2 de outubro de 2017

SOBE PARA 58 MORTOS E MAIS DE 500 FERIDOS NO MAIOR ATAQUE A TIROS NOS EUA

Pelo menos 58 pessoas morreram e mais de 515 ficaram feridas em um tiroteio durante um show em Las Vegas. Trata-se do mais letal ataque deste tipo na história moderna dos EUA, de acordo com a polícia.
 
 
 
 
 
 
 
 
Um atirador abriu fogo na plateia de um festival de música no hotel Mandalay Bay. A polícia informou que ele estava no 32° andar do hotel.
 
 
 
 
Os policiais usaram explosivos para derrubar a porta do quarto onde o homem estava. O atirador se suicidou. Fontes da polícia disseram à mídia americana que uma "grande quantidade" de armas foi encontrada no quarto.
 
 
 
 
Segundo o xerife de Las Vegas, Joe Lombardo, acredita-se que o autor dos disparos agiu como "lobo solitário" - como são chamados ataques planejados e executados individualmente.
 
 
 
O som do que parecia ser prolongados disparos de arma automática foi registrado em vídeos amadores postados nas redes sociais.
 
 
 
 
Ao menos 515 pessoas foram levadas a hospitais da cidade após o ataque, segundo as últimas informações da polícia. Mais de 22 mil estavam no festival no momento dos disparos.
 
 
 
 
Mais tarde, a polícia anunciou que o suspeito era Stephen Paddock, um homem branco de 64 anos que não tem passagens pelas Forças Armadas ou antecedentes criminais. Episódios similares já foram protagonizados por ex-militares.
 
 
 
 
Paddock foi identificado como morador de uma cidade vizinha, Mesquite. Mas a polícia informou que ele estava hospedado no Mandalay Bay desde quinta-feira.
 
 
 
 
O Centro Médico Universitário, um dos hospitais que receberam feridos, informou que pelo menos 14 pessoas se encontraram em estado grave. Em nota oficial, o Itamaraty informou que "até o presente momento não há registro de brasileiros entre os mortos e feridos".

0 comentários:

Postar um comentário