9 de novembro de 2023

AMAZONAS BATE RECORDE HISTÓRICO DE QUEIMADAS EM OUTUBRO

Em outubro de 2023, o número de queimadas no Amazonas bateu o recorde histórico e chegou ao maior número em mais de 20 anos. Segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), foram quase 4 mil focos de incêndio no estado, o que representa a maior quantidade de queimadas para o mês de outubro desde 1998, quando começou o registro da série histórica. 

 

O INPE monitora os focos ativos detectados pelo satélite de referência em cada mês, no período de 1998 até hoje. Mesmo com a estiagem e a fumaça nas cidades, em 2023, o Amazonas não havia batido em nenhum mês, o recorde de queimadas da série histórica.

 

Porém, no mês de outubro, o recorde que era do ano de 2009, foi batido. Naquele ano, o estado havia registrado 2.409 focos de queimadas. Em apenas duas vezes (2006 e 2015) os dados ultrapassaram 2 mil focos de calor. No ano passado, foram 1.503. Em 2023, o Amazonas atingiu 3.858 foco no estado, mais que o dobro do que foi registrado no mesmo mês do ano passado.


Do Blog: Culpa do Bolsonaro! Ou não?

HOMEM MATA CUNHADA, SOBRINHO, FILHA DO SOBRINHO E DEPOIS COMETE SUICÍDIO NO INTERIOR DO RN

Um homem identificado como sendo, Flávio Ananias Lopes, de 38 anos, o "Flávio Traíras", matou a cunhada, Maria Betânia da Silva Lopes, de 48 anos, o sobrinho, Ruhan Christian da Silva Lopes,  e a filha do sobrinho, Esther Rebeca Ferreira Lopes, de 1 ano e 10 meses, nesta quarta-feira (08), na zona rural de Jardim de Angicos. 

 

Segundo informações, havia uma briga na família envolvendo herança, há meses. O suspeito morava perto da casa da cunhada, que estava recebendo a visita do filho e da neta, e foi ao local armado, e após uma discussão e ele matou a cunhada, o sobrinho e a criança.

 

Após cometer os crimes, “Flávio Traíras” fugiu do local, mas depois foi encontrado morto com um tiro na cabeça em uma área de mata na Zona Rural do município. A polícia confirmou que  o mesmo cometeu suicídio.

PF FRUSTRA ATAQUE NO BRASIL DE TERRORISTAS LIGADOS AO HEZBOLLA

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (8) a Operação Trapiche, que busca interromper atos preparatórios de terrorismo e obter provas de um possível recrutamento de brasileiros para a prática de atos extremistas no país. Na operação dois brasileiros foram presos. 

 

Esses possíveis terroristas possuem ligação com o Hezbollah, grupo libanês. Em 2014, a Polícia Federal apontou a existência de uma relação entre o grupo e o Primeiro Comando da Capital (PCC), em atuação conjunta no contrabando de armas. 

 

De acordo com a CNN Brasil, os dois brasileiros foram presos no aeroporto de Guarulhos (SP), eles estavam chegando de Líbano no momento da prisão. A suspeita é de que os dois homens brasileiros tinham ligação com o grupo de terroristas Hezbollah e estariam planejando atacar prédios judaicos no Brasil.
 
 

Além das prisões, foram expedidos 11 mandados de busca e apreensão pela Subseção Judiciária de Belo Horizonte, nos estados de Minas Gerais, São Paulo e no Distrito Federal.  


Os envolvidos devem responder pelos crimes de constituir ou integrar organizações terroristas e de realizar atos preparatórios de terrorismo, cujas penas máximas, somadas, chegam a 15 anos e 6 meses de reclusão. 

 

VIVALDO COSTA VOLTA À AL/RN PARA SEU 14º MANDATO NA PRÓXIMA SEMANA

O Papa Jerimum, Vivaldo Costa (PV), assumirá sua cadeira na assembleia legislativa do RN pela 14ª vez.   Vivaldo Costa assumirá a vaga do en...