20 de agosto de 2020

APÓS MORTE DE PM COM SUSPEITA DE COVID-19, ASSOCIAÇÕES COBRAM MEDIDAS PREVENTIVAS EM CURSO DE FORMAÇÃO NO RN

Depois que um aluno do curso de formação de sargentos da Polícia Militar do Rio Grande do Norte morreu, nessa quarta-feira (19), com suspeitas de Covid-19, entidades que representam policiais cobraram medidas de segurança nas avaliações presenciais. 

 

 

O cabo Samuel Victorino de Lima, de 45 anos, passou mal durante uma instrução de educação física, na sexta-feira passada, e foi direto para um hospital particular de Natal. Com o pulmão comprometido, ele não resistiu. 

 

 

De acordo com as associações, o curso reúne 840 alunos. As estidades se dizem preocupadas com o contágio do novo coronavírus entre esses policiais que estão se capacitando para serem promovidos.

 

 Fonte: G1/RN.

MUNICÍPIOS DO SERIDÓ E VALE DO AÇU TÊM MAIOR INCIDÊNCIA DE COVID-19

Os registros de infecção pelo novo coronavírus e de óbitos pela Covid-19 no Rio Grande do Norte seguem em tendência de queda. Porém, a área de vigilância epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) ressaltou, durante a coletiva de imprensa desta quinta-feira (20), que os dados apontam para uma diminuição recente na velocidade de queda, em comparação com as semanas anteriores.

 

 

Na manhã desta quinta-feira, a Sesap registrou 331 pacientes internados, sendo 154 em leitos críticos e 177 em leitos clínicos, nas redes pública e privada. Já a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid na rede pública caiu para 49%.

 


 
Por região, a ocupação de leitos é de 63% no Oeste e Vale do Açu; 61% no Seridó; 44% na Região Metropolitana de Natal; 40% em Pau dos Ferros e 20% no Mato Grande. Nas regiões Potengi-Trairi e Agreste todos os leitos encontravam-se disponíveis durante a manhã.

 


 
Os casos confirmados somam 59.017, suspeitos são 23.382 e descartados mais 101.810 casos. Já em síndrome gripal não especificada (não realização de exames ou não tiveram resultado nos últimos 60 dias) alcançou-se 52.948 registros. Sobre os óbitos, o RN alcançou as 2.133 mortes por Covid-19, sendo 4 nas últimas 24h. Outros 237 óbitos seguem em investigação.

DEPUTADOS ESTADUAIS PARTICIPARÃO DE AGENDA DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA NO RN

Em visita oficial ao Rio Grande do Norte nesta sexta-feira (21), o presidente Jair Messias Bolsonaro cumpre agenda oficial nos municípios de Ipanguaçu e Mossoró, a segunda maior cidade do Estado e pode contemplar vistoria às obras de Oiticica, ainda não confirmada pelo cerimonial da Presidência da República.

 


 
Na capital do Oeste, o presidente desembarcará no Aeroporto Dix-sept Rosado e fará a inauguração do condomínio Residencial Mossoró I. Já em Ipanguaçu, o presidente visitará a comunidade Angélica, na região do Vale do Açu.

 


 
O presidente Bolsonaro cumprirá agenda ao lado dos ministros potiguares Fábio Faria, ministro das Comunicações e Rogério Marinho da pasta do Desenvolvimento Regional. Na comitiva dos deputados estaduais estão confirmados o vice-presidente da Assembleia Legislativa, George Soares (PL); o deputado Dr. Bernardo (Avante), ao lado dos parlamentares Getúlio Rêgo (DEM); Albert Dickson (PROS); Galeno Torquato (PSD); Tomba Farias (PSDB); Coronel Azevedo (PSC); deputado Ubaldo Fernandes (PL); o deputado Nelter Queiroz (MDB) e demais parlamentares do Legislativo Estadual. 

 


 
As equipes da Diretoria de Comunicação, Tv Assembleia e Cerimonial também acompanharão a agenda do presidente da República.

BOLSONARO DIZ QUE É 'IMPOSSÍVEL' GOVERNAR SE CÂMARA DERRUBAR VETO A REAJUSTE PARA SERVIDORES

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (20) que será "impossível" governar se a Câmara dos Deputados acompanhar o Senado e, assim, o Congresso Nacional decidir derrubar o veto que impede reajuste de servidores públicos.

 

 

Bolsonaro deu a declaração ao conversar com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada. Nesta quarta (19), o Senado decidiu, por 42 votos a 30, derrubar o veto do presidente que impede reajustes.

 

 

O veto ainda tem de ser analisado pela Câmara dos Deputados, e a votação foi adiada para esta quinta-feira porque a base aliada do governo foi surpreendida com a derrubada pelos senadores.

 

 

Se o veto for mantido pela Câmara, a concessão de reajustes a qualquer categoria do serviço público fica proibida até o fim do ano que vem. Se for derrubado, o reajuste não é automático, fica a critério das autoridades competentes.

 

 

"Ontem, o Senado derrubou um veto que vai dar um prejuízo de R$ 120 bilhões para o Brasil. Então, eu não posso governar o país. Se esse [a derrubada] veto for mantido na Câmara, é impossível governar o Brasil. É impossível", disse Bolsonaro.

