10 de novembro de 2019

ASSASSINO QUE MATOU A PRÓPRIA CUNHADA DE APENAS 12 ANOS NO RN PEGA MAIS DE 23 ANOS DE PRISÃO

O Tribunal de Júri condenou o homem acusado de assassinar a menina Maria Carla da Silva, de 12 anos, em setembro de 2018, no município de Apodi, na região Oeste potiguar. A pena Paulo Batista de Sousa, que era cunhado da vítima, foi de 23 anos e 9 meses de prisão em regime fechado. 




O crime aconteceu na noite de 18 de outubro de 2018 quando Paulo matou a menina por estrangulamento, após dar uma carona para a vítima. Segundo a acusação, a ação foi premeditada pelo acusado após uma discussão familiar. 




O denunciado chegou a assumir o crime, após dar várias declarações contraditórias à Polícia Civil, e indicou o local onde o corpo da vítima foi encontrado – um dia antes de completar um mês do seu desaparecimento – na zona rural do município. Junto ao corpo, estavam vários objetos pessoais de Maria Carla. 



Aos 23 anos e 9 meses da sentença, serão somados outros 8 anos de prisão, referentes a outra condenação imposta ao réu por também ter cometido o crime de estupro da irmã de Maria Carla.

0 comentários:

Postar um comentário