27 de outubro de 2017

MENINO AMEAÇA ATIRAR EM 22 ALUNOS COM ARMA FALSA E CAUSA PÂNICO EM ESCOLA DE RO

Um menino de 9 anos causou pânico em uma escola após pegar uma arma de brinquedo e ameaçar atirar contra 22 alunos nesta sexta-feira (27), dentro da sala de aula, em Porto Velho. Segundo informações da Polícia Militar (PM), a arma levada pelo criança parecia verdadeira e por isso deixou todos estudantes e professores assustados.
 
 
 
 
 
 
 
Em entrevista ao repórter Cícero Moura, da Rede Amazônica, a professora da Escola Estadual Elenilson Negreiros contou que vários alunos começaram a gritar de medo e alguns tentaram fugir da sala.
 
 
 
 
Segundo a professora, o estudante pegou a arma na bolsa quando ela tinha saído para ir até a secretaria. O desespero foi maior porque todos alunos lembraram do ataque em uma escola de Goiânia. Na ocasião, dois estudantes morreram após serem baleados por colega de sala.
 
 
 
 
 
"Eu fiquei com medo daquilo tudo se repetir de novo, dentro da sala de aula. Foi horrível", contou a educadora, que preferiu não se identificar.
 
 
 
 
Por causa da confusão dentro da sala, a PM foi chamada até a escola. Na ocasião, a polícia enviou um aparato diferenciado para atender a ocorrência.
 
 
 
"Neste tipo de situação a gente tem um cuidado grande, pois tinha vida de crianças envolvidas", afirma o capitão Renato Suffi, da PM.
 
 
 
 
Após a equipe da PM especializada chegar no local, foi constatado que a arma era de brinquedo e que o estudante tinha pegado o objeto em casa.
 
 
 
O Conselho Tutelar foi chamado e o aluno encaminhado à unidade, acompanhado dos pais.

HOMEM E MULHER SÃO RETIRADOS DE CASA E MORTOS NO RN

Um homem e uma mulher foram mortos a tiros na madrugada desta sexta-feira (27) no Sítio Passagem Funda, na zona rural de Taipu, município distante aproximadamente 60 quilômetros de Natal.
 
 
 
 
 
As vítimas foram identificadas como Gierle de Lima Soares e Kaline Silva do Nascimento, ambas de 27 anos. Testemunhas disseram à PM que, por volta de 1h30, os criminosos chegaram em um carro, arrombaram a porta da residência e obrigaram os dois a saírem de dentro da casa. Na varanda, eles foram executados.
 
 
 
 
A polícia também foi informada que os bandidos fugiram em direção à cidade de Ceará-Mirim, que fica na Grande Natal. Ninguém foi preso.

CORPO DE COMANDANTE DA PM ASSASSINADO NO RIO É ENTERRADO

O corpo do comandante do 3º BPM (Méier), Luiz Gustavo Teixeira, foi enterrado na tarde desta sexta-feira (27) no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste. Policiais militares de vários batalhões e representantes da sociedade civil no Méier, onde ele foi morto, foram prestar as últimas homenagens ao comandante. O corpo foi enterrado às 17h19.
 
 
 
 
 
 
 
 
Antes do enterro, um helicóptero da corporação lançou rosas sobre os presentes. Estiveram presentes na cerimônia o comandante-geral da PM, Wolney Dias, o diretor da Divisão de Homicídios da Polícia Civil, Rivaldo Barbosa, e o prefeito do Rio, Marcelo Crivella. O deputado federal Jair Bolsonaro também foi ao enterro.
 
 
 
 
 
Durante o cortejo, muitos choravam enquanto acompanhavam a homenagem ao comandante. Antes do sepultamento, foi rezado uma oração do Pai Nosso e a bandeiras do Brasil e do Vasco da Gama, clube pelo qual o ofial torcia, foram colocadas sobre o caixão.
 
