3 de março de 2020

PROTESTO PEDE FIM DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER NO DIA QUE COMPLETA 01 ANO DA MORTE DE ZAIRA

Comunidade de Currais Novos fez protesto contra a violência contra a mulher, no dia em que completou um ano da covarde morte da linda Zaira. No dia 2 de março de 2019, a estudante universitária Zaira dos Santos Cruz, de 22 anos, foi assassinada durante o carnaval de Caicó, no Seridó potiguar. Nesta segunda, um ano depois, familiares, amigos e outras pessoas que residem em Currais Novos, cidade em que ela vivia, se reuniram em um protesto para pedir o fim da violência contra as mulheres.









O sargento da PM Pedro Inácio Araújo de Maria, de 36 anos de idade, é o acusado do crime e está preso, aguardando julgamento. Zaira foi encontrada morta na manhã do sábado de carnaval dentro de um carro em um condomínio no município de Caicó. Ela, Pedro Inácio e mais um grupo de amigos alugaram uma casa para passar a festividade na cidade. Segundo as investigações da Polícia Civil, Zaira Cruz foi assassinada pelo PM por asfixia mecânica, ou seja, foi estrangulada. 

0 comentários:

Postar um comentário