2 de julho de 2010

TRISTEZA! BRASIL ESTÁ FORA DA COPA DA ÁFRICA; MAS SOU BRASILEIRO DE CORAÇÃO!

Que o Brasil perdeu o jogo para a Holanda, todos já sabem, mas, eu não concordo com a vibração de alguns ante-patriotas que vibraram e festejaram a derrota de nossa seleção, que com certeza entrou no jogo com intuito de ganhar, mas como foi visto, vacilou e perdeu o jogo, o que não vai diminuir seu brilhante nome dentro da historia das copas do mundo, já que o mesmo continuará imbatível no numero de títulos.

Particularmente falando, assim como milhões de Brasileiros estou triste, mas nada me faz torcer contra minha pátria, pela qual tenho respeito, amor, e principalmente orgulho de ser Brasileiro, o que me deixa indignado com algumas “catrevagens” que torcem contra sua própria nação, mostrando total falta de amor ao seu País, sendo que torcem por outros países que nem sabem onde ficam.

Ademais, tenho plena convicção que o sentimento de cada um dos jogadores que lá estavam nos representando também é de muita tristeza, e que a derrota foi uma triste má sorte, já que o primeiro gol adversário foi uma falha do melhor goleiro do mundo, e que teve a humildade de falar para seu povo após a derrota.

Por todo o exposto, gostaria de dizer para estas “catrevagens”, que podem torcer contra o Brasil, mas que se eles fossem embora para seus países favoritos seria bem melhor, só assim nós que temos amor pela nossa nação, ficaríamos livres deste gesto de falta de respeito pela pátria mãe. Brasil! Brasil! Brasil! Eternamente Brasil!


“OPERAÇÃO MÃO NA RODA”; POLÍCIA PRENDE 24 INTEGRANTES DE QUADRILHA DE ARROMBADORES DE VEÍCULOS

A Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) coordenou nesta quinta-feira (1º) a “Operação Mão na Roda”, com o objetivo de cumprir 21 mandados de prisão e desarticular uma quadrilha especializada no arrombamento de veículos para o furto de aparelhos de som, objetos de valor, pneus estepe, entre outros. Duzentos policiais participaram da ação que desmantelou toda a cadeia do crime prendendo arrombadores e receptadores. Um agente da Polícia Civil foi preso por favorecimento ao crime. A polícia apreendeu centenas de objetos, vários deles proveniente de furtos. Outras três pessoas foram presas em flagrante.

A delegada Alzira Veiga, titular da Especializada de Atendimento ao Turista (Deatur), presidiu a investigação que contou com o apoio do Serviço de Inteligência e teve início em janeiro deste ano. Segundo a delegada, no início do ano foi detectado um aumento das ocorrências de turistas com carros arrombados. “Os bandidos iniciaram furtando os pneus estepe. Depois passaram a visar outros objetos de valor”, disse.

Os agentes da Deatur passaram a monitorar suspeitos e depois de vários dias identificaram os arrombadores através de vigilâncias ininterruptas. Mais adiante, no decorrer das diligências, foram localizados os receptadores. “Eles faziam dez furtos por dia. Tinham isso como meio de vida”, explicou a delegada Alzira Veiga.

Durante a investigação, a polícia obteve imagens captadas pelas câmeras de circuito interno de alguns estabelecimentos. Com elas é possível identificar o modus operandi do bando. No caso do arrombamento de um Fiat Doblô de turistas paulistas, no estacionamento de um shopping, em janeiro deste ano, os investigadores verificaram que os bandidos agiam rápido e que os crimes duravam em média menos de dez minutos. Nesse caso específico, a ação toda, da chegada dos bandidos a saída, durou 48 minutos. Foram roubados malas, uma frasqueira e um GPS avaliados em mais de R$ 4 mil. Os criminosos agiam inclusive em locais públicos como estacionamentos de universidades, de supermercados e shoppings.

Munido de provas, a Polícia Civil solicitou ao juiz Alceu José Cicco, da 2ª Vara Criminal Zona Sul, a expedição de 25 mandados de prisão preventiva e 28 de busca e apreensão. Às 3 horas da madrugada, cerca de 200 policiais civis e militares se reuniram para realizar as prisões, às 5 horas, em vários pontos da Grande Natal. Numa das abordagens, no bairro de Dix-Sept Rosado, a polícia foi recebida à bala. Houve revide, mas o suspeito acabou detido sem ferimento.

