9 de novembro de 2021

INICIATIVA DA LBV AMPARA FAMÍLIAS EM SITUAÇÃO DE INSEGURANÇA ALIMENTAR

Cada vez mais os consumidores brasileiros têm sentido no bolso o aumento dos alimentos na hora de fazer as compras. A alta da inflação mudou o prato e colocou famílias à beira da fome. Segundo estudo divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), em setembro deste ano, o Indicador de Inflação por Faixa de Renda apontou que a inflação continua maior para as famílias que possuem menor renda (0,91%,), enquanto as famílias de renda mais alta a variação é mais amena (0,78%).

 

O cardápio da família é construído ou formado com o que podem comprar e, com o que não subiu de preço entre um mês e outro. Àqueles que se encontram em situação de insegurança alimentar, falta-lhes o alimento básico. A solidariedade muitas vezes é a única forma para se manterem.

 

Sob o slogan “um Brasil que se alimenta e outro que não”, a Legião da Boa Vontade está mobilizando doações com sua tradicional campanha Natal Permanente da LBV — Jesus, o Pão Nosso de cada dia!. Além de todo o trabalho que realiza ao longo do ano, a Instituição promove essa iniciativa com o objetivo de fortalecer esse espírito de Solidariedade e angariar doações em prol de quem mais precisa, proporcionando um Natal mais digno e feliz. 

 

A meta é entregar 50 mil cestas de alimentos não perecíveis em 226 cidades brasileiras, as quais vão beneficiar famílias em vulnerabilidade social e em risco alimentar atendidas nos serviços e programas socioeducacionais da Instituição e também famílias assistidas por organizações parcerias da LBV.

 

Você pode doar os itens que compõem a cesta ou o valor que puder. Celebrar o Natal é também ajudar quem mais precisa. Faça doações via transferência bancária pelo PIX: e-mail: pix@lbv.org.br. Ou, se preferir, leve sua doação na LBV mais próxima. Outras informações você confere no site: www.lbv.org.br/enderecos.

‘ORÇAMENTO SECRETO’ É HERANÇA DA GESTÃO DE MAIA NA CÂMARA

As emendas de relator aparecem no centro do debate sobre votação da PEC dos Precatórios como uma moeda de troca utilizada para garantir votos favoráveis. O “orçamento secreto” foi criado recentemente, quando Rodrigo Maia presidia a Câmara e nutria sonho de ser “premier”. Em tempo recorde, ele aprovou a PEC do Orçamento Impositivo e conseguiu aprisionar o orçamento federal e limitar ainda mais ações do Executivo. 

 

Quando se fala de dinheiro, ideologia fica de lado e Maia aprovou a PEC em dois turnos, em duas horas, mantendo o “sigilo”, hoje tão contestado.

 

O STF tem sido usado para moderar a atuação dos demais poderes. E é nisso que Maia apostou ao mover ação contra a PEC dos precatórios.

 

Maia sabe não haver afronta ao regimento no voto remoto, que foi usado para votar inúmeros projetos na pandemia, inclusive outras PECs.

 

COVARDIA! HOMEM MATA A EX E TENTA SE MATAR NO SERIDÓ POTIGUAR

Um crime de feminicídio seguido de tentativa de suicídio foram registrados na noite desta segunda-feira, (08), na cidade de Parelhas, tendo como vítima fatal Maria Procilene de Macena e Silva, conhecida popularmente como “Kika Macena”, de 41 anos, que foi morta covardemente pelo seu ex, Roberto Alexandre de Barros, de 47 anos, que após matar a ex-mulher, tentou cometer suicídio, atirando contra seu pescoço, mas escapou.

 

Do Blog: Será que se ele quisesse mesmo se matar não teria atirado na cabeça e não no pescoço? Covarde!

BOLSONARO EDITA DECRETO QUE REGULAMENTA O AUXÍLIO BRASIL

O presidente Jair Bolsonaro editou nesta segunda-feira (8) o decreto que regulamenta o Auxílio Brasil — programa social anunciado pelo governo para suceder o Bolsa Família. O ato foi publicado em edição extra do "Diário Oficial da União".

 

A medida provisória que criou o Auxílio Brasil foi publicada no "Diário Oficial da União" em 10 de agosto. A MP tem força de lei, mas precisa ser aprovada por deputados e senadores em até 120 dias para vigorar de forma definitiva.

 

O decreto publicado nesta segunda regulamenta a medida. Entre as regras estabelecidas, está a definição dos valores que serão pagos aos beneficiários.

NÚMERO DE MORTES POR COVID NO BRASIL NAS ÚLTIMAS 24 HORAS FICA POUCO ACIMA DE 100

O Brasil registrou nesta segunda-feira (8) 118 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, com o total de óbitos chegando a 609.602 desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias ficou em 235 --abaixo da marca de 250 pelo 6º dia (e abaixo de 300 pelo 8º dia). Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -31% e aponta queda pelo oitavo dia seguido. Há uma semana o país mantém tendência de queda expressiva nesse comparativo, com ao menos 30% de diminuição todos os dias.

IRIS REZENDE MORRE APÓS MAIS DE 3 MESES INTERNADO

Ex-governador de Goiás e ex-prefeito de Goiânia, Iris Rezende morreu por volta da meia-noite e meia de terça-feira (9), em São Paulo (SP), após mais de três meses internado. Aos 87 anos, ele estava tentando se recuperar de um acidente vascular cerebral (AVC) que sofreu em agosto, na capital.

 

Segundo a assessoria do político, o corpo deve ser trazido para Goiânia e será velado no Palácio das Esmeraldas, a partir das 8h. O sepultamento será no cemitério Santana, também na capital, e está previsto para as 17h.

CRIANÇA DE 6 ANOS E HOMEM SÃO MORTOS A TIROS NO RN; IDOSO E OUTRO HOMEM FORAM BALEADOS

Uma criança de 6 anos  e um homem de 29 morreram a tiros neste fim de semana no bairro Dix-Sept Rosado, em Natal.    Além dos mortos, Abne...