24 de julho de 2020

NUVEM DE GAFANHOTOS PRÓXIMA AO BRASIL DIMINUI UM TERÇO NA ARGENTINA


A nuvem de gafanhotos que está na Argentina, próxima ao Brasil, diminuiu um terço desde que ingressou no país, em maio, informou o Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar (Senasa) argentino, na noite desta quinta-feira (23). 




Essa foi a primeira nuvem identificada na América do Sul, que está a 90 km da fronteira do Brasil. Há hoje no continente três nuvens de gafanhotos.


 
A densidade populacional dos insetos da primeira nuvem era de 15 km² em maio, e recuou para 10 km² após medidas do governo argentino. 



"Diferentes ações coordenadas provocaram uma forte redução de uma das duas nuvens de gafanhotos, localizada perto da Federação, em Entre Ríos", disse a Senasa.

0 comentários:

Postar um comentário