14 de janeiro de 2011

O MATO E O LIXO NO CENTRO DA CIDADE DE JARDIM DO SERIDÓ NÃO SÃO MAIS OS MESMOS. CRESCERAM!

Após quase um mês que o “Blog Barra Pesada” esteve fotografando o centro da cidade de Jardim do Seridó para mostrar o abandono que ora impera no município, voltei na manhã desta sexta-feira (14), e encontrei a coisa muito mudada, o lixo e o mato não estão do mesmo jeito. O lixo aumentou e o mato cresceu!

Essa é uma prova de que o abandono por parte do executivo continua muito grande, pois se conforme a matéria intitulada, “Jardim do Seridó sem fé e esperança! Mato e lixo é a imagem mais vista durante o natal ano novo na cidade”, postada no dia 20 de dezembro passado, o mato e o lixo já estavam lá, significa dizer que o desmantelo já está acontecendo há muito tempo.


O desmantelo é tão grande que a rua em frente à casa do prefeito e a rua paralela, onde por sinal mora um nobre vereador, continuam com o mato tomando conta, mostrando que a falta de responsabilidade com a limpeza pública é geral, entre outros desmantelos em outras áreas da desmantelada administração pública.


Moradores e comerciantes do centro da cidade estão revoltados com o descaso por parte do poder público municipal, pois além da fedentina e da poluição visual do local, os mesmos estão sendo obrigados a conviverem com muitos insetos, baratas, ratos e até outros bichos.


O atual prefeito da cidade se esqueceu das promessas e dos discursos inflamados durante sua campanha eleitoral, quando o mesmo gritava em cima dos palanques que tinha vergonha das praças das ruas da cidade. E agora! Não tem mais? Será que ele ficou cego, mesmo enxergando? Deixem que as imagens de algumas ruas da cidade mostrem a realidade.





PROMOTORA RECOMENDA SUSPENSÃO DE CONCURSO EM CAICÓ

O processo seletivo para o provimento de cargos temporários da Prefeitura de Caicó está suspenso por recomendação da 3ª Promotoria de Justiça da cidade. A Promotora de Justiça Fladja Soares de Souza expediu o documento após receber denúncias de irregularidades no certame. O principal motivo das reclamações está relacionado com o último concurso público realizado pela prefeitura, que ainda está com validade vigente. Algumas das vagas ofertadas no concurso de edital 001/2011 para servidores temporários, tem por objetivo o preenchimento de vagas destinadas a cargos previstos no concurso anterior, que possuem candidatos aprovados.

A realização de concurso publico para cargos temporários, regida pela Lei Municipal 4.428 de 13 de agosto de 2010, deve ser uma medida excepcional, apenas em casos em que não hajam aprovados em concursos, para funções inadiáveis até outro certame, substituição temporário de servidor em que não for possível a readequação do quadro.


Além disso, outras irregularidades foram encontradas no edital, como a não identificação das leis de criação dos cargos, bem como suas atribuições, competência e fixação de remunerações, em afronta ao Princípio da Legalidade. Além da oferta de cargos para agente comunitário que segundo a Lei 11.350/2006 é permitida apenas em hipótese de surtos epidêmicos. O concurso ficará suspenso até que essas e outras irregularidades identificadas sejam esclarecidas e sanadas.

Fonte: MP/RN.


VULNERABILIDADE! VÁRIOS TIPOS DE MATERIAIS PROIBIDOS SÃO ENCONTRADOS EM PENITENCIÁRIA POTIGUAR, ENTRE ELES 12 CELULARES

Na tarde desta quinta-feira (13) foi realizada uma revista no Pavilhão 1 Térreo, na Penitenciária Estadual de Parnamirim. Após informações recebidas sobre uma possível rebelião e ataque entre presos, o secretário de Estado da Justiça e da Cidadania, Thiago Cortez, determinou uma revista no Presídio. Vários materiais foram apreendidos.

A operação contou com o apoio do Grupo de Intervenção Penitenciária, do INFOPEN (Inteligência da Sejuc) e da equipe de agentes que estava de serviço. A Polícia Militar também colaborou com a operação garantindo a segurança de todos durante a revista.

O trabalho realizado apontou uma maior integração entre a Sejuc e a Polícia Militar, uma das prioridades apontadas por Thiago Cortez na ocasião da posse dos comandos militares do estado.

Os materiais apreendidos foram:

12 aparelhos de celular
10 chips
3 facas artesanais
9 carregadores de celular
15 Fones de ouvido
1 máquina tatuadora
6 maricas (instrumento usado para fumar droga)
Drogas.

Do Blog: Como pode entrar tantas coisas proibidas em uma penitenciária? É melhor manter limpo, que ter que limpar depois. Olho Vivo!



MP EXPLICA À GOVERNADORA LINHA DE COMBATE À SONEGAÇÃO FISCAL

A governadora Rosalba Ciarlini foi recebida ontem, 13, pelo Procurador Geral de Justiça, Manoel Onofre de Souza Neto, Promotores e Procuradores de Justiça. Em visita de cortesia ao Ministério Público, a governadora foi acompanhada dos secretários Obery Rodrigues (Planejamento e Finanças), Tiago Cortês (Justiça), Esdras Alves (Articulação Política) e do Procurador Geral do Estado, Miguel Josino.

O Procurador Geral de Justiça aproveitou a visita de Rosalba Ciarlini para falar sobre a atuação das duas Promotorias de Justiça de Combate à Sonegação Fiscal, criadas recentemente, que vão funcionar dentro da Secretaria de Tributação fazendo o trabalho de recuperação de dinheiro sonegado. De acordo com informações do próprio Governo do Estado, existem pelo menos 4,5 bilhões de reais sonegados. "A atuação destas Promotorias de Justiça chega no momento oportuno, que é o início de governo, para que as pessoas já comecem a se acostumar com o rigor que será feito aos sonegadores", disse a governadora.


Além da recuperação do recurso sonegado, Manoel Onofre Neto citou a importância do trabalho preventivo feito pelas Promotorias de Justiça de Sonegação Fiscal. "Nos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo e Rio Grande do Sul, onde foram implantadas estas promotorias, houve um efeito profilático junto aos potenciais sonegadores".


Na reunião, o Procurador Geral do Estado, Miguel Josino, registrou o encontro de trabalho que teve hoje com a Promotora de Justiça da Educação, Carla Amico. "O trabalho feito pela promotoria durante três anos e meio trouxe muitas informações importantes para a atuação da secretaria de educação. Segundo Miguel Josino, no ano passado, o governo do Estado perdeu 60 milhões de reais do governo federal que deveriam ser aplicados em escolas públicas. O dinheiro foi perdido porque as escolas que seriam beneficiadas não tinham os documentos exigidos pelo Ministério da Educação, como escritura pública, documentos do terreno onde a escola foi construída.

Fonte e foto: MP/RN.

STF TEM MAIORIA PARA TORNAR JANONES RÉU POR POSTAGENS CONTRA BOLSONARO

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votou nesta sexta-feira (14) para tornar réu o deputado federal André Janones (A...