11 de fevereiro de 2015

BÉLGICA DECIDE NESTA QUARTA SENTENÇA DE JIHADISTA FILHO DE BRASILEIRA

Começou nesta quarta-feira (11) na Bélgica a audiência de leitura do veredito de 46 pessoas acusadas de pertencer a um grupo que incentivou a violência islâmica na Síria e enviou jihadistas para o país. Entre os réus está Brian De Mulder, filho de uma brasileira, que está foragido.

Brian de Mulder, nascido na Bélgica de mãe brasileira (Foto: Reprodução/TV Globo)

Segundo a promotoria, a organização Sharia4Belgium enviava recrutas para grupos militantes como o Estado Islâmico.

Os réus podem pegar penas que variam de 12 meses a 15 anos de prisão.

Segundo o jornal belga “De Standaard”, apenas sete suspeitos estão presentes do tribunal. Os outros ou estão foragidos ou já morreram.

De acordo com as autoridades belgas, cerca de 350 nacionais do país foram lutar na Síria ou no Iraque, o maior número per capita da Europa. Eles estimam que 10% destas pessoas tinham alguma ligação com a Sharia4Belgium.

A segurança foi reforçada do lado de fora da corte onde é realizado o julgamento, na Antuérpia. Um dos principais réus é Fouad Belkacem – Segundo a promotoria, ele era um dos chefes da organização. Ele pode pegar até 15 anos de prisão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PF E RECEITA FEDERAL APREENDEM 50 MIL MAÇOS DE CIGARROS CONTRABANDEADOS NO RN

A Receita Federal, a Polícia Federal e a Secretaria da Fazenda (Sefaz) apreenderam 50 mil maços de cigarros em uma operação na manhã desta q...