11 de maio de 2018

JUSTIÇA DECRETA PRISÃO DE EX-VEREADOR E FILHO DELE POR AGRESSÃO EM FRENTE AO INSTITUTO LULA

A Justiça decretou a prisão preventiva do ex-vereador de Diadema Manoel Eduardo Marinho (PT), conhecido como Maninho, e do filho dele, Leandro, pela agressão a um empresário em frente ao Instituto Lula, na Zona Sul de São Paulo, em 5 de abril. A defesa da dupla diz que irá recorrer. 








Em sua decisão, a juíza Débora Faitarone, da 1ª Vara do Júri, disse que “os réus contaram com a impunidade, que não veio e não virá”. “Eles não podem permanecer em liberdade após a prática de um crime doloso contra a vida, praticado de maneira tão covarde”, afirmou. 





A vítima, o empresário Carlos Alberto Bettoni, de 56 anos, foi agredida por três apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no dia em que foi expedido o mandado de prisão contra o líder petista.





A juíza afirma na decisão que a prisão foi decretada “para garantir a ordem pública e assegurar a aplicação da lei penal, e considerando ainda a gravidade do crime, que inclusive é hediondo". Com a aceitação da denúncia, os acusados deverão ser julgados por um júri popular.


0 comentários:

Postar um comentário