2 de abril de 2019

URGENTE! EX-PREFEITO JOCIMAR DANTAS E EX-SERVIDOR TIDO COMO FUNCIONÃRIO “FANTASMA” SÃO CONDENADOS POR IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

O ex-prefeito/ex-padre  Jocimar Dantas, e o servidor que foi dito como ‘funcionário fantasma’ da prefeitura de Jardim do Seridó, Arthur Medeiros de Morais, foram condenados nesta terça-feira, (02), pela MM Juíza da comarca de Jardim do Seridó, Drª. Janaina Lobo da Silva Maia, por ato de improbidade administrativa.






  



Na época dos fatos, o então servidor foi denunciado através de uma carta anônima enviada à câmara municipal, na qual o mesmo era acusado de não cumprir com a carga horária, enquanto que os demais servidores cumpriam suas cargas horárias legalmente.







Uma das provas usada na época do fato, foi postagens que o mesmo fazia em suas redes sociais, onde aparecia em Patos-PB, no horário que deveria está cumprindo seu expediente, sem ser “incomodado” pelos seus superiores.







Um fato que também chamou a atenção, foi que o então acusado “servidor fantasma”, “Arthur de Jotilde”, era declaradamente adversário do então prefeito Jocimar Dantas, mas passou a apoiá-lo logo após “receber” todos os privilégios, enquanto que todos os outros servidores públicos municipais continuavam obrigados a trabalharem normalmente.  







Conforme sentença, o ex-servidor fantasma”, “Arthur de Jotilde”, terá que devolver o valor igual aos seus salários recebidos no período de 1º de outubro de 2010 a 15 de dezembro de 2011, com abatimento de 6 horas semanais, com mais juros e multa de 30% do valor à ser devolvido. No caso do ex-prefeito, Jocimar Dantas, a multa será equivalente a 05 (cinco) vezes o valor do último subsídio recebido por este dos cofres do Município de Jardim do Seridó no exercício do cargo de Prefeito.









Arthur Medeiros de Morais é filho do ex-secretário de infra-estrutura do governo do então prefeito Dr. Edimar Medeiros Dantas,Jotilde Morais”, que foi tido pela população como o grande “vilão” da administração passada, responsável direto pela derrota do prefeito nas urnas.









Do Blog: Fui muito perseguido e ameaçado por ter sido o único profissional  da imprensa que teve a coragem de tornar pública a referida denúncia. Só resta dizer uma única coisa: “Aqui se mostra a verdade de verdade, doa à quem doer!”.


PF PRENDE HOMEM ACUSADO DE FALSIFICAÇÃO DE DOCUMENTOS E LAVAGEM DE DINHEIRO NO RN


A Polícia Federal prendeu, em um shopping de Natal, um homem com idade presumida de 28 anos, acusado de apresentar documentação falsa quando realizava um depósito no valor de R$ 20 mil em uma agência da Caixa Econômica Federal. Como a transação excede o limite permitido por lei e, obrigatoriamente, teria que ser feita mediante “depósito identificado”, o funcionário da CEF solicitou os documentos pessoais do acusado que, ao serem analisados, despertou suspeita de falsificação, motivando o acionamento da PF até o local. 





Com a chegada da equipe, os policiais checaram junto aos órgãos oficiais e confirmaram que eram falsas as informações inseridas nas carteiras de identidade e de habilitação apresentadas pelo suspeito, o qual recebeu voz de prisão e foi conduzido para autuação na Superintendência da Polícia Federal.





Durante o seu interrogatório, o homem se negou a revelar o seu nome verdadeiro, bem como a filiação, e respondeu de maneira evasiva aos vários questionamentos que lhe foram dirigidos. Com ele, foram ainda apreendidos R$ 4.345 reais, U$ 65 dólares, cartões e recibos de depósitos bancários. A quantia que ele depositava no momento da prisão ficou retida pela Caixa Econômica Federal.





Indiciado pelos crimes de falsificação de documento público e lavagem de dinheiro, o suspeito teve colhida as suas impressões digitais e em seguida foi encaminhado para exame de corpo de delito no ITEP. 