Na operação foram apreendidas dezenas de malas de viagem, pneus, rodas, aparelhos de toca cd, caixas de som, roupas, celulares, câmeras fotográficas, notebooks e três armas de fogo. A polícia aprendeu dezenas de objetos, mesmo a investigação demonstrando que o produto do roubo era rapidamente repassado aos receptadores e vendido.

Os presos são: Márcio Daniel Pereira, o “Rolinha”; Francisco Aureliano de Oliveira, Anderson Gadelha de Paiva, o “Caboré”; João Antônio Neto; Antônio Nogueira de Góis, o “Toinho”; William Fernandes Cirilo; Rodrigo Macedo da Fonseca, o “Poney”; Francisco de Assis Cardoso da Silva Júnior, o “Barba Chato”; Plínio Tavares de Miranda, o “Índio”; Fábio Augusto Teixeira Furtado da Silva; Geraldo José Ferreira da Silva, o “Ivan”; Clebson Lopes da Costa; Flávio Barbosa Targino; José Josino Neto; Cláudio Tercino Medeiros da Costa; Emanoel Aldo Cordeiro, o “Cego”; Luiz Eduardo Bezerra Costa Lima; Marcos Antônio Cortez; Adailton Santos Silva; Thiago Berto, todos com mandado de prisão. Foram presos ainda em flagrante Fernanda Macedo Fonseca da Rocha, Adenilson Santos e Emanuel da Silva Rodrigues.

Além deles, a polícia cumpriu um mandado de prisão contra o agente da Polícia Civil, José Robson da Silva, do 2º DP. Ele foi preso no local de trabalho por policiais da Delegacia Geral da Polícia Civil (Degepol). Ele é investigado por repassar informações sigilosas a um dos integrantes da quadrilha. Todos os presos foram detidos e encaminhados para o Centro de Detenção da Zona Sul onde estão à disposição da Justiça.


OPERAÇÃO MOSSORÓ LIVRE PRENDE SEIS PESSOAS

A Polícia Civil realizou, na manhã desta quinta-feira (1º), a “Operação Mossoró Livre”, comandada pela Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc), que teve como objetivo prender traficantes e pessoas envolvidas com assaltos, além de apreender armas ilegais. Dos 12 mandados emitidos pela Justiça, cinco foram cumpridos. No total, foram realizados seis flagrantes.

Os detidos foram identificados como: Francisco Januário da Silva, 39 anos (flagrado com sete aves silvestres, 38 munições calibre 38 e uma calibre 32 deflagrada); Adolfo Moura de Medeiros, 19, carroceiro (de posse de um revólver calibre 38 com a identificação raspada); Thalmo Samuel Couto Meneses, 23 anos (flagrado com dez pedras de crack e dinheiro fracionado); Patrícia Barbosa Batista e Silva, 33 anos, doméstica (flagrada junto com Thalmo); José Claudio de Souza, 36, auxiliar de serviços gerais (flagrado com duas espingardas, seis espoletas e 160g de chumbo); e o comerciante Marcos Antônio de Oliveira, 47 anos (flagrado com R$ 2.308,10, duas espingardas, munições e 40g de maconha).

A polícia acredita que o revólver encontrado com Adolfo Moura de Medeiros seja roubado da Polícia Militar, já que o local do brasão está raspado. Além disso, os agentes relataram que Thalmo Samuel e Patrícia Barbosa foram presos no bairro Pintos, em uma residência cujo casal afirma ser alugada. Para a polícia, mesmo diante das evidências, ambos negaram ser usuários ou envolvidos com o tráfico de drogas.

O titular da Denarc, Dennys Carvalho, considerou a “Operação Mossoró Livre” um sucesso. O delegado explicou que ações desse tipo precisam ser constantemente deflagradas. “A população precisa dessas ações e aqueles envolvidos com a marginalidade se sentem pressionados com ações repressivas como essa. E tudo isso só foi possível graças à parceria entre a Justiça e as Polícias Civil e Rodoviária Federal”, disse.


PF E RECEITA FEDERAL APREENDEM 50 MIL MAÇOS DE CIGARROS CONTRABANDEADOS NO RN

A Receita Federal, a Polícia Federal e a Secretaria da Fazenda (Sefaz) apreenderam 50 mil maços de cigarros em uma operação na manhã desta q...