17 de fevereiro de 2018

MULHER É ASSASSINADA A FACADAS EM MATAGAL EM CIDADE DO INTERIOR DO RN

O corpo de uma mulher, morta a facadas, foi encontrado na manhã deste sábado (17) no meio de um matagal na zona rural de Assu, município da região Oeste potiguar. A polícia suspeita de crime passional, mas ninguém foi preso.
 
 
 
 
 
 
 
 
O matagal fica em uma comunidade chamada Linda Flor. Próximo ao corpo, os policiais que atenderam a ocorrência encontraram uma faca, provavelmente a que foi usada no crime.

SENHORA COM PROBLEMAS DE DEPRESSÃO É ENCONTRADA ENFORCADA DENTRO DE CASA EM JARDIM DO SERIDÓ

O corpo da senhora, Lúcia Batista de Azevedo Araújo, conhecida como, “Lúcia de Caju”, foi encontrado em um cômodo, nos fundos da sua residência, na Bairro Baixa de Beleza, em Jardim do Seridó.
 
 
Segundo informações, Lúcia teria cometido o suicídio logo ao amanhecer, aproveitando o momento que seu esposo, conhecido como, “Caju”, como rotineiro, foi ao sítio pegar o leite para comercializar na cidade.
 
Muito querida por todos, “Lúcia de Caju” sofria de problemas de depressão e de problemas mentais, mas vivia sempre sendo cuidada, controlando a saúde, mas, infelizmente, hoje ela deu fim a própria vida.
 
 
Do Blog: Que Jesus na sua infinita bondade, lhe perdoe, e lhe conceda o descanso eterno. Aos familiares, nossos mais sinceros votos de pesar. Certa vez, Lúcia me presenteou com um Terço. Sempre ela ia até a emissora que eu trabalhava, me fazer uma visita de cortesia. Deus à tenha!

DEFESA DE LULA TEM ATÉ DIA 20 DE FEVEREIRO PARA RECORRER NO PROCESSO DO TRIPLEX NO TRF-4

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem até as 23h59 de terça-feira (20) para recorrer contra a decisão em segunda instância que manteve a condenação do petista e aumentou a pena no caso do triplex no Guarujá (SP). O prazo começa a contar a partir da 0h de segunda-feira (19), quando os advogados terão 48 horas para apresentar o recurso.
 
 
 
 
De acordo com a movimentação do processo junto ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), os envolvidos foram considerados notificados automaticamente às 23h59 de sexta-feira (16). Com isso, o prazo conta a partir do próximo dia útil.
 
 
 
 
 
Os desembargadores da 8ª Turma do TRF-4 votaram por elevar para 12 anos e 1 mês de prisão a pena de Lula pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
 
 
 
 
 
 
No dia 6 de fevereiro, foi publicada a decisão, chamada de acórdão, do julgamento do recurso do ex-presidente, ocorrido em 24 de janeiro em Porto Alegre. Como a decisão foi unânime, a defesa de Lula pode apresentar apenas os chamados embargos de declaração.
 
 
 
 
 
Os advogados podem verificar se existe alguma dúvida, contradição ou explicação a ser dada pelos desembargadores sobre a decisão. No entanto, esse recurso não permite reverter a decisão do tribunal. Esgotadas as possibilidades de recurso no TRF-4, Lula pode ser preso.
 
 
 
 
 
No processo da Operação Lava Jato, Lula é acusado de receber o imóvel como propina da empresa OAS em troca de favorecimento em contratos com a Petrobras. O ex-presidente nega as acusações e afirma ser inocente.
 
 
 
 
 
O julgamento dos embargos de declaração costuma ser rápido, apesar de não ter prazo. No caso de Lula, será realizado pelos mesmos desembargadores da 8ª Turma: João Pedro Gebran Neto, Leandro Paulsen e Victor Luiz dos Santos Laus.

IMPUNIDADE! APÓS 2 ANOS, POLÍCIA CIVIL NÃO CONSEGUE DESVENDAR ASSASSINATO DE “BIRINO DO BAR” EM JARDIM DO SERIDÓ

Após 2 anos, o assassinato do dono de um dos mais conhecidos restaurantes de Jardim do Seridó, Severino Simões de Oliveira,Birino do Bar”, de 58 anos, executado com dois tiros no peito na noite do dia 15 de fevereiro de 2016, em seu restaurante, localizado no açougue público no centro da cidade, continua sem uma resposta por parte da polícia civil.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Até o momento, a polícia não conseguiu desvendar o crime, e segundo familiares, as investigação pararam há muito tempo, deixando um clima de revolta na população de Jardim do Seridó.
 
 
 
Pela falta de ação da Polícia Civil, o crime deixa uma grande impressão que existe o crime perfeito, e que a tão falada impunidade realmente impera na cidade de Jardim do Seridó.
 
 
 
Por fim, apesar da falta de confiança no trabalho da Polícia Civil, a população clama por justiça, e espera que o crime ainda seja desvendado, pois resta até o momento uma sensação de impunidade e insegurança, pois os assassinos frios e covardes estão soltos em meio a sociedade, colocando vidas em risco.
 
 
Do Blog: Uma vergonha!
 
 
 
 
 
 
 
 








 

TJ/RN NEGA MAIS UM MAIS UM PEDIDO PARA PRISÃO DOMICILIAR À CARLA UBARANA

Os desembargadores que integram a Câmara Criminal do TJRN julgaram e negaram mais um Habeas Corpus relacionado à presa Carla Ubarana, ex-servidora da justiça estadual, condenada, inicialmente, a nove anos e quatro meses em regime fechado e o marido, George Leal, a seis anos e quatro meses em regime semiaberto, no ano de 2013, pela 7ª vara criminal de Natal. Ambos, foram detidos por fraudes na divisão de Precatórios do TJRN e, segundo a denúncia do Ministério Público, Carla encabeçava um esquema que desviou, de acordo com a sentença, R$ 14.195.702,82 .
 
