15 de outubro de 2017

EM DEPOIMENTO, DELATOR DIZ QUE CUNHA REPASSAVA PROPINA PARA MICHEL TEMER

 
Em depoimento à Procuradoria Geral da República, o operador financeiro Lúcio Funaro afirmou que parte da propina que chegava a Eduardo Cunha era repassada ao presidente da República Michel Temer.
 
 
 
 
 
Tenho certeza que parte do dinheiro que era repassado, que o Eduardo Cunha capitaneava em todos os esquemas que ele tinha, dava um percentual também para o Michel Temer”, afirma Funaro em depoimento..
 
 
 
 
 
Na gravação, o delator relata ainda que seu escritório em São Paulo ficava muito próximo ao de Temer e ao do advogado José Yunes, ex-assessor do presidente, e que isso facilitava os repasses de propina.
 
 
 
 
 
O Altair [Altair Alves Pinto, emissário de Cunha] às vezes comentava que tinha que entregar um dinheiro para o Michel. O escritório do Michel é atrás do meu escritório. O lugar onde era localizado o meu escritório era muito bom para o Eduardo porque era próximo ao escritório do José Yunes, que era uma das pessoas que às vezes arrecadava dinheiro, que ia pegar dinheiro pro Michel Temer”, diz Funaro.
 
 
 
 
 
Em comunicado, o Palácio do Planalto afirmou que Michel Temer não fazia parte da “bancada de ninguém”, referindo-se a Eduardo Cunha, e que “toda e qualquer afirmação nesse sentido é falsa”.
 
 
 
 
 
A defesa de Yunes afirmou que “Lúcio Funaro já faltou com a verdade em inúmeras oportunidades” e disse ainda que o delator será processado por denunciação caluniosa.

0 comentários:

Postar um comentário