15 de outubro de 2017

“BRINCADEIRA”! ANNA JATOBÁ PASSA FERIADÃO COM FILHOS EM CASA DE CAMPO

Condenada a 26 anos e oito meses de prisão pela morte da menina Isabella Nardoni, Anna Carolina Jatobá está em uma casa de campo no interior de São Paulo passando o feriadão com os dois filhos adolescentes. Ela saiu da cadeia na quarta-feira, 11 de outubro, véspera do Dia das Crianças. Foi pega na porta da na Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier, conhecida como P1, em Tremembé, pelo pai e uma advogada do escritório do criminalista Roberto Podval. No mesmo saidão, ganhou a liberdade pela quarta vez Suzane von Richthofen, condenada pela morte dos pais em 2002. As duas, que são amigas de cadeia, saíram juntas, mas pegaram carros diferentes. Suzane agora é ruiva e Jatobá está com sobrepeso. Ambas têm de voltar para a penitenciária até as 17h da segunda-feira.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Ao pedir para passar o feriado com os filhos, Jatobá ficou em dúvida se ficaria numa casa de praia ou de campo. Acabou escolhendo a segunda opção para evitar assédio do público. Aos seus advogados, ela já relatou ter receio de sair na rua por causa da reação de populares. Motivos para esse medo não lhe faltam. Quando compareceu ao Fórum de Santana, Zona Norte de São Paulo, para acompanhar o seu julgamento, em 2010, a viatura policial que a levava foi cercada por populares furiosos que ameaçavam linchá-la. “Ela está saindo pela primeira vez. É natural que tenha esse tipo de receio”, disse Podval, que preferiu não revelar a cidade onde Jatobá se encontra por questões de segurança.
 
 
 
 
 
Dentro da cadeia, Jatobá pegou dicas com Suzane de como passar incólume os dias em liberdade. Ambas trabalham na oficina de costura da penitenciária. Suzane já é figura pública em Angatuba, a 204 quilômetros de São Paulo, onde passa o saidão com o noivo, Rogério Olberg. Os pombinhos caminham normalmente pelas ruas, vão ao culto evangélico em um dos templos mais movimentados da cidade e costumam até a namorar e tomar sorvete na praça central com direito a muitas selfies.
 
 
 
 
 
Segundo os defensores de Jatobá, ela continua casada com Alexandre Nardoni. Volta e meia eles trocam cartas de amor renovando os votos de casamento. Como ele só terá direito a deixar a cadeia nas datas especiais a partir de 2019, o casal ainda não tem data para se reencontrar. “Ela vai passar todo o feridão ao lado dos filhos, de quem sente muita saudade”, reforçou o advogado.
 
 
 
 
Do Blog: Eita leis bacanas! Essa infeliz mata uma criança, e é libertada para comemorar o dia das crianças. A outra mata os Pais, e agora é quase uma "santa" evangélica, e pode ter certeza que dizem que ela é uma "mulher de Deus", e quem nunca matou nem fez o mal, é do "mundão". Meu Deus!
 

0 comentários:

Postar um comentário