22 de abril de 2020

GOVERNO QUER MANTER COMÉRCIO FECHADO NO RN ATÉ 05 DE MAIO, FECOMÉRCIO PEDE FLEXIBILIDADE

O governo do Rio Grande do Norte quer manter as restrições do funcionamento do comércio até pelo menos o próximo dia 5 de maio. Nessa nova data, o Executivo pretende reavaliar a possibilidade de retomada das atividades. O posicionamento foi dado após reunião com representantes de setores do comércio, que se mostraram favoráveis a uma maior flexibilização das medidas de isolamento social e de que o novo decreto não seguisse às mesmas restrições do atual, que é válido até quinta-feira (23).




Após a reunião, Fecomércio emitiu uma nota se mostrando favorável à flexibilização do isolamento social no estado. A federação defende que haja uma "retomada gradual das atividades socioeconômicas". Ela propôs que o novo decreto não fosse renovado como está o atual e que fossem pensadas formas para que os estabelecimentos comerciais pudessem voltar a funcionar, "desde que não utilizem sistema de ar condicionado central". 




"Considerando a interligação inevitável entre este isolamento e a atividade econômica geradora de ocupação e renda, identificamos a necessidade urgente de traçarmos um cenário de retomada gradual das atividades socioeconômicas", diz em nota a Fecomércio. "É a única como forma de evitarmos que o sofrimento do nosso povo seja prolongado além do estritamente necessário". 




O pedido de flexibilização se dá, segundo a Fecomércio, por alguns fatores. Ela acredita que os números de novos casos e mortes estão "bastante abaixo das médias nacional e, sobretudo, daquelas registradas nos países onde o vírus foi mais devastador". 




Além disso, a federação acredita que os 22% do uso dos leitos de UTIs destinados a pacientes com Covid-19 até domingo (19) no estado, aliado às novas vagas sendo implantadas, "dá uma situação bastante positiva" em relação à ocupação.
 
 
 
 
Do Blog: O mais difícil para o Governo vai ser arranjar 10.972 defuntos do vírus no RN até dia 15 de Maio. 

0 comentários:

Postar um comentário