27 de setembro de 2016

SERIDOENSE SUBTENENTE DA PM CANDIDATO A REELEIÇÃO DE VEREADOR EM CIDADE DO RN É MORTO A TIROS

Vereador Clementino era candidato à reeleição (Foto: Divulgação/PM)

O vereador e candidato à reeleição Manoel Clementino do Carmo (PMDB), de 56 anos, foi assassinado a tiros na noite desta segunda-feira (26) durante um evento político em Serrinha dos Pintos, cidade distante cerca de 367 quilômetros de Natal.
 
 
 
O crime aconteceu por volta das 20h. De acordo com a Polícia Militar, Clementino estava em uma movimentação política quando foi baleado. Outro homem, ainda não identificado, também foi atingido. Eles foram socorridos ao Hospital de Pau dos Ferros.
 
 
 
Clementino não resistiu e morreu no centro cirúrgico do hospital. Já o outro homem está internado, mas o estado de saúde dele não foi divulgado. Segundo a polícia, ninguém foi preso. Ainda não se sabe a motivação do atentado.
Subtenente da PM, o vereador Clementino era casado e natural de Caicó.
 

Fonte: G1/RN.

IGARN DIVULGA DADOS ATUALIZADOS DA SITUAÇÃO DOS RESERVATÓRIOS DO RN

O Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn) possui como uma de suas atribuições o monitoramento do volume de águas nos reservatórios do estado. Ao todo, 47 reservatórios são monitorados.  As últimas análises demonstraram que este volume de águas continua reduzindo nos açudes vistoriados, resultado da escassez de chuvas.
 
 
 
 

O último relatório de situação volumétrica, datado do dia 23 de setembro, indica que 21, dos 47 reservatórios do estado, com capacidade acima de cinco milhões metros cúbicos, já estão em volume morto ou secos. Se a estiagem permanecer na próxima estação chuvosa, outros 10 chegarão à mesma situação em período inferior a 12 meses.
 
 

Maior reservatório do estado, a Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, com uma capacidade de 2,4 bilhões de metros cúbicos, atualmente possui 453,4 milhões de metros cúbicos, o que corresponde a 18% do seu volume máximo. Já a Barragem de Umari está com 13,82% da sua capacidade, o que na vazão atual suportará até agosto de 2017.
 
 

Na região do Seridó, o açude Itans está com 2,24% de sua capacidade o que já caracteriza volume morto. O Açude de Cruzeta na mesma região com menos de 1% também está em volume morto.  
 


Em termos percentuais, 61% dos açudes do estado já se encontram em volume morto ou secos. Se a estiagem persistir, dentro dos próximos meses, esta porcentagem pode aumentar para 80%. Os dados atuais apontam que, nas condições atuais de uso, dois reservatórios possuem volume suficiente para chegar a 2019 e apenas um entraria 2020 sem estar no volume morto.

JUSTIÇA CONDENA EX-VEREADOR DE NATAL A 12 ANOS DE PRISÃO POR PECULATO E FORMAÇÃO DE QUADRILHA

O juiz Raimundo Carlyle, da 4ª Vara Criminal de Natal, condenou o ex-vereador Dickson Nasser a uma pena de 12 anos e cinco meses de reclusão pela prática dos crimes de peculato e formação de quadrilha – 72 vezes. O magistrado condenou ainda outras oito pessoas, à época dos fatos lotadas no gabinete do ex-vereador, pela prática dos mesmos crimes. Segundo a denúncia do Ministério Público, feita a partir de um desdobramento da Operação Impacto, Dickson Nasser articulou um esquema de desvio de dinheiro público no âmbito de seu gabinete na Câmara Municipal de Natal através da nomeação de pessoas para o exercício de cargos comissionados condicionada à entrega dos cartões bancários e respectivas senhas de seus funcionários, repassando-se os salários dos servidores ao então vereador através de depósitos na conta deste. O dano ao erário seria de R$ 109.665,49.
 
 
 
Segundo a sentença, os réus deverão ainda perder perder seus cargos, funções públicas ou mandatos eletivos, “seja na função que exerciam à época dos fatos ou em outra que por ventura exerçam no presente”, tendo seus direitos políticos suspensos. “As condutas são graves e a predisposição ao crime foi intensa, visto que, além da falta de comprometimento no exercício de seus cargos, aqueles exerciam função de confiança em gabinete na Câmara Municipal de Natal e se valeram desse posto para agir livremente com seu intuito criminoso, (…) o que demonstra a ousadia e completo desrespeito à ética e moralidade administrativas”, aponta o julgador. Todos os réus poderão recorrer em liberdade.
 

