18 de novembro de 2018

PALHAÇADA! ADVERSÁRIOS POLÍTICOS DE AMAZAN FAZEM ATÉ PROMESSA PARA QUE ADUTORA BOQUEIRÃO/JARDIM DO SERIDÓ NÃO SEJA CONCLUÍDA

Apesar de terem ficado no poder por 8 anos, e mesmo sendo aliados dos governos Federal e Estadual, e nada fizeram para resolverem o problema da falta de abastecimento de água em Jardim do Seridó, os adversários político do atual prefeito Amazan Silva, adotaram a política do “quando pior melhor”, e estão torcendo e “rezando” para que a adutora Boqueirão/Jardim do Seridó não seja concluída.






 

Diante do fiasco dos 8 anos de "gestão" de total incompetência administrativa do ex-prefeito Jocimar Dantas e sua equipe, que nada fizeram para resolverem o problema da água,  alguns ‘bacuraus’ estão fazendo até promessa de irem 'à Pé' até Juazeiro no Norte-CE, caso a referida adutora não seja concluído, mesmo sabendo que essa obra trará benefícios para todos, independente de “paixão política partidária”.




Para desespero de parte dos Bacuraus “doentes”, o prefeito Amazan anunciou que a obra teria início na próxima segunda-feira, (19), mas, a empresa antecipou o início das obras e começou logo na sexta-feira, (16).




Em suas redes sociais, o prefeito Amazan comemorou muito a antecipação do início da obra, que sem sombra de dúvidas, é a mais importante obra dos últimos 20 anos em Jardim do Seridó.




Do Blog: Em 8 anos foram só promessas e mentiras! Em menos de 2 anos, sem promessas e sem mentiras, Amazan correu atrás, buscou meios, e vai resolver definitivamente o problema da falta de água em Jardim do Seridó. A diferente é gigantesca! Parabéns prefeito!

ARGENTINA NÃO TEM COMO RESGATAR SUBMARINO DO FUNDO DO MAR, DIZ MINISTRO DA DEFESA

Ainda não há previsão de início dos trabalhos de resgate. Segundo o Ministro da Defesa, Oscar Aguad, a Marinha argentina não tem equipamentos nem tecnologia para resgatar o submarino nesta profundidade. 







 
"Não temos meios para resgatar o submarino”, destacou. "Também não temos ROV (veículos de inspeção remota) para descer nessa profundidade. Nem temos equipamento para extrair uma embarcação com essas características", acrescentou o ministro.


 
De acordo com o ministro, uma junta formada por três almirantes que vêm estudando as causas ao longo do ano vai divulgar um informe na próxima semana com informações “mais completas” do acidente. “Este informe pode revelar alguns segredos”, declarou. 




Segundo a Marinha, há também um limite legal para começarem os trabalhos de resgate. “A partir de agora, a juíza que esta na causa que pode determinar em que momento que podemos remover as partes do submarino”, disse o almirante Jose Villán. 




As autoridades estão focadas, segundo ordem presidencial, a investigar as causas do acidente nesse momento e não vão se concentrar na extração dos corpos, de acordo com o ministro. “A extração vai depender da tecnologia, mas vemos como muito difícil. O governo vai decretar luto nacional”.

JUSTIÇA PROÍBE TV GLOBO DE DIVULGAR CONTEÚDO DO INQUÉRITO QUE APURA OS ASSASSINATOS DE MARIELLE E ANDERSON

A TV Globo foi notificada de decisão do juiz Gustavo Gomes Kalil, da Quarta Vara Criminal do Rio, que deferiu pedido da Divisão de Homicídios da Polícia Civil e do Ministério Público do estado, para que a emissora seja proibida de divulgar o conteúdo de qualquer parte do inquérito policial que apura os assassinatos da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. 






Na sentença, o juiz diz que “o vazamento do conteúdo dos autos é deveras prejudicial, pois expõe dados pessoais das testemunhas, assim como prejudica o bom andamento das investigações, obstaculizando e retardando a elucidação dos crimes hediondos em análise”. 






