27 de dezembro de 2022

SUPOSTO TERRORISTA PEDIU RETIRADA DO NOME DE BOLSONARO DOS AUTOS

George Washington de Oliveira Sousa, preso no último sábado (24) por envolvimento em suposto ato terrorista em Brasília, afirmou durante audiência de custódia que solicitou ao delegado para retirar o nome do presidente Jair Bolsonaro dos autos processuais. O homem diz ainda crer que a solicitação não foi atendida. 

 

A informação foi dada em audiência de custódia com a juíza Acácia Regina Soares de Sá, da 8ª Vara Criminal do Distrito Federal. 

 

George Washington também disse ter negado que o envolvimento teria relação com a eleição do presidente Lula. 

 

Após a audiência, a magistrada determinou que a prisão do suspeito fosse convertida em preventiva. 

 

As forças de segurança do Distrito Federal foram acionadas no último sábado (24), depois que um caminhoneiro ligou para a polícia por ter encontrado um suposto artefato explosivo, na área do Aeroporto JK, em Brasília. 

 

Equipes do esquadrão de bombas do Batalhão de Operações Especiais (Bope), da Polícia Militar do DF, desativaram o artefato.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

BANDIDO PERIGOSO FORAGIDO DO RN É NO PERU

Um potiguar foragido da Justiça, condenado a mais de 32 anos de pena, foi preso no Peru, segundo informou a Polícia Federal.   De acordo ...