20 de abril de 2023

FORÇA-TAREFA SUSP NATAL PRENDE NO PARAGUAI UM DOS HOMENS MAIS PROCURADOS PELA JUSTIÇA DO RN

Uma ação da Força-Tarefa Susp Natal realizada em conjunto com a Polícia Federal no Rio Grande do Norte, no Mato Grosso do Sul, e pela Secretaria Nacional Antidrogas-SENAD/PY, resultou nesta quarta-feira (19), na cidade de Pedro Juan Caballero, Paraguai, fronteira com Ponta Porã/MS, na prisão de um homem de 32 anos de idade, considerado um dos foragidos mais procurados pela Justiça do Rio Grande do Norte, por envolvimento com roubos a bancos, carros-fortes, tráfico de drogas e de armas.

 


Neste trabalho, a FT-SUSP/RN contou ainda com o apoio da DELEPAT/PF/RN, DELEPAT/PF/PA, Delegacia da PF em Ponta Porã/MS, Polícia Civil/PB, Polícia Civil/RN e Polícia Rodoviária Federal.

 


Alvo da Operação Pélagos deflagrada em 23.11.2022 pela FT-SUSP/RN, no momento em que foi abordado no dia de hoje, o suspeito ainda tentou enganar os policiais se utilizando de nome falso. O preso é acusado de enviar cargas de drogas e de armas de estados fronteiriços do Brasil para o Rio Grande do Norte e Paraíba, além de ser apontado com integrante de uma facção criminosa do RN, e de atuar, também, na linha de frente de assaltos, pesando contra ele forte suspeita de ter dado suporte aos recentes atentados ocorridos neste estado. 

 


Contra o homem havia 4 mandados de prisão em aberto expedido pelas comarcas de Marcelino Vieira, São Paulo do Potengi, Alexandria e Natal,  por crimes diversos,  dentre eles, o do assalto aos bancos em São Paulo do Potengi, no dia 14.10.2020, quando cerca de 30 criminosos usando armas de grosso calibre atacaram duas agências bancárias e o prédio onde funcionam a base da Polícia Militar e a Polícia Civil.

 


O envolvido também é suspeito de ataques a carros-fortes no interior do Nordeste e tido como uma das lideranças da quadrilha que em 13/02/2023 entrou em confronto com a Polícia Civil na cidade de Cubati/PB quando se preparava para atacar agências bancárias de Taperoá/PB, cujo embate resultou na morte de sete criminosos e um arsenal apreendido.

CÂMERAS DE SEGURANÇA GRAVAM MOMENTO DO ASSASSINATO DO PREFEITO DE SÃO JOSÉ DO CAMPESTRE - RN

Câmeras de segurança registraram a ação do criminoso que matou o prefeito de São José do Campestre, Nenem Borges, na noite desta terça (18).

 

As imagens mostram o homem na frente da casa com uma arma na mão. Ele usa uma máscara para esconder o rosto. O criminoso tira uma cadeira que estava na frente do portão e entra com a arma em punho. As imagens não mostram o momento em que ele atira no prefeito.

 

Na sequência, as imagens mostram o criminoso saindo da casa.

 

Joseilson Borges da Costa, de 43 anos, mais conhecido como Nenem Borges, levou três tiros no rosto. Nenhum suspeito foi preso.

 

Segundo a polícia, o crime aconteceu por volta das 23h. O autor do crime teria pulado o muro de uma escola abandonada, passou por um beco e entrou na casa do prefeito pelo portão, que estava aberto. Neném Borges estava deitado no sofá de casa.

 

Outros familiares também estavam no imóvel, mas não foram atingidos pelos tiros. O criminoso conseguiu fugir.

DESMATAMENTO NA AMAZÔNIA TRIPLICA EM MARÇO; TRIMESTRE É O 2º PIOR DESDE 2008

O desmatamento da Amazônia triplicou em março, fazendo com que o início de 2023 tenha sido o segundo pior trimestre de desmatamento desde 2008, segundo monitoramento do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon). 

 

Foram derrubados 867 km², o equivalente a quase mil campos de futebol por dia.

 

A Área de Proteção Ambiental Triunfo do Xingu e a APA do Tapajós (PA) perderam áreas de floresta equivalentes a 500 e a 300 campos de futebol apenas em março. Elas foram as duas Unidades de Conservação mais destruídas na Amazônia no mês.

 

Em março, oito dos nove estados que compõem a Amazônia Legal apresentaram aumento no desmatamento, com exceção do Amapá.

 

Do Blog: Culpa de Bolsonaro! 



IBANEIS AFASTADO INJUSTAMENTE E GENERAL OMISSO SOLTO, EIS OS ERROS DO STF

As imagens vazadas do Planalto, de conhecimento do Supremo Tribunal Federal (STF), reforçam a constatação dos graves erros da própria Corte em relação aos atos criminosos de 8 de janeiro. A começar pelo afastamento do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), sem fatos que o justificassem. E manter solto o general Gonçalves Dias, apesar de as imagens mostrarem o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) quase confraternizando com os “manifestantes”. 

 

Mesmo com imagens evidenciam atitude cúmplice do GSI de Lula, o STF manteve Ibaneis afastado e não prendeu o general e seus subordinados.

 

Mesmo o Planalto sob ataque de supostos “golpistas”, o general aparece sem arma em punho e sem qualquer atitude de resistência.

 

Sob comando de um general, os agentes do GSI são militares do Exército que, como quaisquer outros, apenas cumprem ordens.

 

Uma das imagens mostram o general abrindo a porta de vidro que separa os elevadores do gabinete presidencial e seguranças inertes.

MULHER É MORTA A FACADAS PELO COMPANHEIRO DENTRO DE CASA NO SERIDÓ POTIGUAR

Um crime de feminicídio foi registrando nesta quinta-feira, (11), em Serra Negra do Norte, tendo como vítima, Daiane Silva, que foi assassin...