18 de julho de 2018

ASSASSINO QUE DE MATOU EX A FACADAS EM FRENTE DAS FILHAS JÁ TINHA 16 PASSAGENS PELAPOLÍCIA

Durante os três dias em que ficou foragido, Stefanno de Jesus Amorim, que matou a ex-mulher a facadas, escreveu uma carta de 10 páginas, escrita a mão em caneta vermelha, para explicar a motivação do assassinato. Ele foi preso nesta terça-feira (17), confessou o crime e afirmou que matou a funcionária do Ministério dos Direitos Humanos por ciúme. 













Em um trecho da carta, ele escreveu: "Ela mudou muito comigo em um mês e não deixava eu ver as minhas filhas. Me deixava muito nervoso". No fim, se dirigiu à família da ex: "Sei que vocês me entregaram ela de coração e eu acabei a devolvendo desta forma". 






Stefanno foi capturado na quadra 500 do Recanto das Emas por volta das 16h, depois de uma denúncia anônima. Ele estava escondido na casa de uma irmã. O suspeito vai responder por feminicídio – crime de ódio motivado pelo gênero, cuja pena varia de 12 a 30 anos. 






A vítima, Janaína Romão Lúcio, de 30 anos, era funcionária do Ministério dos Direitos Humanos e tinha duas filhas com o agressor – de 2 e 4 anos. Ela foi morta com cinco facadas no peito e nas costas na tarde de sábado (14), quando buscava as meninas na casa do pai. 






Stefanno tem passagem na Polícia Civil por briga, porte e uso de drogas, além dos registros com base na Lei Maria da Penha, de acordo com o delegado Rodrigues. Somada às infrações cometidas quanto era menor de idade, a ficha dele alcança 16 passagens. 




Do Blog: Como essa mulher quis esse cara? Um verdadeiro bandido, com muitos crimes nas costas. Meu Deus!





1 comentários:

ela comeu do próprio veneno que esse tal direitos humanos defendem!

Postar um comentário