 
 
 
 
O secretário de Segurança, Roberto Sá, e o governador Luiz Fernando Pezão não compareceram à cerimônia.

ROBINSON DEFENDE CRIAÇÃO DE SISTEMA ÚNICO DE SEGURANÇA EM ENCONTRO DE GOVERNADORES NO ACRE

O governador Robinson Faria participou nesta sexta-feira (27) do “Encontro de Governadores do Brasil pela Segurança e Controle das Fronteiras – Narcotráfico, uma emergência nacional”, em Rio Branco, no Acre. O evento promoveu a discussão conjunta, entre estados e União, de medidas de enfrentamento à violência, de combate ao narcotráfico e de fortalecimento das fronteiras tidas como rota de comércio ilegal de armas, drogas e contrabando.
 
 
 
 
 
 

 
A reunião, proposta por Robinson durante o último encontro de governadores, no mês de maio, foi a primeira dessa natureza no país reunindo governadores e secretários de segurança. Além do Brasil, também estiveram presentes representantes de países como a Bolívia, Equador, Peru e Colômbia.

 
 
 
 
 
É a primeira vez que vejo o Brasil reunido para debater segurança pública. É um grito de socorro, de convocação, de chamamento. Acho que este encontro é uma grande oportunidade para que tenhamos, a partir de então, uma nova postura de segurança pública. Não estamos aqui para eleger culpados, nem corrigir o passado”, disse o governador.

 
 
 
Robinson Faria foi o representante a falar pela Região Nordeste. Na ocasião, ele defendeu a criação de um Sistema Único de Segurança.
 
 
 
 
 
 
Essa será a maior vitória, se tivermos aqui o consenso de criarmos esse sistema. No meu estado, estou investindo 15% do orçamento em segurança, montante  superior ao que estabelece a Carta Magna, e o resultado seria mais satisfatório se houvesse integração, o que objetivo com essa reunião”, destacou Faria.
 
 
 


O governador potiguar ponderou ainda que a solução para a problemática da violência e criminalidade no Brasil perpassa pelo envolvimento de todas as esferas do Executivo, da União e municípios.
 
 
 

Presídio federal
 
 
Por fim, Robinson Faria fez um apelo ao Ministério da Justiça e ao Governo Federal quanto ao funcionamento do presídio federal no RN. Dados apontam que desde a instalação, em Mossoró, de uma unidade do Sistema Penitenciário Federal, os índices de violência no estado do Rio Grande do Norte têm se agravado.
 
 
 
 
 

Apelo que retirem os presos federais do meu estado. Antes da instalação desse presídio éramos um dos Estados mais pacíficos do país e hoje estamos pagando um preço altíssimo. Quando um preso perigoso é transferido para o presídio federal no RN, junto com ele vem pessoas envolvidas com sua organização criminosa”, comentou. Como proposta, Robinson disse que “o Governo do RN está disposto a assumir as instalações do presídio para presos estaduais, o que ajudará a minimizar a problemática da lotação das unidades estaduais”.
 
 
 

A programação do encontro ocorreu simultaneamente ao 16º Fórum de Governadores da Amazônia Legal, onde foram debatidos temas nas áreas de Meio Ambiente, Comunicação, Segurança Pública e Turismo, visando, sobretudo, o desenvolvimento sustentável daquela região.

SEJUC TRANSFERE PRESOS E FECHA CDP NO SERIDÓ POTIGUAR

A SEJUC determinou o fechamento do Centro de Detenção Provisória da cidade de Currais Novos nesta quinta – feira (26). Informações vindas de Currais dão conta que no dia de hoje, cerca de 10 presos foram transferidos para o presídio o Pereirão em Caicó.
 
 
 
 
 
 
 
 
O comunicado repassado para os agentes é de que o CDP será totalmente desativado e os demais presos serão transferidos para outras localidades.