No dia 10 de julho de 2007, durante cumprimento de mandado de busca e apreensão realizado na Câmara de Vereadores de Natal por ocasião da Operação Impacto, foram apreendidos no interior do gabinete do então vereador Dickson Nasser, diversos cartões bancários da Caixa Econômica Federal, juntamente com as respectivas senhas, de titularidade dos assessores do gabinete Antônio Paulino, José Mascena, Maria do Livramento Fonseca, Maria Lourdes Fonseca, Regina Celi e Verônica Fonseca – todos condenados pelo juiz Raimundo Carlyle.
 
 
De acordo com o Ministério Público, esses servidorescolaboraram com o esquema ao disponibilizarem os seus dados e documentos pessoais para figurarem formalmente como ocupantes de cargos comissionados de Assessor Legislativo junto ao Gabinete do Vereador Dickson Nasser, alguns sequer dando expediente na Câmara Municipal de Natal”.
 
 
 
Segundo o MP, o ex-vereador contou com o auxílio dos também condendados Hermes da Fonseca e Francimackson dos Santos, servidores públicos de seu gabinete, para a concretização do esquema. Eles seriam funcionários de extrema confiança do vereador, e que, além de receberem dos demais servidores seus cartões bancários e senhas, também operacionalizavam o desvio de recursos públicos, mediante o saque dos respectivos salários percebidos da Câmara Municipal de Natal das contas bancárias e o repasse para Dickson Nasser.
 
 
 
Após quebra de sigilo das operações bancárias dos denunciados, observou-se uma coincidência entre as datas, horários e agências em que os saques foram efetuados nas contas bancárias dos servidores, demonstrando que tais saques eram realizados por uma única pessoa e não pelo titular da conta.
 
 
 
Constatou-se ainda inúmeros depósitos em dinheiro não-identificados na conta bancária de Dickson Nasser, geralmente em datas próximas, se não exatas, a dos saques realizados na conta dos demais denunciados.

ADIADA ABERTURA DA CENTRAL DO CIDADÃO DE MACAU

A inauguração da Central do Cidadão de Macau, que seria realizada na manhã desta terça-feira (27), foi adiada por recomendação do Ministério Público.
 
 
 
Segundo o coordenador do setor responsável pela Central do Cidadão, Clênio Maciel, os serviços à população deverão ter início no próximo dia 4.
 
 
 
A central de Macau funcionará das 7h às 13h e vai oferecer emissão de carteira de identidade e de CPF, serviços do Detran-RN e da Caern. Além disso outros serviços serão implantados posteriormente, entre eles, o Procon e a emissão carteira de trabalho.
 
 
 
A expectativa é que sejam realizados 20 mil atendimentos por mês, beneficiando a população de Macau e de cidades próximas como Porto do Mangue, Guamaré e Galinhos. A estrutura funcionará provisoriamente em prédio locado, até a construção de uma central modelo, prevista para 2017.

COMANDANTE MANDA PRENDER PM QUE USOU REDE SOCIAL PARA CRITICAR A POLÍCIA

Soldado João Maria Figueiredo da Silva trabalha na cidade de Touros (Foto: Reprodução/Facebook)

A Polícia Militar do Rio Grande do Norte mandou punir um soldado, com 15 dias de prisão, por entender que ele cometeu uma transgressão disciplinar ao usar uma rede social para fazer críticas ao atual modelo de polícia. João Maria Figueiredo da Silva é lotado na cidade de Touros, no litoral Norte potiguar. Ele ainda não foi oficialmente notificado da decisão e segue trabalhando normalmente.
 
 
 
Segundo Boletim Geral datado de 21 de setembro, o soldado “publicou palavras não condizente com a ordem castrense, que desrespeita e ofende a instituição e seus integrantes, além de promover o descrédito do bom andamento do serviço ostensivo da Polícia Militar, conduta que é considerada contrária as normas regulamentares e éticas esculpidas no Regulamento Disciplinar da Polícia Militar” (SIC).
 
 
 
Comentário feito pelo soldado João Maria Figueiredo foi considerado uma ofensa à Polícia Militar  (Foto: Reprodução/Facebook)
 
 
Para o tenente-coronel Arthur Emílio Monteiro de Araújo, assessor de comunicação da PM, a punição ao soldado foi aplicada conforme o previsto no regulamento. “Ele foi punido de acordo com as normas. Quando ingressou na Polícia Militar, ele sabia quais eram as regras. As redes sociais facilitam a comunicação, mas as pessoas esquecem dos cuidados. Essa é uma orientação que nós damos: tenham cuidado com o que é postado, porque o que é dito pode ser usado contra a própria pessoa. Muitas vezes, os policiais se expõem e acabam também expondo seus familiares sem necessidade alguma”, comentou.