Como o público acompanhou, a TV Globo teve acesso ao teor do inquérito policial desde o dia 14, e divulgou duas reportagens sobre o assunto, reproduzidas em telejornais do Rio e nacionais. Mas sempre evitando divulgar algo que pudesse pôr minimamente em risco as testemunhas ou as investigações. Fez isso em respeito aos princípios editoriais que norteiam o jornalismo do Grupo Globo, sem a necessidade de nenhuma ordem judicial. 






Na decisão, o juiz Gustavo Gomes Kalil proíbe a emissora de divulgar termos de declarações, mesmo sem a identificação das testemunhas. Proíbe, também, a divulgação das técnicas e procedimentos sigilosos usados na investigação; dos conteúdos de gravações de áudios de pessoas investigadas ou não; de conteúdos telemáticos, ou seja, de áudios e mensagens, extraídos de contas de e-mails e telefones das vítimas, testemunhas e investigados; e, ainda mais, qualquer outro conteúdo do inquérito. 







A TV Globo, evidentemente, vai cumprir a decisão judicial. Mas, por considerá-la excessiva, vai recorrer da decisão, porque ela fere gravemente a liberdade de imprensa e o direito de o público se informar, especialmente quando se leva em conta que o crime investigado no inquérito é de alto interesse público, no Brasil e no exterior. 






A TV Globo quer assegurar o direito constitucional do público de se informar sobre eventuais falhas do inquérito que, em oito meses, não conseguiu avançar na elucidação dos bárbaros assassinatos da vereadora Marielle e do motorista Anderson. E deseja fazer isso seguindo seus princípios editoriais, o que significa informar sem prejudicar as investigações ou colocar em risco as testemunhas.

EMPRESÁRIO MATA ESPOSA E FILHA A FACADAS E TIRA A PRÓPRIA VIDA EM MG

Um empresário de 39 anos matou a esposa, uma médica de 33 anos, a filha do casal de quatro anos e depois se matou na madrugada deste sábado (17), em Araguari. 











De acordo com o Corpo de Bombeiros, por volta das 3h45, Thiago José de Aquino Marques dirigia o carro com a família quando, na Avenida Marechal Rondon, no Centro, bateu o veículo no muro de duas residências. Em seguida ele esfaqueou a esposa, Mariana Barbosa Paranhos, e depois ele mesmo. A a filha do casal, Valentina Paranhos de Aquino, foi encontrada esfaqueada no banco do carro. 





O homem e a criança morreram ao dar entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Araguari e a mulher no local do crime. A família morava em Uberlândia (MG) - localizada a cerca de 40 km do local do fato - e de acordo com a Santa Casa de Araguari, Mariana era plantonista da ginecologia e obstetrícia da unidade deste de janeiro deste ano e estava de plantão nesta madrugada. Não se sabe ainda a motivação do crime. 






Segundo a Polícia Militar (PM), testemunhas contaram que o empresário do ramo de alimentos tentou atropelar Mariana, mas ela fugiu e conseguiu pular o muro de uma residência. Ele conseguiu alcançá-la e desferiu 12 facadas pelo corpo da médica.




Ainda de acordo com o Boletim de Ocorrência (BO), após assassinar a esposa, o homem estava transtornado e, gritando, golpeou a si mesmo com quatro facadas. A menina foi achada na cadeirinha no banco de passageiro do veículo com um golpe de faca no tórax. A suspeita dos militares é que a menina foi a primeira a ser morta.

APÓS QUASE 6 ANOS DE GOVERNO DO PT, IBGE MOSTRA QUE TAXA DE ANALFABETISMO NO RN É QUASE O DOBRO DA MÉDIA NO BRASIL

A taxa de analfabetismo no Rio Grande do Norte foi de 13,8%, segundo os dados divulgados nesta sexta-feira (17) pelo Instituto Brasileiro de...