SECRETARIA DE SAÚDE REALIZA O DIA D DA CAMPANHA OUTUBRO ROSA EM JARDIM DO SERIDÓ

A equipe da Estratégia Saúde da Família (ESF I), Dr. Manoel Brandão realizou uma ação de combate e prevenção ao câncer de mama, referente ao dia D da Campanha Outubro Rosa.
 
 
 



 

 
Foram realizados exames de mamas pela Enfermeira Karolinny Évans, Testes Rápidos de HIV e Sífilis pela Dentista Ariane Ribeiro, Assistente de Saúde Bucal, Maria Luzinete e a Fonoaudióloga do NASF, Lorena Brandão, solicitação de Mamografia pelo médico Dr. Iron Lucas, além da participação de toda a equipe da Estratégia Saúde da Família com o objetivo de promoção e proteção à saúde integral da mulher.

COMANDANTE DO 3º BATALHÃO MORRE APÓS SER BALEADO DO RJ

O comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar, no Méier, coronel Luiz Gustavo Lima Teixeira, morreu após ser baleado por criminosos. Ele foi levado para o Hospital Salgado Filho, onde passou por uma cirurgia, mas não resistiu.
 
 
 
 
O comandante do 3° BPM foi o 111° policial militar morto neste ano. Pouco depois, outro PM, identificado como Djalma Veríssimo Pequeno, foi assassinado em Guadalupe, também na Zona Norte.
 
 
 
 
Segundo a polícia, o carro descaracterizado em que estavam coronel e motorista bateu de frente com bandidos que desembarcaram para iniciar um arrastão, dando início à troca de tiros.
 
 
 
 
O cabo que conduzia o veículo foi atingido na perna, atendido no Hospital Salgado Filho e transferido para o Hospital Central da PM. Segunda polícia, ele não correr risco de vida.
 
 
 
 
Policiais da Delegacia de Homicídio estiveram no hospital e levaram as fardas dos dois policiais para a perícia.
 
 
 
 
O coronel tinha 48 anos, estava havia 26 na PM e à frente do 3° Batalhão do Méier há quase dois anos. Ele deixa esposa e dois filhos.

VIVALDO CONVERSA COM SECRETÁRIO E PEDE QUE GOVERNO RESOLVA SITUAÇÃO DA ESTRUTURA FÍSICA DA BARRAGEM PASSAGEM DAS TRAÍRAS

Após encaminhar requerimentos pedindo ao governo do estado a restauração da estrutura física da Barragem Passagem das Traíras, o deputado Vivaldo Costa (PROS) conversou esta semana com o Secretário Extraordinário para Gestão de Projetos, Vagner Araújo. O parlamentar pediu socorro tendo em vista a importância da Barragem para as cidades de Jardim do Seridó, São José do Seridó e Caicó.
 
 
 
 
 
 
 
 
O secretário Vagner Araújo, que é amigo pessoal do deputado Vivaldo, disse estar tentando incluir o pedido como ação do governo e confirmou já ter conversado com o secretário-adjunto do estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, além da Secretária-chefe do Gabinete Civil, Tatiana Mendes.
 
 
 
 
 
A Barragem Passagem das Traíras foi construída no período em que assumi o Governo do Estado. Um sonho de 100 anos realizado em 100 dias. Agora, o reservatório precisa ser restaurado com urgência e o tempo é este pois os estudos já indicam que o próximo ano será um ano bom de inverno.  Atualmente a população que antes era beneficiada com a barragem vem sofrendo com a seca”, destacou Vivaldo.
 
 
Foto: Arquivo.

“BACURAU” NA GAIOLA! HENRIQUE ALVES, FAMILIARES E ASSESSORES SÃO ALVOS DE MAIS UMA OPERAÇÃO DO MPF

O Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal deflagraram nesta quinta-feira (26) a Operação Lavat, um desdobramento da Operação Manus, cumprindo 27 mandados de busca e apreensão, três de prisão temporária e dois de condução coercitiva. As medidas foram determinadas pela 14ª Vara da Justiça Federal no Rio Grande do Norte e têm como alvo assessores e familiares do ex-presidente da Câmara dos Deputados Henrique Eduardo Alves, que se encontra preso desde o dia 6 de junho.
 
