 

Questionado sobre a informação de que teria recebido R$ 3 milhões da empresa, Cleber Isaac explicou que recebeu, na verdade, R$ 2,5 milhões, mas porque os valores foram repassados também por Fernando Galante, que, segundo ele, fez o pagamento junto à Hempcare. "Eu tinha negócios com Fernando Galante desde 2015 e parte dos valores eram devidos por ele referentes a outros negócios", explicou.

Ainda no depoimento, o investigado disse que sabia que o contrato entre o Consórcio Nordeste e a Hempcare não tinha seguro e, por isso, de acordo com ele, sugeriu a criação de uma conta vinculada para a hipótese de haver atraso ou impossibilidade de fornecimento dos valores. A sugestão, porém, não foi acatada e houve o prejuízo aos entes públicos que compõem o Consórcio. Dos R$ 48 milhões pagos, ele informou que a Hempcare teria pago antecipadamente R$ 24 milhões à Biogeoenergy, ficado com outros R$ 12 milhões e não informou com precisão para onde teria ido o restante dos recursos. 

O presidente da CPI, deputado Kelps Lima (Solidariedade), questionou por que o próprio Cleber Isaac não devolveu o dinheiro ao Consórcio. Segundo o depoente, não só ele, como também as empresas envolvidas, demonstraram interesse na devolução e que o caso estaria emperrado em questões burocráticas, mas que ele estava buscando fazer o acordo para devolução. 

Ainda na oitiva, o presidente Kelps Lima rebateu dois trechos do depoimento do investigado. O parlamentar negou que houvesse contrato de 'join venture', que é uma associação comercial, entre Hempcare e Biogeoenergy, ao contrário do que havia sido dito pelo depoente. O deputado disse que não havia documentos apontando para essa relação, e sim para uma relação comercial de compra e venda que teria sido assinado após o contrato da Hempcare com o Consórcio Nordeste. O parlamentar ainda rebateu que a Hempcare tivesse firmado algum contrato para compra de respiradores com a China, o que estaria comprovado por documentos.

Após a oitiva da reunião, que foi a 33ª reunião da CPI, o presidente e o relator da CPI, deputado Francisco do PT, confirmaram a leitura do relatório final para a quinta-feira (9), sem possibilidade de apartes ou interrupções por parte dos demais membros da comissão.

SENADO APROVA MP QUE CRIA AUXÍLIO BRASIL

O Senado aprovou nesta quinta-feira (2) a medida provisória que cria o Auxílio Brasil, programa social do governo federal sucessor do Bolsa Família.

 

A medida provisória foi editada pelo governo em agosto, mas, para virar lei em definitivo, precisava ser aprovada pelo Congresso até 7 de dezembro. Agora, a proposta seguirá para sanção do presidente Jair Bolsonaro.

 

O relator Roberto Rocha (PSDB-MA) propôs mudanças somente na redação do texto aprovado pela Câmara, numa tentativa de viabilizar a conclusão da votação nesta quinta. Caso alterasse o conteúdo, a proposta teria de ser analisada novamente pelos deputados.

‘COMO OUSA COMPARAR ISRAEL A HITLER?’, DIZ CHANCELER SOBRE LULA

Declarado persona non grata em território israelense por causa de sua declaração antissemita contra o Estado de Israel, no domingo (18),...