 

CORPO DA CANTORA CARMEN SILVA É ENTERRADO NESTA TERÇA-FEIRA, (27) NO INTERIOR DE SP

O corpo da cantora Carmen Silva foi enterrado às 16h30 desta terça-feira (27) no Cemitério Municipal São Miguel Arcanjo, em Santana de Parnaíba (SP).
 
 
 
A artista mineira morreu aos 71 anos desta segunda-feira (26). Ela estava internada desde 14 de setembro Hospital Presidente e teve insuficiência cardíaca por conta de uma embolia pulmonar.
 
 
 
Carmen Silva ficou conhecida pelo hit "Adeus solidão" de 1969. Este foi seu primeiro e maior sucesso, mas ela também teve mais canções populares nos anos 70 e 80, como "Meu velho pai", "Fofurinha", "Ser sua namorada" e "Sapequinha", "Espinho na cama", entre outras.
 


Carmen Sebastiana de Jesus (seu nome de batismo) nasceu em Veríssimo (MG). Ela lançou 17 álbuns pela gravadora RCA Victor, e depois pela RGE, entre as décadas de 1970 e 1990, informa o dicionário musical Cravo Albin.


A partir de 2001, Carmen Silva três álbuns evangélicos pelo selo Graça Music. O úlitmo foi "Minhas canções na voz de Carmen SIlva", de 2008.

STF ACEITA DENÚNCIA E TORNA GLEISI E PAULO BERNARDO RÉUS NA LAVA JATO

O ex-ministro Paulo Bernardo e a senadora Gleisi Hoffman, que são casados. PF cumpre mandado de busca na casa da senadora Gleisi e prendeu o marido dela (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil; Jefferson Rudy/Agência Senado) 

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), composta por cinco ministros, aceitou por unanimidade nesta terça-feira (27) denúncia apresentada pela Procuradoria Geral da República (PGR) contra a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e o marido dela, o ex-ministro Paulo Bernardo, na Operação Lava Jato.
 
 
 
O STF também aceitou a denúncia contra o empresário Ernesto Kugler Rodrigues, ligado ao casal. Com isso, os três passam à condição de réus no processo. Eles são acusados pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
 
 
Gleisi é a primeira senadora a se tornar ré na Lava Jato. Como o processo não foi desmembrado, todos os três responderão ao processo no Supremo.
 
 
 
O relator da Lava Jato no STF, ministro Teori Zavascki, foi o primeiro a votar pelo recebimento da denúncia. Ele foi acompanhado pelos ministros Dias Toffoli, Celso de Mello, Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes.
 
 
Com a denúncia aceita pelo STF, inicia-se a fase de coleta de provas e depoimentos de testemunhas de defesa e acusação.
 
 
 
Segundo a acusação, os três, "agindo de modo livre, consciente e voluntário”, pediram e receberam R$ 1 milhão desviados do esquema de corrupção que atuava na Petrobras.
 
 
 
O dinheiro teria sido direcionado para campanha eleitoral de Gleisi em quatro parcelas de R$ 250 mil.
 
 
 
O repasse teria sido realizado, segundo a PGR, através de empresas de fachada do doleiro Alberto Youssef contratadas pela Petrobras a firmas de Rodrigues.
 
 
 
Ainda segundo a PGR, os recursos foram liberados pelo ex-diretor de Abastecimento Paulo Roberto Costa, cujo objetivo seria obter apoio político de Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo para se manter no cargo.

NAÇÃO VERMELHA PROMOVE GRANDE MOVIMENTAÇÃO POLÍTICA NO BAIRRO BAIXA DA BELEZA COM AMAZAN E DRª ANINHA

A Nação vermelha, da coligação “Mudar para Melhorar”, invadiu o bairro Baixa da Beleza  e promoveu mais uma grande movimentação política nessa campanha, com passeata e comício relâmpago. Faltou espaço para a nação 55, que ficou comprimida ao longo das ruas do bairro.
 
 
 
 
 
 
Ao longo do percurso a passeata ficava lenta devido às manifestações de carinho que  Amazan e Drª Aninha recebia dos moradores por onde passava.
 

 
Em sua fala, Amazan enalteceu o bairro e sua gente, pedindo o voto para que o trabalho transformador comece no dia 1º de janeiro em sua administração.
 
 
 

 
 
 
No final, o povo aplaudiu e vibrou com a festa democrática da coligação 55. Na próxima quarta-feira (28), será a vez do Povoado Currais Novos receber a caravana da verdade e do compromisso para um grande comício com Amazan, Drª Aninha e os candidatos a vereador.

