25 de novembro de 2009

CARIOCA É PRESO ACUSADO DE ESTUPRO E CÁRCERE PRIVADO A CRIANÇA DE SETE ANOS

O carioca Nielsen Peçanha dos Santos, de 35 anos, foi preso em flagrante, na manhã de hoje (25), acusado de estupro e prática de cárcere privado contra uma criança de sete anos de idade, em uma loja nas proximidades do Presépio de Natal, localizado no bairro de Mirassol.

O acusado abordou a criança, que estava sozinha próximo ao presépio de natal, localizado em Mirassol. Ele a levou até uma loja nas proximidades, a trancou dentro do estabelecimento e tentou estuprá-la.

A prisão aconteceu após denúncia feita pelo 190 da PM de uma testemunha que presenciou o acusado em atitude suspeita. Quando os policiais chegaram à loja encontraram Nielsen tentando manter relações sexuais com a menor.

Nielsen foi encaminhado à Delegacia Especializada na Criança e no Adolescente (DCA) e autuado por tentativa estupro e cárcere privado. A delegada Adriana Shirley, titular da DCA, está investigando o caso e está averiguando se o acusado praticou outros crimes dessa natureza inclusive em outros estados.

A polícia também está tentando localizar os pais da criança. Ele deve responder pelos artigos
217-A (Ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos) e 148 (Privar alguém de sua liberdade, mediante seqüestro ou cárcere privado), ambos previstos pelo código penal brasileiro.

MAIS UM PSF SEM MÉDICO EM JARDIM DO SERIDÓ; É A CARA DO GOVERNO JOCIMAR DANTAS!


A saúde da cidade de Jardim do Seridó encontra-se literalmente na UTI, como se não bastasse as perseguições do atual prefeito, Jocimar Dantas, e seu pai, o vereador contraventor, Joaci Costa, contra o Hospital e Maternidade Dr. Ruy Mariz, agora o população tem que conviver com a falta de médicos nos PSFs da cidade.

Segundo informações dos vereadores da oposição, o médico do PSF 4 entrou de férias após pouco mais de 9 meses de atendimento no referido PFS, o que mostra a falta de capacidade administrativa da atual gestão pública e de sua secretária de saúde, pois a população não pode ficar esperando o médico voltar das férias, a não ser que o santo prefeito faça um milagre para que durante este período a população não adoeça, caso contrário a coisa vai ficar sem controle, como bem falou o vereador Dedé do Consórcio.

Durante a campanha eleitoral o atual prefeito declarou ter vergonha da saúde de Jardim do Seridó, e fez uma passeata com dezenas de médicos, todos de branco, e prometeu que não faltariam médicos na cidade, mas agora alega que é difícil contratar profissionais, o que durante a campanha eleitoral não era.

Para a população resta se valer do tão perseguido e sofrido hospital, que durante um longo período teve que amargar as perseguições do atual prefeito e de seu pai, que tentaram o todo custo tomar a direção da casa de saúde, o que graças a Deus não aconteceu, pois se com tanto dinheiro que vem pra saúde eles não conseguem administrar os PSfs, imaginem como estaria nosso hospital!

A justiça obrigou o administrador público a fazer o repasse da ajuda que sempre foi dada para o hospital, que o mesmo e seu pai se negavam a repassar, mas a maior justiça realmente é a divina, pois tem pessoas que perseguiram e falaram tanto do hospital e hoje só tem ele para não morrer a mingua em Jardim do Seridó.

A perseguição contra o HMRM foi tanta, que até o médico Dr. Antonio Petronilo deixou de fazer as cirurgias na casa de saúde para pressionar a direção do mesmo a entregar o comando ao atual sistema político que é do seu partido (PMDB), mas o povo contou com a competência e perseverança do Dr. Anesiano Ramos, que com o apoio do Dr. Edimar Medeiros, não cedeu as pressões dos poderosos e não abandonou a população, e vem conseguindo mostrar grandes melhorias, apesar da falta de ajuda da atual administração pública que recentemente negou até a permanência de um guarda municipal para vigiar local.