PM É PRESO POR ENVOLVIMENTO NO CASO DO GAROTO MORTO NO RN

Um policial militar foi preso nesta quarta-feria, (19) suspeito de envolvimento na morte do jovem Giovanne Gabriel de Souza Gomes, de 18 anos. Gabriel foi visto pela última vez no dia 5 de junho quando saiu para visitar a namorada. O corpo dele foi encontrado 9 dias depois, em avançado estado de decomposição, em São José de Mipibu.

 

 

 

 

 

Em coletiva de imprensa nesta quarta (19), a Polícia Civil informou que o jovem foi morto porque teria sido confundido com um assaltante. No dia do desaparecimento do jovem houve o roubo de um carro que foi encontrado posteriormente nas imediações de Emaús. De acordo com a Polícia Civil, Gabriel foi abordado por policiais militares como suspeito de ser o ladrão do veículo.

 

 

“A lógica indica que ele foi colocado na viatura e levado o para o local onde o corpo foi encontrado”, disse o delegado Claudio Henrique. A viatura foi apreendida para perícia.

 

 

O PM preso é do 8º Batalhão, responsável pelo patrulhamento da região Agreste.

 

 

A Polícia Civil não passou nenhuma informação sobre os outros policiais militares que estavam na viatura que abordou o jovem porque seguem “em diligências sigilosas”.

 

 

 

Do Blog: Mesmo que ele fosse o assaltante, (que não era), por obrigação, a polícia teria que prendê-lo e entregá-lo à autoridade competente, e não "julgar" e impor a 'Pena de Morte' à ele. Essa é a banda podre da polícia. Ainda bem que é uma pequena minoria. 

GUEDES VÊ 'CRIME' E DIZ QUE SENADO DEU 'PÉSSIMO SINAL' AO DERRUBAR VETO A REAJUSTE DE SERVIDORES

O ministro Paulo Guedes, da Economia, criticou na noite desta quarta-feira (19) a decisão do Senado de derrubar o veto do presidente Jair Bolsonaro ao reajuste de salários de servidores durante a pandemia do coronavírus. Ele disse que o Senado deu "um péssimo sinal" e classificou a decisão como "um crime contra o país".

 

 

O tema ainda precisa ser analisado pela Câmara dos Deputados, em sessão adiada para esta quinta-feira (20) porque a base aliada do governo foi surpreendida com a derrubada do veto pelos senadores.

 

 

O congelamento dos reajustes até o fim de 2021 foi uma contrapartida definida pelo governo, como resultado de um acordo, para o pacote de socorro de R$ 60 bilhões a estados e municípios, cujos cofres foram abalados pela pandemia.

 

 

"Colocamos muito recurso na crise da saúde, e o Senado deu um sinal muito ruim permitindo que justamente recursos que foram para a crise da saúde possam se transformar em aumento de salário. Isso é um péssimo sinal. Temos que torcer para a Câmara conseguir segurar a situação.", afirmou Paulo Guedes.

 

 

O ministro deu a declaração no Ministério da Economia, depois de uma reunião com Rogério Marinho, ministro do Desenvolvimento Regional. Guedes classificou a decisão dos senadores como "um crime".

 

Fonte: G1.

AMAZAN SILVA DECLARA SUA PRÉ-CANDIDATURA À REELEIÇÃO EM JARDIM DO SERIDÓ

O atual prefeito de Jardim do Seridó, Amazan Silva, usou suas redes sociais para se declarar pré-candidato à prefeito de Jardim do Seridó. O prefeito deverá disputar contra duas chapas do sistema oposicionista.

 

 

 

 

 

 

Ao se declarar pré-candidato, o atual prefeito enalteceu sua honestidade, seriedade e responsabilidade administrativa, que restou comprovada pelas dezenas de denúncias feitas pelos seus adversários, mas que, por não procederem, foram arquivadas pela justiça.

ALELUIA! BRASIL MOSTRA DESACELERAÇÃO NA TAXA DE TRANSMISSÃO DA COVID-19 PELA 1ª VEZ DESDE ABRIL

Pela primeira vez desde abril, o relatório semanal do Imperial College London aponta uma taxa de transmissão (R0) menor do que 1 no Brasil– ou seja, uma desaceleração da disseminação da Covid-19 no país. O dado representa uma perspectiva de curto prazo, que pode ser revertida de acordo com o comportamento da população e/ou do vírus.

 

 

 

Também simbolizado por Rt, o "ritmo de contágio" é um número que traduz o potencial de propagação de um vírus: quando ele é superior a 1, cada infectado transmite a doença para mais de uma pessoa e a doença avança. Como está abaixo de 1, a previsão é que a doença passe a declinar.

 

 

O relatório da instituição britânica foi divulgado no domingo (16). Além do Brasil, o único país da América Latina com taxa abaixo de 1, de acordo com o documento, é o Chile (0,85). O maior índice é de 1,95, do Paraguai.

 

MILEI PROÍBE O USO DA LINGUAGEM NEUTRA NA ARGENTINA

O porta-voz da Presidência argentina, Manuel Adorni, afirmou nesta terça-feira (27) que o presidente Javier Milei decidiu proibir a linguage...