DETRAN RECUPERA SINALIZAÇÃO VIÁRIA EM CIDADES DO RN

O Governo do Estado, por meio do Detran/RN, está revitalizando a sinalização horizontal e vertical em vários municípios. A recuperação já passou pelas cidades de Serra Caiada, Ceará-Mirim, Alexandria, Jucurutu, entre outras. Na próxima etapa, a equipe de Operações do Detran/RN deve seguir para Severiano Melo.
 
 
 
 
 
De acordo com a necessidade de cada município, o serviço inclui a sinalização com a restauração de lombadas e faixas de pedestres, a substituição e instalação de novas placas, assim como a pintura de eixo e bordo, permitindo aos motoristas e pedestres melhores informações referentes ao trânsito, como também maior fluidez no tráfego.
 
 
 
Para realizar os serviços de implantação e manutenção da sinalização viária, o Departamento Estadual de Trânsito do RN utiliza recursos da arrecadação de taxas e autuações de trânsito emitidas pelo órgão.

JOVEM É MORTO A TIROS QUANDO TRAFEGAVA DE MOTO EM CIDADE SERIDOENSE

Um homicídio foi registrado no final da tarde desta segunda-feira, (26), em Carnaúba dos Dantas, onde o jovem, Joabson, foi morto a tiros por dois elementos que o chegaram em uma moto.
 
Segundo testemunhas, o jovem trafegava em sua moto na cidade, quando foi surpreendido pela dupla que estava em uma moto Bros vermelha. Sem ter tempo para fugir dos assassinos, Joabson foi morto com vários tiros. A polícia atendeu a ocorrência, mas ainda não tem pistas dos criminosos. A corpo foi levado para o ITEP.

GOVERNO DO RN DECRETA SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA POR SECA

O Governo do Rio Grande do Norte decretou estado de emergência pela seca em 153 municípios potiguares. De acordo com o decreto assinado pelo governador Robinson Faria, o estado fica livre para contratar, sem licitação, as obras e os serviços necessários para reduzir os efeitos para as consequências provocadas pela estiagem. O decreto vale por 180 dias a partir da publicação.
 
 
  
 
 
 
No decreto, o governador considera que os cinco anos de seca desestruturaram cadeias produtivas do estado, afetando inclusive as exportações e a arrecadação de impostos. De acordo com governo, a estiagem causou uma frustração, quase por completo, das safras de grãos, tubérculos e demais culturas de subsistência, desestruturou a cadeia produtiva do mel - inviabilizando as exportações - e reduziu a em mais de 30% a produção de milho, arroz, feijão e sorgo.
 
 
 
Ainda de acordo com o decreto, os prejuízos no setor agropecuário é estimado em algo superior a R$ 4 bilhões. Para o Estado, o prejuízo representa uma redução de 50% na contribuição do setor rural para a formação do Produto Interno Bruto do RN.
 
 
 
Além dos problemas econômicos criados pela estiagem, a falta de chuva também afeta o abastecimento da população das cidades atingidas. O Governo também considerou o relatório da Companhia de Águas e Esgotos do estado (Caern) que aponta 14 cidades em colapso e 79 com o fornecimento de água sendo feito por rodízio.
 
 
 
Segundo um relatório do Instituto de Gestão das Águas do Estado do Rio Grande do Norte (Igarn), dos 47 reservatórios de água com mais de 5 milhões de metros cúbicos de água no RN, 21 estão em volume morto e oito estão secos. Ainda de acordo com o Igarn, a tendência é que outros cinco entrem em volume morto até o fim do ano.

MULTIDÃO PARTICIPA DO SACODE 25 EM EQUADOR

A caravana Sacode 25 da candidata à reeleição em Equador, Noeide Sabino, levou milhares de pessoas às ruas da cidade ocorrido na noite desse domingo, dia 25. De acordo com a quantidade de pessoas presentes, essa foi uma das maiores caminhada já realizada na história política de Equador. Os deputados Felipe Maia, Hermano Morais e Nelter Queiroz estiveram participando do Sacode 25, numa demonstração de apoio à Coligação Equador Cada Vez Melhor.
 
 

 
 

Em seu discurso, Noeide Sabino agradeceu a presença de todos, agradeceu a Deus e aproveitou para reafirmar o compromisso de trabalho com o povo e a cidade. “Tenho dito que governar é trabalhar para as pessoas. Acredito que estamos no caminho certo com tanta gente me acompanhando nessa noite. Só nos
dá mais vontade de trabalhar e trabalhar", disse Noeide Sabino sob aplausos da multidão que prestigiou o evento.
 
