25 de junho de 2022

IDOSA FOI ESTUPRADA ANTES DE SER MORTA NO INTERIOR DO RN, MOSTRA EXAME

O laudo de conjunção carnal do Instituto de Técnico-Científico de Perícia (Itep) concluiu que Adalgisa Fagundes Neves, de 61 anos, foi estuprada antes de morrer. Ela foi encontrada no último dia 23 de maio em Baraúna, chegou a ser socorrida, só que morreu no mesmo dia, em Mossoró.

 

O resultado do laudo foi divulgado. De acordo com o delegado Luiz Fernando, responsável pelo caso, o inquérito foi remetido à Justiça com o indiciamento por homicídio e estupro.

 

O suspeito do crime é Matheus Mangueira da Silva, de 23 anos, que tem em seu desfavor mandado de prisão preventiva decretado, mas segue foragido.

0 comentários:

Postar um comentário