11 de maio de 2020

ROGÉRIO MARINHO PEDE R$ 8 BILHÕES EM OBRAS E EMENDAS EM 2020 E INCOMODA PAULO GUEDES

O ministro Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) negocia no governo a liberação de pelo menos R$ 8 bilhões neste ano para obras públicas a serem executadas por diferentes órgãos ligados a sua pasta.



Parte desse valor pode ser concedido por meio de emendas parlamentares, e ficar até mesmo fora do teto de gastos.



A movimentação de Marinho por mais recursos públicos gerou incômodo do ministro Paulo Guedes (Economia), que tem criticado a tentativa de se usar o Tesouro para ações não ligadas diretamente à pandemia do coronavírus.



Marinho, por outro lado, comunicou que tem respaldo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para planejar gastos públicos.


A justificativa é tentar reaquecer a atividade e gerar empregos no pós-Covid.



"Se existirem divergências [com Guedes], são de visões de Estado ou algo parecido. Nada pessoal", disse Marinho há duas semanas.



O plano de obras e ações do MDR (Ministério do Desenvolvimento Regional) depende, porém, de um acordo com o Ministério da Economia, que decidirá sobre o repasse a Marinho pelos chamados créditos adicionais.



0 comentários:

Postar um comentário