 
 

 
As investigações desenvolvidas pelo Ministério Público Federal e a Polícia Federal, após a deflagração da Operação Manus, em junho deste ano, revelaram que assessores e familiares de Henrique Alves, no Rio Grande do Norte e no Distrito Federal, ajudavam e continuam a ajudar o ex-parlamentar na ocultação e dissimulação de valores provenientes do crime de corrupção passiva.
 
 
 
 

 
Os elementos obtidos com o monitoramento telefônico, conjugados com os dados reunidos em diligências de busca e apreensão na Operação Manus, conduziram à constatação da efetiva existência de indícios da prática dos crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa, por parte desses auxiliares. Além disso, há sinais do cometimento dos delitos de falsidade ideológica de documento particular e de fraude à licitação.
 
 
 

 
Os mandados foram cumpridos em Natal, Parnamirim (RN), Nísia Floresta (RN), São José de Mipibu (RN), Angicos (RN) e em Brasília (DF), nos endereços pessoais, funcionais e empresariais dos envolvidos.
 
 
 
 
Do Blog: PMDB, uma das maiores vergonha Nacional!

NASF PROMOVE AÇÃO CONTRA O TABAGISMO, NO POVOADO CURRAIS NOVOS

O Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) promoveu, através da fonoaudióloga Lorena Brandão e da Dentista Ana Paula, uma ação com orientações e dicas de combate ao Tabagismo para os moradores do Povoado Currais Novos, município de Jardim do Seridó.
 
 
 
 
 
 

O trabalho realizado teve como objetivo divulgar o que é tabagismo e seus malefícios, além de promover o grupo de combate na comunidade.
 
 
 

 
Muitas vezes os usuários tentam largar o vício do tabagismo, porém, sozinhos, não conseguem renunciar ao hábito. Partindo deste ponto, achamos muito valioso trazê-lo à comunidade rural para que todos tomem conhecimento dos males do tabagismo”, explica a fonoaudióloga Lorena.

OPERAÇÃO ALCMEON: EX-DESEMBARGADOR É DENUNCIADO POR CORRUPÇÃO, LAVAGEM DE DINHEIRO E EXPLORAÇÃO DE PRESTÍGIO

O Ministério Público Federal (MPF) ofereceu à Justiça duas denúncias (ver link abaixo) contra o ex-desembargador federal Francisco Barros Dias e outras 12 pessoas, por prática de corrupção, lavagem de dinheiro, falsidade documental e exploração de prestígio. A primeira, que tramita na 2ª Vara da Justiça Federal no RN, narra um esquema de compra e venda de decisões judiciais por Francisco Barros em 2012, quando ainda atuava no Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5).
 
 
 

Já a segunda denúncia, que tramita na 14ª Vara, descreve a exploração de prestígio do ex-desembargador após a aposentadoria, quando passou a advogar ilegalmente junto à mesma corte. De acordo com o MPF, Francisco Barros, mediante utilização de terceiros, recebeu altos valores a pretexto de influenciar no voto de ex-colegas de magistratura.
 
 

 
As denúncias são decorrentes da Operação Alcmeon deflagrada no último dia 30 de agosto. Na ocasião, Francisco Barros foi preso preventivamente, mas obteve a liberdade, através de dois habeas corpus analisados pelo TRF5.

 
 
 
Perante a 2ª Vara da Justiça Federal, o ex-desembargador responde por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Além de Francisco Barros, são réus os advogados Francisco Welithon da Silva, Flávio Claudevan de Gouveia e Ademar Rigueira Neto, bem como Eugênio Pacelli Remigio de Araújo, ex-assessor do desembargador federal Paulo de Tasso Gadelha.