Ele permanece sob custódia na sede da PF, ainda sem identificação, à disposição da Justiça.

PROMOTOR QUE ATUOU POR VÁRIOS ANOS EM JARDIM DO SERIDÓ PERDE O CARGO EM CONDENAÇÃO POR CORRUPÇÃO


Ex-promotor de Justiça com atuação em Parnamirim, na região metropolitana de Natal, José Fontes de Andrade foi condenado pela Justiça Estadual por improbidade administrativa. De acordo com denúncia do próprio Ministério Público, o então servidor usou a estrutura pública para pedir dinheiro a donos de imóveis e estabelecimentos comerciais do município. Ele foi flagrado em vídeos que causaram sua prisão, em 2012. O réu foi condenado por corrupção passiva em 2017. Dr. Fontes, atuou por város anos em Jardim do Seridó.





Além da perda do cargo, a Justiça determinou a suspensão dos direitos políticos por cinco anos e ainda pagamento de multa de 10 vezes o salário de promotor. Ele também está proibido de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios pelo prazo de 3 anos. 




De acordo com a ação civil pública ajuizada pelo MP, José Fontes cometeu inúmeros atos de improbidade administrativa ao solicitar vantagens indevidas de proprietários de imóveis e estabelecimentos comerciais. À época, ele era titular da 10ª Promotoria de Justiça da cidade. 






O então promotor tinha atribuições exercidas na área de proteção ao meio ambiente. De acordo com o processo, os atos de improbidade eram praticados a partir do deslocamento dele até obras e estabelecimentos comerciais, momento no qual solicitava que os proprietários comparecessem à Promotoria de Justiça para tratar da regularidade das mesmas, quando, então, informava a existência de irregularidades. 





Para evitar o embargo da obra ou do estabelecimento, o ex-promotor exigia que os proprietários pagassem uma certa quantia em dinheiro para um suposto advogado que iria defendê-los em um inexistente processo no âmbito da Promotoria, o qual seria arquivado e se daria a continuidade das obras e estabelecimentos. 



Do Blog: Era quase um "Deus" em Jardim do Seridó. Eu sabia que uma dia a casa caia.


AVIÃO FAZ POUSO FORÇADO NO INTERIOR DE SP E 5 OCUPANTES SOBREVIVEM

Um avião bimotor fez um pouso forçado na madrugada desta terça-feira (2) em uma área de pasto nas proximidades de prédios residenciais do Jardim Bassoli, em Campinas (SP). Cinco pessoas estavam na aeronave, segundo o Corpo de Bombeiros.









De acordo com a Prefeitura, os cinco ocupantes - piloto, copiloto e três passageiros - foram encaminhados para o Pronto Atendimento do Campo Grande para exames, e alguns tiveram ferimentos leves. Todos já foram liberados. 




A aeronave Embraer 121A1 Xingu 2 saiu de Sorocaba (SP) e seguia em direção a Palmas, capital do Tocantins (TO). Alguns dos ocupantes seriam advogados de São Paulo. O bimotor decolou às 23h do Aeroporto Estadual de Sorocaba Bertram Luiz Leupolz, em Sorocaba (SP).




Representantes do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aéreos (Cenipa), da Aeronáutica, chegaram ao local por volta das 8h50 para avaliar o ocorrido. O piloto da aeronave que teve o pouso forçado está no local e acompanha as análises. 




Por nota, o órgão informou que investigadores do Quarto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA IV) iniciaram os trabalhos, que envolvem "fotografar cenas, retirar partes da aeronave para análise, reunir documentos e ouvir relatos de pessoas que possam ter observado a sequência de eventos".


Foto: André Natale/EPTV. 

SEGURANÇA É MORTO A TIROS DURANTE ASSALTO EM CIDADE SERIDOENSE

O segurança, identificado como sendo, Juvenal, foi morto a tiro no início da noite desta terça-feira, (27), no centro da cidade de Currais N...