20 de outubro de 2022

CENSURA JUDICIAL IGNORA CONSTITUIÇÃO E EXISTE HÁ ANOS

A decisão do Tribunal Superior Eleitoral de impor a censura nunca foi tão radical, mas não é recente, como pode parecer. Apesar de a Constituição garantir liberdade de expressão e o direito dos brasileiros à informação, jornalista foi proibido de mencionar senador do Amazonas suspeito de corrupção, censurou revista expondo ligação de ministro à Lava Jato, vetou reportagens sobre imóveis da família do presidente, e até decretou censura prévia a documentário inédito sobre a facada em Bolsonaro. 

 

O TSE achou pouco e, sem constrangimentos, impôs mordaça a jornalistas da TV Jovem Pan, impedidos de lembrar quem Lula de fato é.

 

O TSE teve a ousadia de vetar vídeo de Marco Aurélio, que presidiu por três vezes o tribunal, esclarecendo que Lula não foi inocentado pelo STF.

 

A censura lembra a cada dia que faz todo o sentido a pregação do “autoritário” e “antidemocrático” Bolsonaro em defesa da liberdade.


Pelo andar da carruagem Lula não enfrentaria obstáculos no Judiciário para cumprir a ameaça de inspiração fascista de “regulamentar” a mídia.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TRAGÉDIA! ACIDENTE ENTRE VAN DE ESTUDANTES E TRATOR DEIXA MORTOS NO SERTÃO DA PB

Um acidente entre uma van, que transportava estudantes, e um trator, na noite desta segunda-feira (22), deixou ao menos duas pessoas mortas,...