21 de janeiro de 2009

PREFEITO E VICE DE CURRAIS NOVOS SÃO CASSADOS, PRESIDENTE DA CÂMARA ASSUMIRÁ CADEIRA


O juiz da 20ª zona eleitoral de Currais Novos, Dr. Waldir Flavio Lobo Maia, cassou os diplomas de Geraldo Gomes (DEM) e Milena Galvão (PP), respectivamente, Prefeito e Vice-prefeita do Município, por causa de uma investigação judicial impetrada na justiça eleitoral pela coligação Avança Currais Novos, que apoiou a candidatura de José Lins e Vilton Cunha, que foram derrotados na última eleição.

O juiz entendeu que houve captação ilegal de sufrágios (compras) de votos e abuso do poder econômico por parte da coligação “Currais Novos unida, com Competência e Honestidade”, que apoiou as candidaturas de Geraldo Gomes e Milena Galvão no último pleito eleitoral.

Na sentença o Juiz também determinou a obrigatoriedade do pagamento uma multa no valor de 25 mil Ufirs. Waldir Flavio Lobo Maia também decidiu que o Presidente da Câmara Municipal, João José da Silva Neto, (DEM), que é aliado político de Geraldo Gomes, assumirá o cargo de prefeito. Ainda cabe recurso da decisão.

Segundo as informações chegadas ao blog, a Assessoria de Jurídica de Geraldo Gomes e Milena Galvão, ainda hoje deverá entrar com uma liminar, o que poderá garantir a permanência dos dois no cargo até o julgamento final do processo.


fonte: Chagas Silva

foto: Chagas Silva

EMPARN AINDA NÃO SABE SE INVERNO SERÁ BOM NO SERIDÓ

Contrariando a opinião de moradores do Seridó, que apostam nas chuvas registradas desde a última quinta-feira como um prenúncio de um bom inverno na região, a Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN (Emparn), responsável pela meteorologia no estado, afirma que não houve nada que possa ser considerado significativo. O Seridó voltou a ser monitorado pela Emparn desde o dia primeiro de janeiro e, desde então, apenas algumas chuvas isoladas foram constatadas pelo órgão.

“Foram constatadas precipitações em algumas áreas isoladas, mas nada significativo”, afirma o meteorologista Wellington Pinheiro. Segundo dados da Emparn, não houve chuva no seridó na primeira quinzena de janeiro. Já no dia 17, foram acumulados 15.2 milímetros de chuva em Acari, 7.6 mm em Equador e 4 mm em Jardim do Seridó.

Para o metereologista, com os dados apontados não se pode afirmar que as chuvas registradas já este mês apontem um inverno rigoroso nos municípios seridoenses. “O registro dessas chuvas não apontam que o inverno começou ou que começará mais cedo este ano”, diz. Segundo Wellington, pode-se considerar que ainda chove pouco na região seridoense quando se compara com outras regiões do estado, como a Borborema Potiguar, onde os registros são bastante superiores.

Um quadro mais detalhado das previsões de inverno deste ano pode ser desenhado já esta semana. As condições meteorológicas para o período chuvoso de 2009 no semi-árido de todo o nordeste foram discutidas na 3ª Reunião de Análise Climática, que aconteceu segunda-feira e ontem em Fortaleza/CE. No encontro estiveram reunidos meteorologistas dos centros de meteorologia da região Nordeste, do CPTEC e DO INPE. Representa o RN o meteorologista Gilmar Bristot.

SARGENTO DA PM MATA MULHER E COMETE SUICÍDIO


Um crime chocou a população do Nova Natal na manhã desta terça. O sargento da Polícia Militar, identificado até o momento apenas por Edson, matou a mulher Maria de Lourdes da Silva e logo em seguida cometeu suícidio na casa em que eles moravam.

O crime aconteceu na rua Bumba Meu Boi, em Nova Natal, na Zona Norte de Natal, por volta das 11h40 desta terça. De acordo com o o proprietário do imóvel em que Edson morava, que mora na parte da cima da casa onde aconteceu o crime, Edson chegou em casa entrou e pouco tempo depois ele ouviu os disparos.

Assustado, o proprietário desceu para ver o que tinha acontecido e se deparou com Maria de Lourdes já morta. Em seguida, Edson pediu que ele chamasse a polícia porque ele cometeria suicídio. A polícia então foi acionada, mas não deu tempo. O sargento efetuou um disparo contra a própria cabeça e caiu por sobre a mulher. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência ainda foi acionado, mas quando chegou ao local já constatou a morte do casal.

Edson era lotado na 1ª companhia do quarto batalhão de polícia militar localizado na avenida Itapetinga, na Zona Norte. Ele e a mulher morava há cerca de um mês na residência. Os dois tinham filhos de outro casamento. No entanto, na hora do crime apenas os dois estavam em casa. A polícia ainda não sabe o que fez o sargento cometer o ato.
fonte: Diário de Natal
fotos: Diário de Natal

STF TEM MAIORIA PARA TORNAR JANONES RÉU POR POSTAGENS CONTRA BOLSONARO

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votou nesta sexta-feira (14) para tornar réu o deputado federal André Janones (A...