19 de março de 2022

VEREADOR DE CIDADE DO SERIDÓ PARAIBANO É PRESO POR AMEAÇAS À EX-MULHER

Um vereador de 41 anos, que não teve a identidade revelada, foi preso acusado de descumprir medidas protetivas na cidade de Várzea, na Paraíba. A prisão foi realizada pela Polícia Civil da Paraíba, pela Delegacia de Homicídios e Entorpecentes de Patos.



Segundo informações, a vítima sofreu ameaças, e por isto as medidas protetivas foram concedidas pelo Judiciário, porém o vereador não cumpriu a ordem judicial, mas, mesmo após as medidas, a ex-mulher disse que o edil seguiu ameaçando e que o mesmo tinha uma arma de fogo, mas, a arma não foi encontrada.

 

Foto: Ilustração.


BOLSONARO CHAMA DE 'INADMISSÍVEL' DECISÃO DE MORAES QUE MANDOU SUSPENDER TELEGRAM

O presidente Jair Bolsonaro (PL) classificou de "inadmissível" a decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, de suspender o aplicativo Telegram no Brasil.

 

"Aqui em Rio Branco tive uma notícia no mínimo triste. A decisão de um ministro de simplesmente banir do Brasil o aplicativo Telegram", disse Bolsonaro em um encontro de pastores em Rio Branco, no Acre, na noite desta sexta-feira (18).

 

"É inadmissível uma decisão dessa natureza. Porque não conseguiu atingir duas ou três pessoas que na cabeça dele deveriam ser banidos do Telegram, ele atinge 70 milhões de pessoas", declarou.

 

Ele afirmou que a medida pode "causar óbitos por falta de um contato paciente-médico". A transmissão foi feita nas redes sociais de Bolsonaro. 

PAI TENTA MATAR FILHOS DE 6 E 9 ANOS E ADOLESCENTE DE 17 ENVENENADOS EM MG

Um segurança, de 46 anos, é suspeito de tentar matar os filhos de 6 e 9 anos, em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ele foi preso na noite desta sexta-feira (18), enquanto as crianças recebiam atendimento médico.

 

De acordo com a polícia, uma adolescente de 17 anos também recebeu cuidados na UPA da cidade. Ela cuidava dos outros dois menores na ausência da mãe deles. Os três apresentavam sonolência, enjoo e náuseas.

 

Ainda conforme a PM, a médica que atendeu os pacientes suspeitou dos sintomas, característicos de envenenamento. Os militares questionaram o homem.

 

Segundo a polícia, ele negou, mas depois confessou que fez uma mousse, colocou os medicamentos dentro e deu para as vítimas. O homem teria agido por vingança. Ele estaria vivendo uma crise conjugal com a companheira e, após um desentendimento, misturou os comprimidos na receita. Os dois filhos e a adolescente, que é sobrinha da mulher.

‘TENTATIVA DE GOLPE COM MINUTA É RIDÍCULO’, AFIRMA O SENADOR HAMILTON MOURÃO

O senador Hamilton Mourão (Rep-RS) negou que tenha havido “tentativa de golpe de Estado”, conforme versão dos adversários de Jair Bolsonaro ...