 
 
 
 
A defesa alegou, no Habeas Corpus Com Liminar n° 2017.020330-9, que a presa estaria sofrendo constrangimento ilegal, causado pela violação aos direitos previstos nos artigo 11, inciso II, artigo 14, parágrafo 2º e artigo 117, inciso II, todos da Lei de Execução Penal, que garantem a todos os apenados o “digno tratamento, a assistência à saúde e a possibilidade de recolhimento para tratamento médico domiciliar”.
 
 
 
 
 
O HC também alegou, dentre outros pontos, ofensa ao princípio da dignidade da pessoa humana (artigo 1º, inciso III, da Constituição Federal) e ao direito fundamental à saúde (artigo 6º, também da Carta Magna) e que, embora tenha sido determinada pela autoridade coatora a realização de perícia médica com a meta de aferir o estado de saúde da apenada, o Núcleo de Perícias do Tribunal de Justiça teria informado não dispor da especialidade médica solicitada, além de ter relatado a existência de problemas burocráticos para a sua realização.
 
 
 
 
 
Contudo, para a relatoria do HC, de fato, cabe ao Estado, na qualidade de responsável pela aplicação das penas, zelar pela integridade física daqueles que a cumprem e que, em caso de impossibilidade de fazê-lo, também pertence à responsabilidade do Estado encontrar meios alternativos para a execução penal, que se compatibilizem com eventual gravidade do estado de saúde do preso, o que independe do regime em que esteja custodiado.
 
 
 
 
 
O ponto nevrálgico a ser considerado é que a prisão domiciliar – buscada pelo impetrante em favor da paciente – não pode se tornar regra, nem mesmo resultar em tratamento discriminatório injustificado para alguns apenados em detrimento da maioria”, ressalta o relator do HC, desembargador Glauber Rêgo.
 
 
 
 
 
A decisão também considerou que, acerca dos desmaios sofridos pela apenada, consta atestado médico, fornecido pelo neurologista responsável pelo seu atendimento emergencial, o qual relata não ser a paciente acometida de nenhuma anormalidade neurológica diagnosticável pelo exame neurológico ou na Tomografia Computadorizada (TC) de crânio. O relata também acrescenta que há um parecer de Clínica Médica que, após ocorrência de um dos desmaios da detenta, foi dado alta, orientando que as medicações por ela tomadas fossem administradas pela equipe de saúde do presídio.
 
 
 
 
 
Não vislumbro, a partir desses elementos probatórios, quadro de doença grave do qual esteja acometida a presa”, destaca o relator, ao apontar que não há “inadequabilidade” ou insuficiência da assistência médica disponibilizada no estabelecimento prisional em que cumpre pena.

CÂMARA VOTARÁ INTERVENÇÃO FEDERAL NO RIO NA SEGUNDA-FEIRA, (19)

A Câmara dos Deputados convocou para as 19h da próxima segunda-feira (19) a votação do decreto de intervenção na segurança do estado do Rio de Janeiro.
 
 
 
 
 
 
 
 
A medida foi assinada nesta sexta-feira (16) pelo presidente Michel Temer e tem efeito imediato, mas precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional para continuar valendo.
 
 
 
 
Na prática, com o decreto, o governo federal assume o comando da segurança pública do Rio, incluindo a Secretaria de Segurança, Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e do sistema carcerário no estado do Rio.
 
 
 
 
O interventor no estado será o general do Exército Walter Souza Braga Netto, do Comando Militar do Leste, que deverá permanecer no Rio até o dia 31 de dezembro de 2018.

ALERTA! CRIANÇA DO INTERIOR DA PB MORRE EM UTI COM SUSPEITA DE DENGUE HEMORRÁGICA

Uma criança de 9 anos de idade morreu nesta sexta-feira (16), em Campina Grande, com suspeita de dengue hemorrágica. A vítima estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, mas teve o quadro de saúde agravado e morreu pela manhã.
 
 
 
 
 
Segundo a direção do Hospital de Trauma, a criança, que morava na cidade de Queimadas, no Agreste paraibano, deu entrara no hospital na noite da quinta-feira (15), por volta das 22h30 (horário local).
 
 
 
 
A principal suspeita para o caso é de dengue hemorrágica, mas isso só vai ser confirmado após exames. Foi feita a coleta de material genético e o resultado deve ser divulgado no prazo de até 60 dias.

APÓS CHUVAS, ÁRVORES CAEM E ATINGEM CARROS NA CAPITAL POTIGUAR

Três árvores desabaram sobre quatro veículos na Rua dos Canindés, popularmente conhecida como Avenida Seis, na Zona Leste de Natal, durante a chuva desta sexta-feira (16). Ninguém se feriu. O Corpo de Bombeiros foi acionado e enviou uma equipe ao local.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
A avenida ficou parcialmente tomada pelos galhos das plantas. As árvores caíram próximo ao cruzamento com a Rua Presidente Bandeira, conhecida como Avenida Dois, um dos pontos mais movimentados do bairro Alecrim. Dois carros, um táxi e uma motocicleta foram atingidos.

VIVALDO COSTA VOLTA À AL/RN PARA SEU 14º MANDATO NA PRÓXIMA SEMANA

O Papa Jerimum, Vivaldo Costa (PV), assumirá sua cadeira na assembleia legislativa do RN pela 14ª vez.   Vivaldo Costa assumirá a vaga do en...