 
A candidata aproveitou para reafirmar o apoio dos seus candidatos a vereador e a parceria com seu vice, Joady Gomes. Acrescentou que durante a campanha foi muito bem recebida pela população que agradece a luta incansável dela no momento crítico vivido pelo município com a estiagem e a limpeza do açude, Operação Carro-Pipa e as perfurações de poços.
 
 
 
 
 
A organização e limpeza da cidade, os vários feitos na saúde como a contratação de especialistas, funcionamento das unidades de saúde e total atenção com os pacientes que fazem tratamento fora de domicílio e que, apesar da crise, nunca houve atraso do pagamento do funcionalismo público, o que aquece a economia da cidade. "Muitos foram os agradecimentos das pessoas em relação a minha gestão e quero afirmar que tudo isso foi só o início. Quero fazer e vou fazer muito mais", garantiu Noeide à multidão.
 
 

FALA DE MINISTRO DA JUSTIÇA IRRITA GOVERNO TEMER

A 35ª fase da Operação Lava Jato, que tem como principal destaque a prisão do ex-ministro Antonio Palocci (PT), tem um elemento prejudicial ao governo do presidente Michel Temer (PMDB): o ministro da Justiça Alexandre de Moraes (PSDB) antecipou neste domingo (25) que haveria uma nova fase da Lava Jato nesta semana.
 
 
"Teve a semana passada e esta semana vai ter mais, podem ficar tranquilos. Quando vocês virem esta semana, vão se lembrar de mim", afirmou o ministro em um evento de campanha do deputado federal Duarte Nogueira (PSDB), candidato a prefeito de Ribeirão Preto.
 

Mas por que a declaração de Moraes preocupa o governo? Além de atribuir desconfiança sobre a isenção das investigações, a atitude do ministro aumenta os rumores de que o governo peemedebista interfere no andamento da Lava Jato.
 
 
Ainda ontem, o Ministério da Justiça e Cidadania informou que a declaração do ministro não passava de uma “força de expressão”.
 

De acordo com a nota, a frase "não foi dita porque o ministro tem algum tipo de informação privilegiada ou saiba de alguma operação com antecedência, e sim no sentido de que todas as semanas estão ocorrendo operações".
 
 
A atitude de Moraes de antecipar uma nova fase da Lava Jato também coloca em dúvida a autonomia da atuação da Polícia Federal em relação ao governo.
 
 
Moraes, que está em São Paulo participando de congresso de combate e prevenção à lavagem de dinheiro e ao financiamento do terrorismo, deve embarcar para Brasília (DF) ainda nesta segunda-feira (26) e se reunirá com Temer.
 
 
Membros do primeiro escalão do governo não escondem a insatisfação sobre postura do titular da pasta de Justiça. Um interlocutor de Temer afirmou que a reunião de hoje representará um aceno do presidente para o ministro. “Ele saberá que está por um fio. Não é a primeira declaração infeliz que ele faz”. A demissão de Moraes não está descartada.
 
 
Nos corredores do Palácio do Planalto, a leitura é que Moraes falou demais e foi irresponsável ao fazer a declaração por ser ministro da Justiça e chefe administrativo da Polícia Federal.
 
 
Em nota, a Polícia federal afirmou que “somente as pessoas diretamente responsáveis pela investigação possuem conhecimento de seu conteúdo”.
 
 
O presidente, Michel Temer, e o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes: declaração do ministro no final de semana não agrada Planalto e aumenta desconfiança sobre isenção da Lava Jato. 
 
 
O governo Temer tem sido marcado por declarações infelizes de ministros, o que tem prejudicado a imagem do presidente.
 
 
Nesse cenário, o Planalto buscou novas estratégias de comunicação para minimizar efeitos de falas equivocadas de membros do governo.
 
 
O ministro da Justiça resistiu e disse a interlocutores que não precisava de treinamento para falar com a imprensa. A reunião com Temer deve servir para mostrar a ele que falar demais não é um bom negócio para o governo peemedebista. Segundo aliados de Temer, a fala de Moraes representa um desserviço às investigações e um despreparo para ocupar o cargo.
 
 
Durante coletiva de imprensa nesta segunda-feira, a Polícia Federal negou que tenha repassado informações privilegiadas ao ministro.
 

‘COMO OUSA COMPARAR ISRAEL A HITLER?’, DIZ CHANCELER SOBRE LULA

Declarado persona non grata em território israelense por causa de sua declaração antissemita contra o Estado de Israel, no domingo (18),...