 
 
 
 
Já na 14ª Vara, o ex-desembargador é acusado de associação criminosa, exploração de prestígio, falsidade documental e lavagem de dinheiro. Nesse processo há acusações ainda contra a esposa do ex-desembargador, Noara Renea Vieira de Alencar Barros Dias; os advogados Ivis Giorgio Tavares Barros Dias, José Luiz Carlos de Lima, Anderson Gurgel Dantas e Marcos Lacerda Almeida Filho; o bacharel em Direito Gleydson Firmino da Silva; o empresário Edvaldo Fagundes de Albuquerque; e o ex-prefeito de Upanema Jorge Luiz Costa.

 
 
 
Prestígio – A segunda denúncia revela que o ex-desembargador desrespeitou a “quarentena” constitucional, pela qual só poderia advogar junto ao TRF5 após um prazo mínimo de três anos da sua aposentadoria, ocorrida em 2015. No entanto, desde aquele ano e até 2017 ele e outros advogados, bem como sua esposa, teriam recebido valores significativos sob a promessa de influenciarem no voto dos desembargadores daquela corte, para o julgamento de diferentes ações. O MPF deixa claro, porém, que em nenhum dos casos há evidências de envolvimento de magistrados.

 
 
 
Do empresário Edvaldo Fagundes, proprietário do Grupo Líder e principal alvo da Operação Salt, o ex-desembargador recebeu pelo menos R$ 515.735,43, através da Latosensu Escola Jurídica e de sua esposa. Em associação com alguns dos demais acusados, Francisco Barros também solicitou R$ 350 mil a Acácio Allan Fernandes, envolvido na Operação Pecado Capital. Francisco Barros Dias havia atuado como magistrado, no TRF5, em ambas as operações.
 
 
 

Recebeu também R$ 135 mil de Francisco Gilson de Oliveira, ex-Prefeito de Baraúna, além de R$ 120 mil de Maria José de Oliveira, ex-prefeita de Viçosa, e de Josifran Lins de Medeiros, ex-prefeito de São Vicente. O ex-prefeito de Upanema Jorge Luiz Costa pagou aproximadamente R$ 281 mil pelos “serviços” junto ao TRF5 e, de Antônio Gomes, prefeito de Viçosa, vieram pelo menos outros R$ 10 mil.
 
 
 

Vazamento – A denúncia que trata dos casos ocorridos em 2012 já foi recebida pela Justiça, e os acusados passaram à condição de réus. Ela aponta que Francisco Barros e Paulo de Tasso Gadelha (já falecido) atuavam na Segunda Turma do TRF5 e votaram a favor do habeas corpus que liberou da prisão Rychardson de Macedo Bernardo, bem como devolveram a ele o controle sobre seus bens e empresas, em troca de propina intermediada por três advogados. Rychardson foi alvo da Operação Pecado Capital, realizada em 2011, que apurou um esquema de desvio no Ipem/RN.
 
 

O MPF ressalta, porém, que houve vazamento dessas investigações, quando ainda se encontravam nos procedimentos iniciais. Ademar Rigueira Neto foi o primeiro beneficiado e teve conhecimento dos pedidos de afastamento de sigilo pouco tempo após serem protocolados. A denúncia indica que os meios ilícitos pelo qual o investigado foi avisado ainda estão sendo apurados.
 
 

Além do advogado, o ex-desembargador Francisco Barros mantinha, em seu escritório, uma cópia dos pedidos de quebra de sigilo feitos pelo MPF, material que se encontrava sob sigilo judicial. A cópia foi apreendida pela Polícia Federal no último dia 30 de agosto, durante a Operação Alcmeon, dentro de um envelope da OAB/RN.

HADDAD IMPÕE ‘LEI DA MORDAÇA’ À PRÓPRIA ASSESSORIA, NO MINISTÉRIO DA FAZENDA

Fernando Haddad baixou portaria estabelecendo uma “lei da mordaça” na própria assessoria da comunicação do Ministério da Fazenda, como se nã...