29 de março de 2018

MINISTRO DIAS TOFFOLI CONCEDE PRISÃO DOMICILIAR A PAULO MALUF

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu nesta quarta-feira (28) prisão domiciliar ao deputado afastado Paulo Maluf (PP-SP).
 
 
 
 
 
 
 

Maluf está preso desde dezembro no Complexo Penitenciário da Papuda e, nesta quarta (28), foi internado em um hospital em Brasília.
 
 
 
 
A defesa do parlamentar alega saúde frágil e apresentou um pedido de liberdade ou prisão domiciliar ao STF.
 
 
 
 
Ex-prefeito de São Paulo, Paulo Maluf foi condenado pelo STF em maio do ano passado a 7 anos, 9 meses e 10 dias de prisão em regime fechado pelo crime de lavagem de dinheiro.
 
 
 
 
Em dezembro, o ministro Edson Fachin determinou o cumprimento da pena, levando Maluf à prisão.
 
 
 
 
Após a decisão de Toffoli, os advogados de Maluf Ricardo Tosto e Jorge Nemr divulgaram nota na qual avaliaram que o ministro "mostrou a sensibilidade dos magistrados humanistas", ressaltando que o estado de saúde do deputado "é grave, inclusive sem garantia de que tenha de volta as condições necessárias para se locomover como antes".

0 comentários:

Postar um comentário