EX-PREFEITO POTIGUAR PODE PEGAR ATÉ 12 ANOS DE RECLUSÃO POR IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

O ex-prefeito de São José do Campestre Laércio José de Oliveira, duas construtoras e os respectivos proprietários vão responder à uma ação de improbidade administrativa ajuizada pelo Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN). O objetivo é apurar irregularidades praticadas com verba da Fundação Nacional de Saúde (Funasa). Também foi proposta uma ação penal contra o ex-gestor e os dois empresários, pelos mesmos atos.

Laércio José de Oliveira administrou o município por três vezes: entre os anos de 1997 a 2000, de 2001 a 2004 e ainda de 2008 até maio de 2009, quando teve o mandato cassado por ter as contas de gestões anteriores reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado. Durante a segunda administração dele, a prefeitura recebeu R$ 250 mil da Funasa para a construção de 251 unidades sanitárias domiciliares. Como o ex-prefeito deixou de prestar contas da correta utilização dos recursos, foi instaurada Tomada de Contas Especial, além de ter executado apenas 8% das obras.

As condutas praticadas caracterizam improbidade administrativa e sujeitam Laércio José, as duas construtoras e os respectivos donos à proibição de contratar com o poder público por até cinco anos, ao ressarcimento integral do dano e à perda de bens acrescidos ilicitamente ao patrimônio, entre outras penalidades. Outra consequência prevista na ação de improbidade é a suspensão dos direitos políticos por até oito anos para o ex-prefeito e para os empresários.

Além disso, o desvio de recursos em proveito próprio ou alheio e a omissão na prestação de contas são crimes de responsabilidade. Portanto, tais condutas serão analisadas na ação penal. Caso seja comprovado o desvio da verba, o ex-gestor e os proprietários das construtoras podem ser condenados à reclusão de dois a 12 anos. Já pela não prestação de contas, Laércio José pode receber a penalidade de até três anos de detenção.


Do Blog: Se essa moda pegar!



DENTISTA DEIXA DE ATENDER NA ZONA RURAL POR FALTA DE TRANSPORTE EM JARDIM DO SERIDÓ

O vereador da oposição José Dantas, declarou na sessão desta terça-feira (24), que foi procurado por moradores da zona rural do município de Jardim do Seridó, que relataram ao mesmo, que uma profissional dentista deveria atender a duas comunidades, mas que não apareceu, deixando os moradores sem o atendimento, além de fazer os mesmos perderem seus preciosos tempos que são dedicados as atividades rurais.

Conforme declarações do edil, a secretaria de saúde não teve como disponibilizar um meio de transporte para que a dentista chegasse até o local do atendimento, o que mostra mais uma vez a incompetência da equipe que ora administra a referida secretaria, pois existem vários carros a disposição da secretária, além dos carros que prestam serviços para a prefeitura municipal.

É lamentável que a saúde do município tenha chegado ao fundo do poço, pois até o momento nada foi feito, enquanto a atual administração se preocupa apenas em tentar tapar o sol com a peneira, divulgando em meios de comunicação que tudo está ótimo, quando na realidade o saúde do município está totalmente sucateada.

Quem esteve sábado passado no hospital Dr. Ruy Mariz, viu que o programa de curandeirismo apresentado pelo prefeito na rádio cabugi não está dando resultado, pois o hospital estava lotado de pacientes que foram atendidos pelos médicos, Dr. Iron e Dr. Edimar, além dos casos de cirurgias e das urgências que são atendidos pelos médicos plantonistas. “O copo de água está precisando urgentemente de uma dose é de remédio”!

DECRETO DE LULA DÁ GOLPE NO DIREITO DE PROPRIEDADE

O presidente Lula (PT) assinou decreto já considerado no campo um golpe contra o direito de propriedade, porque à margem da Constituição amp...